Jump to content

Tumulto e atrasos no "Salgado Filho" em 25/4


jambock

Recommended Posts

Meus prezados:

DEPOIS DO FERIADO

Tumulto e atrasos no Salgado Filho

Segurança foi acionada para controlar confusão em balcão de check-in

O início da manhã com nevoeiro provocou uma sequência de atrasos no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre. No final da noite de ontem, o terminal registrava 53,3% de voos com decolagem 30 minutos além da hora programada.

 

Com filas se entrecruzando no saguão de check-in e demora para a passagem pelo raio X, os passageiros também não encontravam poltronas para sentar nas salas de embarque. No final da tarde, uma discussão entre o acompanhante de um passageiro e um segurança provocou confusão no balcão de check-in da Gol.

O acompanhante de um passageiro teria reclamado do atraso em um voo e agido de forma ríspida com um funcionário da companhia. A segurança foi acionada, e teria ocorrido empurra-empurra seguido de tumulto. O saguão do aeroporto estava lotado no fim da tarde, e os passageiros não conseguiam distinguir onde começavam as filas.

 

O superintendente do aeroporto, Jorge Herdina, nega que um integrante da equipe de segurança do Salgado Filho tenha tido atitudes violentas ao tentar controlar a situação no embarque:

– Foi um incidente isolado e rapidamente controlado. Não houve agressão ou maiores problemas. Tivemos uma situação pontual, que já estava controlada quando cheguei.

Segundo Herdina, as imagens das câmeras do circuito interno de vídeo serão analisadas para esclarecer o que ocorreu:

– Vamos averiguar. Se for o caso de conduta inapropriada, pediremos o afastamento do vigilante.

 

Para o superintendente do aeroporto, o dia foi marcado por uma grande circulação de passageiros:

– Os passageiros em conexões não conseguiram fácil realocação em outros voos, que tinham plena ocupação. Isso interfere nos ânimos.

A Gol informa que a suspensão temporária de operações aéreas nos aeroportos de Porto Alegre, Marabá (PA) e Teresina (PI) por condições meteorológicas adversas geraram impacto em sua pontualidade. Para atender os clientes, a companhia promoveu ajustes na malha aérea. Segundo a empresa, nenhum funcionário sofreu qualquer tipo de agressão no aeroporto. Até as 23h, a companhia tinha o maior percentual de atrasos, com 45,6%. A Avianca estava em segundo, com 23,3%.

fonte: jornal "Zero Hora" 26 de abril de 2011 | N° 16682

O aeroporto Salgado Filho, com a chegada do outono/inverno, fica impraticável na maioria das manhãs, devido à neblina.

 

Mas, conforme o excerto do tópico abaixo:

“Na semana passada, já sem o ILS-2, uma forte neblina fechou o aeroporto em plena sexta-feira à noite, por 12 horas. "Eu nunca vi nada igual. Foi uma confusão, gente deitada no chão, gente pulando em cima de gente", afirma o empresário Valmor Weiss, que só conseguiu embarcar após sete horas de espera.

 

Ainda assim, a Infraero não pretende acelerar o conserto das lâmpadas para o feriado. Segundo a estatal, mesmo que o ILS-2 estivesse operando, o aeroporto permaneceria fechado, já que o nevoeiro era muito intenso*.

 

A Aeronáutica, responsável pela instalação do equipamento, informou que o ILS-2 só existe em três aeroportos brasileiros e é raramente usado, já que depende também da preparação das aeronaves e de suas tripulações para a operação. ..”,

http://forum.contatoradar.com.br/index.php...;hl=Afonso+Pena

Então, segundo a Infrazero a operacionalização do ILS cat.II de nada adiantaria para o “Salgado Filho” que, à semelhança do “Afonso Pena”, também é alvo de intensos nevoeiros.

 

Link to comment
Share on other sites

Meus prezados:

DEPOIS DO FERIADO

Tumulto e atrasos no Salgado Filho

Segurança foi acionada para controlar confusão em balcão de check-in

O início da manhã com nevoeiro provocou uma sequência de atrasos no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre. No final da noite de ontem, o terminal registrava 53,3% de voos com decolagem 30 minutos além da hora programada.

 

Com filas se entrecruzando no saguão de check-in e demora para a passagem pelo raio X, os passageiros também não encontravam poltronas para sentar nas salas de embarque. No final da tarde, uma discussão entre o acompanhante de um passageiro e um segurança provocou confusão no balcão de check-in da Gol.

O acompanhante de um passageiro teria reclamado do atraso em um voo e agido de forma ríspida com um funcionário da companhia. A segurança foi acionada, e teria ocorrido empurra-empurra seguido de tumulto. O saguão do aeroporto estava lotado no fim da tarde, e os passageiros não conseguiam distinguir onde começavam as filas.

 

O superintendente do aeroporto, Jorge Herdina, nega que um integrante da equipe de segurança do Salgado Filho tenha tido atitudes violentas ao tentar controlar a situação no embarque:

– Foi um incidente isolado e rapidamente controlado. Não houve agressão ou maiores problemas. Tivemos uma situação pontual, que já estava controlada quando cheguei.

Segundo Herdina, as imagens das câmeras do circuito interno de vídeo serão analisadas para esclarecer o que ocorreu:

– Vamos averiguar. Se for o caso de conduta inapropriada, pediremos o afastamento do vigilante.

 

Para o superintendente do aeroporto, o dia foi marcado por uma grande circulação de passageiros:

– Os passageiros em conexões não conseguiram fácil realocação em outros voos, que tinham plena ocupação. Isso interfere nos ânimos.

A Gol informa que a suspensão temporária de operações aéreas nos aeroportos de Porto Alegre, Marabá (PA) e Teresina (PI) por condições meteorológicas adversas geraram impacto em sua pontualidade. Para atender os clientes, a companhia promoveu ajustes na malha aérea. Segundo a empresa, nenhum funcionário sofreu qualquer tipo de agressão no aeroporto. Até as 23h, a companhia tinha o maior percentual de atrasos, com 45,6%. A Avianca estava em segundo, com 23,3%.

fonte: jornal "Zero Hora" 26 de abril de 2011 | N° 16682

O aeroporto Salgado Filho, com a chegada do outono/inverno, fica impraticável na maioria das manhãs, devido à neblina.

 

Mas, conforme o excerto do tópico abaixo:

“Na semana passada, já sem o ILS-2, uma forte neblina fechou o aeroporto em plena sexta-feira à noite, por 12 horas. "Eu nunca vi nada igual. Foi uma confusão, gente deitada no chão, gente pulando em cima de gente", afirma o empresário Valmor Weiss, que só conseguiu embarcar após sete horas de espera.

 

Ainda assim, a Infraero não pretende acelerar o conserto das lâmpadas para o feriado. Segundo a estatal, mesmo que o ILS-2 estivesse operando, o aeroporto permaneceria fechado, já que o nevoeiro era muito intenso*.

 

A Aeronáutica, responsável pela instalação do equipamento, informou que o ILS-2 só existe em três aeroportos brasileiros e é raramente usado, já que depende também da preparação das aeronaves e de suas tripulações para a operação. ..”,

http://forum.contatoradar.com.br/index.php...;hl=Afonso+Pena

Então, segundo a Infrazero a operacionalização do ILS cat.II de nada adiantaria para o “Salgado Filho” que, à semelhança do “Afonso Pena”, também é alvo de intensos nevoeiros.

 

Como sempre, as cias pagam o pato por problemas meteorológicos. Este é o "câncer" do SBPA, principalmente nas manhãs. Vários aeronaves começam seus trilhos diários aqui em Porto Alegre, e estes atrasos matinais comprometem todo um dia de operação para cada aeronave... complicado.

 

Link to comment
Share on other sites

Meus prezados:

Problemas climáticos causam transtornos a passageiros no aeroporto Salgado Filho

Aeroporto fechou para pousos entre as 11h08min e as 14h18min em 2 maio 2011.

 

Os problemas climáticos que provocaram o fechamento do aeroporto Salgado Filho por três horas nesta segunda-feira provocaram transtornos para os passageiros que tentavam embarcar. O aeroporto fechou para pousos entre as 11h08min e as 14h18min, mas tanto as chegadas, quanto as partidas foram afetadas porque as aeronaves não conseguiam chegar ao Salgado Filho.

 

O casal Emilene e Daniel Bortolotto, de Carlos Barbosa, chegou ao aeroporto às 9h. Por volta das 11h, eles embarcariam de férias para Paris, com conexão no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, por volta das 11h. Como o voo atrasou, eles já se conformavam com a ideia de não chegar ao destino amanhã:

 

- Como os voos para Paris são às 17h e às 19h, acho que não vamos conseguir embarcar hoje e acabaremos perderemos dois dias de férias. A única coisa que não queremos é ter que fazer escalas também na Europa.

 

Oito integrantes da família de Cleide Antunes planejaram férias em conjunto em Los Angeles e já tinham reservas de hotéis, aluguel de carros e ingressos para shows comprados. Com o cancelamento do voo até o Galeão, onde embarcariam em um avião para os Estados Unidos, Cleide estimava perder reservas e calculava que os embarques dos parentes seriam em aeronaves diferentes.

 

- Descobrimos tarde demais que poderíamos ter mudado a conexão para Guarulhos. Se tivéssemos feito isso, daria tempo de pegar a conexão - lamenta.

 

Até as 21h30min, das 111 partidas programadas, 29 tiveram atraso e 16 foram canceladas. Das 101 chegadas, foram 31 atrasos e 17 cancelamentos. O aeroporto operou por instrumentos das 14h18min às 19h07min.

fonte:Tássia Kastner para Zero Hora 2 maio 2011

Link to comment
Share on other sites

Prezado RABUGENTO: realmente, o tópico não é este, pois tal notícia já está sendo veiculada em

http://forum.contatoradar.com.br/index.php?/topic/75034-parte-do-teto-de-aviao-da-gol-cai-em-congonhas/

Link to comment
Share on other sites

Meus prezados:

AEROPORTO NO LIMITE

MARTÍRIO AÉREO

Promessas de cumprimento de obras são renovadas enquanto infraestrutura permanece precária e número de passageiros aumenta

Inaugurado em 2001 envolto em uma aura de modernidade, o novo aeroporto Salgado Filho chega aos 10 anos saturado: há mais passageiros do que comporta de fato e deve conforto a seus usuários. No ano passado, foram mais de 6,6 milhões de pessoas circulando pelos corredores do terminal, que oficialmente tinha capacidade para receber 5 milhões de passageiros. A abertura do terminal 2 para voos comerciais, em dezembro do ano passado, agregou mais 1,5 milhão à capacidade atual do complexo, mas o crescimento da demanda indica que em 2011 o movimento vai beirar as 8 milhões de pessoas. Se o número for confirmado, continuará a faltar espaço.

 

Além disso, o conceito de aeroporto associado a um shopping center que caracterizou a inauguração foi abandonado pela Infraero – empresa estatal que administra o complexo. Ainda consta da página oficial do aeroporto, mas não há lojas abertas 24 horas nem uma praça de serviços capaz de animar os consumidores. Os três cinemas, que apareceram como a grande novidade na época da inauguração, estão fechados há quase um ano, sem perspectiva de reabrirem. O espaço ocioso das salas está com tapumes e deverá ceder lugar para atividades comerciais.

 

O edifício-garagem também não comporta mais o fluxo de passageiros, que enfrentam até falta de táxis em dias muito movimentados. O serviço de transporte público inclui sete linhas de ônibus e uma de metrô até o centro de Porto Alegre, mas a distância da estação mais próxima desaconselha qualquer pretensão de usá-la. Os balcões de check-in são os mesmos 32 há 10 anos, apesar de o movimento ter duplicado nesse período.

 

A notícia que intriga é que há novas promessas no ar. A ampliação do terminal 1, com início previsto para o final de 2012, promete elevar a capacidade total para 10 milhões de passageiros em 2014 (incluindo o terminal 2), quando a carga de pessoas na unidade, de acordo com estudo realizado pela Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), deverá ser de 9,8 milhões de passageiros. Também haverá obras emergenciais, que começam na semana que vem. Mais 20 balcões de check-in vão ocupar uma ala ociosa no segundo andar, à esquerda das atuais posições. Serão acompanhadas de uma nova sala de embarque com capacidade para 280 passageiros, além de mais três posições de raio-X para inspeção de bagagem.

 

Mas, até tudo estar pronto, os usuários deverão continuar convivendo com filas nos balcões, falta de vagas nos estacionamentos, cancelamentos, atrasos de voos em dias de neblina e até, como registrado há uma semana, insegurança com relação à bagagem. O estudo do Ipea colocou o Salgado Filho entre os 14 aeroportos do país cuja situação é classificada como “crítica”. A ocupação média, segundo o estudo, foi de 166,9% em 2010.

 

– Mesmo com projetos adiantados, as obras em Porto Alegre não deverão levar menos que seis anos e meio para serem finalizadas. Isso indica que a situação crítica vai persistir – diz o pesquisador Carlos Campos Neto, do Ipea.

 

O superintendente do Salgado Filho, Jorge Herdina, contesta. De acordo com ele, a capacidade dos dois terminais já foi ampliada e não há problemas de conforto nos saguões:

 

– Em 2010, duplicamos os canais de embarque. Até dezembro, estaremos operando com capacidade para 8,5 milhões de passageiros.

 

Segundo Herdina, até 2016, quando ele estima que a ampliação definitiva estará concluída, os dois terminais terão capacidade para receber 12 milhões de pessoas por ano.

 

fonte: flavio.ilha@zerohora.com.br e tassia.kastner@zerohora.com.br para Zero Hora 8 maio 2011

Link to comment
Share on other sites

Meus prezados:

 

Aeroporto “Salgado Filho” SBPA : Por que viajar é um drama.

http://zerohora.clicrbs.com.br/pdf/10971005.pdf

AEROPORTO NO LIMITE

NEBLINA REINA NA TERRA DA PROMESSA

O maior problema do Salgado Filho, 10 anos depois da inauguração do terminal 1, continua sendo a neblina – especialmente quando maio chega. A falta de um equipamento adequado para permitir operações com teto de até 30 metros e visibilidade de 400 metros, o que melhoraria em 50% a performance do aeroporto, deve persistir até 2014, segundo o superintendente do terminal, Jorge Herdina. Só nesta primeira semana do mês, foram mais de cinco horas fechado e 55 voos cancelados, além de atrasos superiores a 30 minutos em mais de uma centena deles.

 

O índice de fechamentos em maio é quase quatro vezes maior do que a média do ano, tradicionalmente situada entre 1% e 1,5% do total de horas de operação. No ano passado foram 32 horas e 19 minutos de fechamento no mês, o que representou 4,34% do período de funcionamento. Apenas para dar um exemplo, em julho do ano passado, o aeroporto fechou por 12 horas. Em fevereiro, por apenas uma hora e meia.

 

A habilitação do Salgado Filho para nível 2 é prometida desde 1997, quando começou a construção do novo terminal. Dez anos depois, em agosto de 2007, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, prometeu uma solução para dali a três meses. Em quase quatro anos, a mudança de categoria não evoluiu. Agora, Herdina garante que a solução está próxima. De acordo com o superintendente, a obra de ampliação da pista – tratada como necessária para instalar o equipamento antineblina classe 2 – pode começar em junho.

 

– Estamos na fase de revisão do projeto. Se começarmos a construção em agosto, podemos ter a pista ampliada no começo de 2014 – estima Herdina.

 

A extensão da pista em 920 metros é importante para o equipamento de segurança, mas não essencial. De acordo com Herdina, o sistema de luzes de aproximação (chamado de ALS, na sigla em inglês) é o fator indispensável para garantir uma operação segura em dias de névoa forte. Porto Alegre não tem um equipamento capaz de operar na categoria 2, a mais indicada para as condições meteorológicas da cidade. A licitação para a compra e instalação do equipamento será aberta no dia 17 de maio. Também fazem parte do sistema o localizer (localizador) e o glide slope. Os dois sistemas, que o terminal de Porto Alegre já tem, não precisam ser substituídos.

 

A ampliação da pista é importante para adequar o Salgado Filho a rotas mais longas, que exigem aviões mais potentes. O terminal de carga, que está sendo construído ao lado do terminal 1, só saiu do papel porque a pista será ampliada. O novo prédio, que tem investimento de R$ 98 milhões, elevará a capacidade de carga do aeroporto das atuais 35 mil toneladas por ano para 100 mil em 2013.

MINISTRO JOBIM garantiu em agosto de 2007 uma solução para o Salgado Filho em três meses. Infraero prometeu para 2009

10971007.jpg

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade