Jump to content

TAM se torna sócia minoritária da Trip


Recommended Posts

 

 

 

29/03/2011 20:27

Latam Maior

TAM se torna sócia minoritária da Trip

da Redação

A TAM adquiriu 25% do capital votante da Trip, segundo informação confirmada, na noite desta terça-feira (29/03), por um integrante do alto escalão da primeira. As conversas começaram no fim do ano passado. A Trip tinha até então três sócios. O grupo Caprioli, do empresário José Mario Caprioli (que também preside a empresa), tem 40% do capital. Outros 40% estão com o grupo Águia Branca, que tem concessionárias de veículos e uma empresa de transporte rodoviário. Os 20% restantes são da companhia aérea americana SkyWest.

 

O bloco Caprioli-Águia Branca deve continuar no controle do grupo. A TAM deve ficar com uma parte das ações de cada um dos demais sócios. Trip Linhas Aéreas é a companhia aérea regional que tem o maior número de destinos no País.

 

A aquisição da Trip vai precisar de aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). O órgão deve analisar se a compra da nova empresa não afeta a concorrência no mercado interno. O Cade pode aprovar, rejeitar ou impor restrições para a compra. Juntas, TAM e Pantanal têm 43,35% do mercado doméstico. A Trip, segundo a ANAC, transporta 2,51% dos passageiros em voos dentro do Brasil. A maior preocupação deve ser em relação à concorrência no mercado de aviação regional, onde atuam a Trip e a Pantanal.

 

A negociação entre as duas empresas foi divulgada pela primeira vez no site da Aero Magazine, em reportagem publicada no dia 11 deste mês. A TAM está em processo de fusão com a chilena LAN, para a formação da Latam, uma das gigantes da aviação comercial internacional.

 

 

 

http://aeromagazine.uol.com.br/noticia/latam-maior/

 

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 90
  • Created
  • Last Reply

Pelo lado da concorrencia, a noticia e ruim. Como nao posso fazer nada, vou ver pelo lado bom da coisa.

Pode ser interessante pra CNF, a medida que a TRIP tem otima conectividade no aeroporto. Aliado ao grande O&D de BH podem surgir novos voos no aeroporto. Ate mesmo internacionais.

 

Abs

Link to comment
Share on other sites

Do ponto de vista da concorrência, péssimo. É um player a menos.

Do ponto de vista de UMA empresa, interessante, pois pode oferecer um serviço que vai do internacional até o regional.

Do ponto de vista da Tam, é ruim vide a experiência dela com a Pantanal e agora como acionista vai querer ver resultados.

 

Infelizmente, acho que o CADE pode aprovar sem restrições: os mercados são complementares e a Tam vai usar o argumento de que ela será apenas uma investidora e não uma controladora.

 

E pelo jeito a composição acionária será assim: 20% Skywest, 25% Tam e 27,5% cada para a Água Branca e Caprioli.

Link to comment
Share on other sites

Pelo lado da concorrencia, a noticia e ruim. Como nao posso fazer nada, vou ver pelo lado bom da coisa.

Pode ser interessante pra CNF, a medida que a TRIP tem otima conectividade no aeroporto. Aliado ao grande O&D de BH podem surgir novos voos no aeroporto. Ate mesmo internacionais.

 

Abs

 

E você ainda acha que a TRIP vai existir? :cutuca:

Ela comprou a Pantanal com a promessa de ser a "regional" do grupo TAM e veja como ela está... Ainda vai encolher mais.

 

CADE, diga não.

Link to comment
Share on other sites

E você ainda acha que a TRIP vai existir? :cutuca:

Ela comprou a Pantanal com a promessa de ser a "regional" do grupo TAM e veja como ela está... Ainda vai encolher mais.

 

CADE, diga não.

 

 

Ela comprou 100% da Pantanal. Na Trip, apenas 25%.

 

Significa que nao vai mandar na Trip como manda na Pantanal.

 

Se o CADE aprovou a Ambev que domina mais de 70% do mercado de cerveja, nao vai ser 40 e poucos % na aviacao que ele vai barrar

 

 

Abs

Link to comment
Share on other sites

É o que eu estava dizendo no outro tópico?

QUE SE PODE FAZER?

A gente é só um monte de pião na mão dos manda chuvas.

Só nos resta que isso seja para melhor e não para pior, é aguardar para ver.

Link to comment
Share on other sites

Só acredito depois que o pseudo negócio for escriturado em cartório.Chega a ser bizarro. Vá lá que o negócio é bom e que interessa a todas as partes, mas cá pra nós, Aero Magazine: É preciso combinar com os russos.

 

Primeiro, oTribunal de Defensa de La Libre Competencia (TDLC), no Chile, irá julgar a consulta pública já aceita, sobre a fusão das duas empresas. O pedido de consulta foi feito pela Corporación Nacional de Consumidores y Usuarios de Chile (Conadecus), uma entidade de defesa do consumidor.

 

O processo de fusãoLAN /TAM ainda precisa ser analisado por outros órgãos, como a Secretaria de Acompanhamento Econômico , ligada ao Ministério da Fazenda, e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica , além de seus equivalentes no Chile e nos Estados Unidos.

 

E finalmente, a menos que os Cuetos liberem uma fatia da TAM, a mesma não tem gordura nenhuma para comprar a TRIP.

 

Link to comment
Share on other sites

Só acredito depois que o pseudo negócio for escriturado em cartório.Chega a ser bizarro. Vá lá que o negócio é bom e que interessa a todas as partes, mas cá pra nós, Aero Magazine: É preciso combinar com os russos.

 

Primeiro, oTribunal de Defensa de La Libre Competencia (TDLC), no Chile, irá julgar a consulta pública já aceita, sobre a fusão das duas empresas. O pedido de consulta foi feito pela Corporación Nacional de Consumidores y Usuarios de Chile (Conadecus), uma entidade de defesa do consumidor.

 

O processo de fusãoLAN /TAM ainda precisa ser analisado por outros órgãos, como a Secretaria de Acompanhamento Econômico , ligada ao Ministério da Fazenda, e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica , além de seus equivalentes no Chile e nos Estados Unidos.

 

E finalmente, a menos que os Cuetos liberem uma fatia da TAM, a mesma não tem gordura nenhuma para comprar a TRIP.

 

Master,

 

Muitas vezes em negócios desta ordem, há pouco dinheiro envolvido e mais ações, ou seja, troca de ações da LATAM pelas da TRIP. Quem estiver abrindo mão de um X de participação na Trip, pega Y em ações da LATAM e algum (bom) dinheiro, em cash.

 

Numa composição destas não vejo como difícil para a TAM/LATAM, com o tamanho da geração de caixa que tem, adquirir a TRIP.

 

Mas será péssimo do ponto de vista concorrencial.

 

Rafael

Link to comment
Share on other sites

Horrível!!!

 

Daqui a pouco ela começa a diminuir rotas, enxugar a malha das cidades atendidas pela TRIP e a aumentar valor das passagens.

 

Péssima notícia para a concorrência.

 

Tomara que o CADE boicote...

Link to comment
Share on other sites

Horrível!!!

 

Daqui a pouco ela começa a diminuir rotas, enxugar a malha das cidades atendidas pela TRIP e a aumentar valor das passagens.

 

Péssima notícia para a concorrência.

 

Tomara que o CADE boicote...

 

Duvido que haja boicote. Qual regional hoje tem peso, além da própria TRIP, para levar uma reclamação para subsidiar o CADE? O que vemos, historicamente, na relação das aéreas entre sí é um "compadrio". A não ser que a Passaredo faça alguma coisa, mas eu duvido. Prefeitos ou políticos de determinadas cidades? Sou cético...

 

Fora isso, o CADE mostra que as pessoas que decidem lá vivem "encasteladas" no Planalto Central e portanto bem longe da realidade do interior do Brasil, que precisam e muito de ligação aérea, a preços honestos e com qualidade. Coisa que HOJE a Trip oferece. E o nível de repercussão de um negócio destes, por mais absurdo que seja, é bem menor do que a compra da Garoto pela Nestlé (para ficar em um caso que o CADE demorou para decidir).

 

A importância de um setor com relação ao outro nem dá para comparar (to me lixando se o chocolate vai ficar mais caro, etc, etc), mas como é um setor onde há mais briga entre os concorrentes, um quer é "limar" o outro. E por isso o CADE não decidiu exatamente como a Nestlè queria. Houve pressão até do governador do ES na época, lobby, conchavos, etc.

 

Pessoal em Brasília só dá importância para aviação quando alguma aeronave cai. E a importância que dão é procurar tirar da reta o mais rápido possível.

 

Rafael

Link to comment
Share on other sites

Duvido que haja boicote. Qual regional hoje tem peso, além da própria TRIP, para levar uma reclamação para subsidiar o CADE? O que vemos, historicamente, na relação das aéreas entre sí é um "compadrio". A não ser que a Passaredo faça alguma coisa, mas eu duvido. Prefeitos ou políticos de determinadas cidades? Sou cético...

 

Ainda mais estando os "cumpanheiros" no poder.

 

Link to comment
Share on other sites

Como o pessoal aqui do Forum só gosta de reclamar!!! Pessimismo em primeiro lugar!! O negócio já está sacramentado, agora relaxa e goza!!!

 

Espero que a TRIP melhore e sirva de base para expansão da aviaçao nacional!

Link to comment
Share on other sites

Adorei,parabéns!!!

 

 

2 !!!! :ohyes:

 

Acho graça as pessoas aqui verem um grupo estrangeiro sair às compras lá fora e quando acontece aqui dentro, ficam falando que "não é possível", "isso é péssimo pra concorrência"...

 

Por mim podia comprar tudo... há espaço pra muita gente ainda ! Imaginem o tamanho do grupo LAN + TAM + TRIP + PANTANAL... maravilha de notícia !

 

(já estou esperando o apedrejamento, rs) :ohyes:

 

Keep Flying!

 

Bartender !

Link to comment
Share on other sites

a julgar pelos comentários aqui no tópico, a pré-falimentar TAM gastou um dinheiro que não tem para comprar uma participação minoritária numa empresa que, longe de ter uma operação complementar, é uma concorrente em potencial ou lhe apresenta algum risco, e ainda vai conseguir convencer os seus sócios majoritários a desidratá-la, jogando no lixo todo o planejamento e um processo de expansão que vinha se construindo solidamente, tudo isso sob o olhar passivo das autoridades petistas em Brasília e, claro, somente com a prévia anuência da LAN, coitada, que ainda nem se deu conta que justamente no governo do Piñera vai se reconhecer finalmente o monopólio da empresa na aviação chilena e a LATAM vai pras cucuias...

 

eu, tão Poliana, achando que esta pudesse ser uma ótima notícia e torcendo para que outros players reconhecessem a importância da aviação regional e as perspectivas desse mercado... dureza.

Link to comment
Share on other sites

Quem não entende nada de aviação e concorrência deve estar achando ótimo, mas para os passageiros, aeronautas e aeroviários será péssimo (Um grupo a menos no mercado). O filme mais uma vez se repete, sempre perde o funcionários da empresa que esta sendo absorvida. Vide Panair, Cruzeiro do Sul, Votec, Varig, Total e outras mais. (25% é só o começo)

Link to comment
Share on other sites

Quem não entende nada de aviação e concorrência deve estar achando ótimo, mas para os passageiros, aeronautas e aeroviários será péssimo (Um grupo a menos no mercado). O filme mais uma vez se repete, sempre perde o funcionários da empresa que esta sendo absorvida. Vide Panair, Cruzeiro do Sul, Votec, Varig, Total e outras mais. (25% é só o começo)

 

 

 

 

Belas palavras tomara que não de certo !!!!

 

 

Link to comment
Share on other sites

Confirmado a TRIP acaba de enviar um comunicado a todos os funcionarios afirmando a intenção.

 

 

Nos termos da carta de intenções assinada, ao final das análises e negociações, a TAM poderá vir a compor o quadro de acionistas da TRIP, com uma participação minoritária – assim com a SkyWest em 2008. O controle da empresa permanecerá com os grupos Caprioli e Águia Branca e a atual estrutura organizacional de nossa empresa será mantida.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.


×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade