Jump to content

Passageiro da Delta dorme na praia para embarcar em Cumbica


PP-FAB

Recommended Posts

Passageiro da Delta dorme na praia para embarcar em Cumbica

 

DE SÃO PAULO

DO RIO

 

Passageiros da companhia aérea norte-americana Delta esperaram 18 horas para viajar de São Paulo para Atlanta. Parte deles ainda viajou 100 km de táxi até Bertioga, no litoral, para passar menos de sete horas em um hotel.

 

Aeronave da Delta tem novos problemas na chegada aos EUA

 

O problema começou na terça à noite. O voo 104, que partiria às 20h50 do aeroporto de Cumbica, teve um problema mecânico e não decolou.

 

A Delta não informou qual a causa da falha. Passageiros relataram à Folha que a tripulação disse que era um problema no radar do avião, um Boeing 767-400.

 

"Parece que é o mesmo problema do voo da Delta do Rio para Atlanta nesta semana", disse Ernesto Gregório, secretário de Esporte e Recreação de Paulínia.

 

Ele falava do voo de domingo. O avião sobrevoava a região amazônica quando teve que voltar ao Galeão por problemas no radar. Na terça, o avião teve problemas de novo antes pousar.

 

A VIAGEM

 

Os passageiros ficaram mais de duas horas dentro do avião, em Cumbica. "Seguraram a gente até saírem todos os voos daqui para os EUA. A gente não teve nem a chance de tentar embarcar em algum voo de outra companhia", disse Marco Cozzi, empresário e piloto de Stock Car.

 

Fora do avião, os 180 passageiros receberam lanches e enfrentaram uma fila para pegar os tíquetes que davam direito ao táxi que os levaria para o hotel ou para casa.

 

Quem mora em São Paulo e cidades próximas optou por voltar para casa. Os demais, principalmente estrangeiros, encararam a estrada.

 

Funcionários da empresa relataram aos passageiros que os hotéis em SP, Guarulhos e cidades próximas estavam lotados. A única opção foi Bertioga.

 

Uma brasileira que mora em Boston (EUA) preferiu ficar dormindo no aeroporto mesmo. Ela --que não quis se identificar-- disse que não valia a pena o risco de enfrentar a estrada à noite para ficar poucas horas no hotel.

Link to comment
Share on other sites

Uma brasileira que mora em Boston (EUA) preferiu ficar dormindo no aeroporto mesmo. Ela --que não quis se identificar-- disse que não valia a pena o risco de enfrentar a estrada à noite para ficar poucas horas no hotel.

Que burra!! :suicide_anim:

Link to comment
Share on other sites

Que burra!! :suicide_anim:

Por que burrice? Ficar so 7 horas num hotel longe seria esperteza entao? Pelo menos no aeroporto sempre tem algo a se fazer, ate mesmo tentar comprar bilhete noutra companhia. E sem a empresa intermediando, `as vezes fica ate mais facil conseguir uma vaga avulsa em hotel proximo, por conta propria.

Link to comment
Share on other sites

Passageiro da Delta dorme na praia para embarcar em Cumbica

 

Dorme na praia?!?!? Escrevem qualquer besteira para promover a matéria. Nesses sites de notícias, devem avaliar o jornalista pelo número de acessos à matéria redigida por ele. Só pode...

Link to comment
Share on other sites

Que burra!! :suicide_anim:

 

 

uma hipótese: se ela tivesse conhecido alguém interessante no avião ou aeroproot até poderia ser uam boa opção..7 horas num hotel antes de um voo de 10h cairia muito bem.. :lol: :P burrice é se ela tivesse conhecido alguém e nao fosse pra lá...mas aí sei lá né..poderia ser um fetiche ficar no aeroporto..uma aventura..hahahaha

 

quem disse que ela é burra?

Link to comment
Share on other sites

Há uns anos atrás, num problema em voo da Varig no GIG durante época de indisponibilidade de hotéis na cidade, precisamos acomodar um grupo de passageiros em Niterói. A obrigação da empresa nesses casos é acomodar num local decente, dar transporte e alimentação. Mas não tem lei nem mágica que faça brotar do chão vaga em hotel perto do aeroporto. Temos dois problemas (pane na aeronave e rede hoteleira saturada), mas as matérias preferem focar no que dá mais audiência, como sempre.

Link to comment
Share on other sites

Li rapido e não achei a data do ocorrido, mas, se foi esta semana está quase impossivel achar um quarto em um hotel bom em SP. Várias feiras e shows ocorrendo, a ocupação está no talo.

 

Estou trabalhando na zona sul e estamos ficando em hoteis na zona oeste, gastando os tubos de taxi (já chegamos a gastar 110 reais).

 

Pelo que entendi, mandaram o pessoal para a praia porque por aqui não tinha quartos disponiveis para descarregar um 767.

 

2014 ta ai... :cutuca:

Link to comment
Share on other sites

Eu ficaria no aeroporto, com certeza. Não é apenas por gostar mas por alguns motivos:

- GRU x Bertioga (Dutra, Salim Farah Maluf, Anchieta, Conego Domenico, Br101 ou Dutra, Mogi-Bertioga, bertioga) não gastaria menos que 2:00 pra chegar. 4 horas ao todo.

- Chegar, tomar banho, comer, dormir, umas 5 horas de sono

- Pelo menos no aeroporto eu iria andar, passar o tempo, ver com os hoteis ali perto (individualmente) se sobrou uma vaga, uma reserva que ninguém apareceu, etc.

Uma coisa é você negociar com um hotel com 3 quartos livres e 30 pessoas para serem acomodadas, o hotel vai falar que não tem vaga e uma única pessoa ir lá tentar a sorte (por conta)

- Tem outra coisa que é: As empresas aéreas tem hoteis conveniados, dificilmente vão colocar pax em um hotel que precise pagar tarifa balcao.

 

Agora, 2. pane da Delta em menos de 1 semana, urucubaca solta. Vai ter que ter um copinho de sal grosso na galley

Link to comment
Share on other sites

Eu ficaria no aeroporto, com certeza. Não é apenas por gostar mas por alguns motivos:

- GRU x Bertioga (Dutra, Salim Farah Maluf, Anchieta, Conego Domenico, Br101 ou Dutra, Mogi-Bertioga, bertioga) não gastaria menos que 2:00 pra chegar. 4 horas ao todo.

- Chegar, tomar banho, comer, dormir, umas 5 horas de sono

- Pelo menos no aeroporto eu iria andar, passar o tempo, ver com os hoteis ali perto (individualmente) se sobrou uma vaga, uma reserva que ninguém apareceu, etc.

Uma coisa é você negociar com um hotel com 3 quartos livres e 30 pessoas para serem acomodadas, o hotel vai falar que não tem vaga e uma única pessoa ir lá tentar a sorte (por conta)

- Tem outra coisa que é: As empresas aéreas tem hoteis conveniados, dificilmente vão colocar pax em um hotel que precise pagar tarifa balcao.

 

Agora, 2. pane da Delta em menos de 1 semana, urucubaca solta. Vai ter que ter um copinho de sal grosso na galley

 

nada de jato d'água, "sal grosso salute" já!

Link to comment
Share on other sites

QUOTE(PP-FAB @ Apr 7 2011, 09:10 AM)

Uma brasileira que mora em Boston (EUA) preferiu ficar dormindo no aeroporto mesmo. Ela --que não quis se identificar-- disse que não valia a pena o risco de enfrentar a estrada à noite para ficar poucas horas no hotel.

Que burra!!

 

Neste caso, eu tomaria a mesma atitude.

 

Viajar mais de duas horas de carro com um motorista desconhecido, sem ter a certeza que ele está descansado para realizar esta viagem. Nao, eu nao arriscaria.

 

Link to comment
Share on other sites

Pelo que entendi, mandaram o pessoal para a praia porque por aqui não tinha quartos disponiveis para descarregar um 767.

 

2014 ta ai... :cutuca:

 

Temos mais de7000 km de litoral. O que não vai faltar é praia pro povo domir... :rolleyes:

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade