Jump to content

Procon-SP autua empresa aérea TAM


PP-CJC

Recommended Posts

Boa noite amigos Forenses.

 

Do UOL Notícias > Em São Paulo

 

Procon-SP autua empresa aérea TAM por cobrança diferenciada de assento em avião

 

A empresa aérea TAM foi autuada nesta terça-feira (5) pela Fundação Procon de São Paulo pela cobrança diferenciada, em taxas que chegam a R$ 40, por “assentos-conforto” --aqueles cujas poltronas têm distância de 80 a 90 centímetros para as pernas, enquanto nas restantes, em rotas regulares dentro do Brasil, a média na aviação não ultrapassa os 76 cm. O assento fica localizado na primeira fila das aeronaves e também nas saídas de emergência.

De acordo com a assessoria do Procon, a empresa terá prazo para recurso, o qual, se não for aceito, implicará em multa que pode variar de R$ 400 a R$ 6 milhões (dependendo de cálculo que avalia diversos fatores). O órgão afirma que a cobrança diferenciada fere o Código de Defesa do Consumidor uma vez que esse espaçamento maior já existe nos aviões.

A prática foi alvo de críticas dos consumidores. Na última sexta (1º), a TAM informou que "o assento-conforto foi adotado por causa do número de solicitações de reservas nas poltronas da primeira fileira e das sugestões de passageiros".

A falta de espaço nas aeronaves já foi tema de debate pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), que cogitou exigir das companhias que eliminassem o número de poltronas nos aviões para oferecer mais espaço aos passageiros.

Em nota encaminhada hoje, a TAM informou que o “assento-conforto” é oferecido ao cliente, no momento do check-in, “como uma opção para o passageiro” --sem cobrança apenas a pessoas com deficiência, crianças desacompanhadas e de berço e passageiros com cão-guia. Indagada se considera a cobrança legítima, a empresa respondeu: “A aquisição é opcional, e essa é uma maneira democrática de oferecer a todos os clientes um serviço muito procurado. A prática é uma tendência na aviação mundial, sendo adotada por outras empresas no país e várias das principais companhias aéreas internacionais”, informou a nota.

 

Abraços

 

PP-CJC

Link to comment
Share on other sites

Que falta que faz o CMTE ROLIM, seguindo a filosofia criada por ele no início das operações da TAM Linhas Aéreas na década de 80 e a iniciar na década de 90 a tradição de estender o Tapete Vermelho na porta dos Fokker´s 100 simbolizando toda a filosofia da empresa em procurar a atender o passageiro com o "Jeito TAM de Voar" é difícil acreditar apesar que os tempos são outros, que a TAM é uma empresa que quer ganhar a qualquer custo.

 

Opção da TAM em fazer isso, mas toda ação tem uma reação, para quem conheceu a antiga filosofia é difícil de aceitar certas coisas. Vamos lembrar que existem empresas que prezam pelo conforto à bordo, como nossa AVIANCA BRASIL.

 

Parabéns aos consumidores e a quem defende acima de tudo a segurança de vôo, lembrando que visando somente gerar receita aumentou POSSIBILIDADE de saídas de emergência serem ocupadas por pessoas que tenham algum tipo de restrição e que as primeiras fileiras sejam ocupadas por pessoas que não tenham nenhuma prioridade, deixando quem precisa realmente fora desses assentos.

 

Essa é uma opnião pessoal do autor, à quem não concorde tbem tem seu direito.

 

Que pena TAM! talvez logo veremos a TAM acabar de vez, se transformando em LAN BRASIL, é aguardar pra ver !

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade