Jump to content

Cta: Mulheres De Militares Pedem Salários Mais Altos


jambock

Recommended Posts

Meus prezados:

Domingo, 5 de novembro de 2006, 12h34

Mulheres pedem salários mais altos a controladores de vôo

Mulheres de militares organizaram neste domingo um protesto durante a cerimônia de troca da bandeira brasileira, realizada na Praça dos Três Poderes, em Brasília. A União Nacional das Esposas de Militares das Forças Armadas Brasileiras (Unemfa) exigiram melhorias nas condições de trabalho e aumento do salário dos controladores de vôo e militares.

O protesto foi pacífico e, apesar de ter sido motivado pela situação nos aeroportos, não havia mulheres de controladores de vôo entre as manifestantes.

Algumas integrantes da Unemfa levaram panelas, mas o ato se limitou à abertura de faixas durante a solenidade. Uma das mensagens, "Sem militar, o Brasil não decola", aludia ao fato de a maioria dos controladores de vôo vir das Forças Armadas. Atualmente, o País tem 2,1 mil controladores militarares e 493 civis.

"Eles trabalham com escala apertada e enfrentam muita pressão psicológica", afirmou a presidente da Unemfa, Ivone Luzardo.

A entidade também reivindicou salários mais altos nas Forças Armadas. Outra faixa pedia a reposição dos soldos que, segundo a Unemfa, estão com defasagem de 400% desde o início do Plano Real, em 1994. As manifestantes exigiam ainda a revisão de uma lei de agosto de 2001 que retirou direitos previdenciários de quem ingressou na carreira militar nessa época, como a licença especial de seis meses a cada dez anos de serviço e o pagamento de pensão vitalícia a filhas de militares.

Para Ivone Luzardo, a suposta operação-padrão promovida pelos controladores de vôo na última semana é reflexo da falta de investimento do governo nas Forças Armadas. "A desatualização dos equipamentos e a falta de contratações deixaram o setor aéreo chegar ao colapso", avaliou. E acrescentou: "O governo deve ter em mente que eles estão controlando vidas e não podem trabalhar acima do limite".

Desde o último dia 27, os aeroportos do País registram atrasos e cancelamentos de vôos porque os controladores decidiram monitorar até 14 vôos por vez, cada um. A categoria alega que esse é o limite estabelecido pelas normas internacionais de segurança.

Agência Brasil

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade