Jump to content

Liberação de vôos de madrugada irrita moradores de Moema


Jack Daniels

Recommended Posts

01/11/2006 - 18h53m - Atualizado em 01/11/2006 - 19h09m

 

LIBERAÇÃO DE VÔOS DE MADRUGADA IRRITA MORADORES DE MOEMA

 

Daniel Santini, do G1, em São Paulo

 

 

 

A presidente da Associação de Moradores e Amigos de Moema Lygia Horta reclamou da liberação de vôos de madrugada no Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo. Nesta quarta-feira (1º), em meio ao caos que assola os aeroportos do país, o diretor presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Milton Zuanazzi, anunciou a ampliação do horário de pousos e decolagens de 23h para 1h30.

 

"Antes a gente tinha das 23h até às 6h para dormir. Agora 1h30? Ninguém vai conseguir dormir antes disso. E quem levanta às 6h. Como vai fazer?", reclama a presidente Lygia Horta, que mora na área em que as aeronaves se aproximam da pista.

 

Segundo o diretor Zuanazzi, a medida é emergencial e inicialmente será válida por somente 30 dias. "Para colaborar, temos a obrigação de agüentar por um mês. A gente tenta colaborar. Mas, se eles quiserem se aproveitar disso para aumentar o número de vôos e ganhar mais dinheiro, não vamos aceitar”, completa a moradora, que tem dificuldades em falar ao telefone com o G1 enquanto aviões passam sobre sua casa.

 

 

=============================

 

Mas aí eu pergunto: quem chegou primeiro? O aeroporto, ou os condomínios residenciais? :angry:

Link to comment
Share on other sites

Anac amplia horário de pousos e decolagens em Congonhas

 

ANA PAULA RIBEIRO

da Folha Online, em Brasília

 

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) anunciou nesta quarta-feira a ampliação do horário de pousos e decolagens de vôos comerciais no aeroporto de Congonhas, em São Paulo. A medida visa a diminuir os atrasos generalizados em vôos que vêm acontecendo em vários aeroportos desde sexta-feira (27).

 

Com a nova medida, os pousos e decolagens serão permitidos até 1h30. Antes, o horário limite era 23h.

 

Segundo Milton Zuanazzi, presidente da Agência, a medida emergencial terá duração de 30 dias a contar de hoje.

 

"O horário era um limitador em Congonhas. Isso é um ganho para a população". A portaria tem validade de 30 dias a partir de hoje e poderá ser cancelada caso o controle aéreo passe a operar normalmente.

 

A operação dos vôos neste horário irá depender de conversas entre o controle aéreo, a Infraero (estatal que administra os aeroportos brasileiros) e as empresas.

 

Fechamento

 

Às 16h20 desta quarta-feira, véspera do feriado prolongado de Finados, o aeroporto de Congonhas fechou para pousos, devido à forte chuva que atingia a região naquele horário. O problema deve agravar os atrasos nos vôos, registrados desde a manhã, no sexto dia de operação-padrão dos controladores de tráfego aéreo.

 

O caos nos aeroportos começou quando os controladores de Brasília iniciaram uma operação-padrão --elevaram a distância entre os aviões e reduziram o número de aeronaves vigiadas por controlador. As normas internacionais determinam que cada operador deve controlar, no máximo, 14 aeronaves no mesmo instante.

 

Na tarde desta quarta, os aeroportos registravam tempo de espera para decolagem de uma hora e meia, em média.

 

Para o presidente do Sindicato Nacional dos Trabalhadores na Proteção ao Vôo, Jorge Carlos Botelho, a situação deve voltar a normal em dez dias, após o controle aéreo de Brasília receber dez controladores que serão remanejados de outros Estados. A demora deverá ocorrer devido ao tempo necessário para treinamento.

 

"Não tem jeito. A população e o setor de aviação têm que se adequar. A aviação cresceu demais e a estrutura do espaço aérea não foi atualizada para suportar", disse Jorge Carlos Botelho, presidente do sindicato, que participou de uma reunião da categoria com o ministro da Defesa, Waldir Pires.

 

Atrasos

 

No aeroporto internacional de São Paulo em Cumbica, em Guarulhos (Grande São Paulo), das 3h às 14h30, 32 vôos atrasaram. O pior caso era de um vôo da Gol que saiu de Manaus (AM) e deveria ter chegado ao terminal paulista às 9h40, o que não havia ocorrido às 15h15. os atrasos ocorridos variavam de 30 minutos a duas horas.

 

No aeroporto de Congonhas (zona sul de São Paulo), das 6h às 13h30, cerca de 160 vôos --entre pousos e decolagens-- sofreram atrasos que variaram de 45 minutos a uma hora e meia.

 

No aeroporto internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, o tempo de espera chegou a três horas. Pela manhã, foi registrado atraso de cinco horas em um vôo.

 

No aeroporto Tom Jobim, no Rio, a espera, na tarde desta quarta, era de 40 minutos. Pela manhã, chegou a três horas. De acordo com a Infraero (estatal que administra os aeroportos), o caso mais grave era de um vôo da Varig com destino a Buenos Aires (Argentina) que deveria ter partido às 7h30 e tinha saída prevista apenas para 14h30.

 

Também foram registrados atrasos de até duas horas e meia em Fortaleza e de uma hora e meia em Salvador e em Recife.

 

Crise

 

O trabalho no Cindacta 1 (Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo), com sede em Brasília, está desfalcado desde o afastamento de oito controladores, após a queda do avião da Gol em Mato Grosso, que resultou na morte dos 154 ocupantes, em 29 de setembro.

 

Medidas

 

Na terça-feira (31), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva convocou as principais autoridades do setor e, ao final da reunião, o ministro da Defesa, Waldir Pires, anunciou algumas medidas para tentar conter a crise no tráfego aéreo, porém, admitiu não ter garantias de que a situação se normalize nos próximos dias. "Estamos trabalhando para uma solução mais rápida possível", disse.

 

Entre as medidas anunciadas para conter a crise estão a mudança de rotas para evitar o congestionamento na área do radar de Brasília --o que poderá aumentar o tempo desses vôos--, suspensão das férias e a abertura de concurso para controladores de tráfego aéreo. Na segunda-feira, A Aeronáutica já havia limitado vôos de aeronaves pequenas durante os horários de pico --a medida deve valer até o fim do mês, mas ainda não surtiu efeito.

 

Além disso, o governo anunciou a criação de uma "cooperativa" com representantes de empresas aéreas, controladores de radar e funcionários da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). Caberá a essa cooperativa decidir em tempo real as prioridades de decolagens e eventuais fusões de vôos para diminuir o tráfego. Segundo o presidente do Snea (Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias), George Ermakoff, "a qualquer sinal de problemas, as empresas aéreas poderão se antecipar aos fatos."

Link to comment
Share on other sites

Mas aí eu pergunto: quem chegou primeiro? O aeroporto, ou os condomínios residenciais? :angry:

 

Concordo esse povo reclama demais!!! :thumbsdown_still:

Eu morava do lado do aero de Bauru praticamente o Fokker 100 da TAM passava na altura do ap...

No começo era ruim mas depois de 1 mes

Praticamente nem ligava mais o avião passando de manhazinha ou de noitona :secret:

Link to comment
Share on other sites

Eu quero mais que essa mulher se exploda no inferno!!

Conheco varios amigos que moram na regiao de moema e quando reclamavam dos avioes eu soh perguntava oq o Renato disse acima.. Quem chegou antes? O Aeroporto ou os predios?

 

Incomodados que se mudem!

Link to comment
Share on other sites

Pois é, e quem autorizou a construção de edifícios nas zonas de aproximação? :rolleyes:

 

Especulacao imobiliaria ferrou os entornos de aeoportos como CGH, La Guardia, entre outros..

 

Eu morei a minha vida inteira perto de congonhas.. sempre escuto aviao.. principalmente quando decolam pela 35 sentido Nordeste/norte.. eh certo passarem babando por aki.. e nao eh pelo fato de eu gostar de aviao nao, mas aprendi a conviver com o som..

 

Essa senhora esta em moema ha uns 40/50 anos e ja tinha aeroporto la.. Qdo ela se mudou (e todos q estao na regiao) o aeroporto ja existia.. e era 24 horas...

 

Podem falar oq bem entendem, nao vejo UM argumento que pese contra o aeroporto.. Ele chegou antes.. quem ta la sabe q o aeroporto estava la.. nao tem DIREITO nenhum de reclamar.. mas o Estado permitiu, abriu brecha.. agorta toma...

 

Em tempo.. CGH na epoca que foi construido a 23 de maio (atual) era uma ESTRADA que ligava o MUNICIPIO de Santo Amaro a cidade... o Aeorporto foi construido no local que se chamava CHACARA CONGONHAS...

 

E o porjeto previa 6 pistas...mas como caiu o valor do terreno em torno do aeroporto os especuladores imobiliarios aproveitaram e venderam lotes para pessoas que nao ligassem do barulho... nascia moema e regiao... E agora eles vem reclamar... auhauha faz-me rir!!

Link to comment
Share on other sites

"Antes a gente tinha das 23h até às 6h para dormir. Agora 1h30? Ninguém vai conseguir dormir antes disso. E quem levanta às 6h. Como vai fazer?"

 

Toma calmante rs...

Link to comment
Share on other sites

esses moradores que vão para a.................................................

 

O povo brasileiro é idiota mesmo......

 

Se eu fosse o presidente do país eu faria uma medida provisória que deixasse Congonhas 24 horas e acabou.

Link to comment
Share on other sites

"Antes a gente tinha das 23h até às 6h para dormir. Agora 1h30? Ninguém vai conseguir dormir antes disso. E quem levanta às 6h. Como vai fazer?"

 

big06.gif

 

auditivoabafador.gif

 

:cutuca: :cutuca:

Link to comment
Share on other sites

Já era esperado que a associação de moradores reclamasse. Não se esqueçam que essas associações travaram a contrução do edifício garagem e outras obras em CGH por anos, com processos na justiça. Amanhã mesmo eles já devem reclamar na justiça...

Link to comment
Share on other sites

Em congonhas ontem o vôo que saiu com menos atraso estava 40 minutos atrasado.. todos os outros com pelo menos 1h30 de atraso pra cima... varios com 3 à 4 horas de atraso... tá um inferno

Link to comment
Share on other sites

A presidente da Associação de Moradores e Amigos de Moema Lygia Horta reclamou...

 

Tanta motivação parar criar uma associação com fins inuteis.

Agora motivação para se mudar nao tem hahahaha

Link to comment
Share on other sites

Engrosso o coro do pessoal aqui.

 

Os incomodados que se mudem, oras! Ainda devem dar graças a Deus (eles, lógico), que não voam mais os One-Eleven, os Bregas e 727 regularmente ali em CGH.

 

Essa associação de moradores tá é dando nos nervos. Quiseram morar ali, certo? Oras, agüentem as conseqüências!

 

Agora, eu tenho quase certeza que é esse mesmo pessoal que xinga as aéreas quando vôo sai atrasado.

Link to comment
Share on other sites

Vou comprar uma casa na beira da linha do trem e depois vou criar uma associação pra impedir que os trens passem por lá pra não encomodar meu soninho.

 

Na hora de comprar o apê ninguém viu que era rota de avião,né? Ninguém sabia que tava do lado do aeroporto? E olha que aquela era a época dos breguinhas e electras, hoje tá bem mais silencioso.

 

Agora esse bando vem encher o saco, tá achando ruim muda, vende o apê e muda pro meio do mato.

Link to comment
Share on other sites

É o que já sugeriram aqui: Vamos fazer uma proposta para esses moradores: A gente elimina o problema deles e nós ganhamos em dobro: :macumba:

 

A gente compra os apês deles por um preço bem baratinho e a gente mora em uma região nobre, com avião passando o dia inteiro ali. :rofl:

Link to comment
Share on other sites

Boa tarde amigos do Fórum.

 

Prezados amigos:

 

Bem amigos vira e meche essa dona aparece para dar entrevistas e falar “Abobrinha”,

FELIZMENTE, moro ao lado de CGH, ou melhor no eixo da pista auxiliar, cabeceira 35 desde 04/61, portanto à 45 anos e não tenho nenhuma objeção quanto aos horários de vôos, quanto mais melhor, quando vim para cá já sabia da existência do aeroporto, ai juntou a “fome e a vontade de comer”, tudo certo, vamo que vamo.

Uma sugestão pra Dona Reclamante, que tal um novelo de lã e um par de agulhas,? assim se perder o sono fica tricotando.

 

Abraços

 

PP-CJC

Link to comment
Share on other sites

como ja disse no outro post:

 

é facinho de resolver essa questão, ameaça fechar congonhas definitivamente, ou permanece 24h ou fecha total implode tudo e pronto... ai vc´s verão!

 

afinal se a galera de moema esta ali, porque razão??? simples para poder ficar perto do aeroporto quando for viajar pra qualquer lugar, ameaçando fechar, eles terão como opção direta, guarulhos ou campinas!

manda escolher! aposto que ninguem ira querer ir pra guarulhos ou campinas! eles querem tudo muito facil..

tudo no mão, na hora deles! preciram de algo mais energico pra ter noção das coisas!

 

se não querem ficar longe do aeroporto, aguentem o barulho, ou então, pega o transitozinho de sempre ou vai passear em campinas!

 

abraço a todos!

Link to comment
Share on other sites

É o que já sugeriram aqui: Vamos fazer uma proposta para esses moradores: A gente elimina o problema deles e nós ganhamos em dobro: :macumba:

 

A gente compra os apês deles por um preço bem baratinho e a gente mora em uma região nobre, com avião passando o dia inteiro ali. :rofl:

 

Opa, falou a nossa lingua mesmo!!!!!!!!Proposta aprovada!

E como disse/perguntou o Fabio...quem chegou primeiro!? :rofl: :rofl: :rofl: :rofl: :rofl: :rofl:

 

Abraços!

Link to comment
Share on other sites

Por isso que ao fazer os vôos aeromédicos eu desconto um pouco nesse povo, faço questão de vir com um Citation I pendurado no motor desde MADA, arregacar no reverso 0300 da madrugada pousando lá UHauhauhauhahuauhuhaauhuhauha Como eu me divirto!

 

t+

 

Filipe Franzotti

Link to comment
Share on other sites

Por isso que ao fazer os vôos aeromédicos eu desconto um pouco nesse povo, faço questão de vir com um Citation I pendurado no motor desde MADA, arregacar no reverso 0300 da madrugada pousando lá UHauhauhauhahuauhuhaauhuhauha Como eu me divirto!

 

t+

 

Filipe Franzotti

:thumbsdown_still: :thumbsdown_still:

Menos menos.. ai quem perder a razao é a gente que tinha um argumento que justificava.. isso tira nossa razão...

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade