Jump to content

Diferenças entre Brasil e Inglaterra


BratuS

Recommended Posts

No site da American Airlines tem um aviso sobre um possivel atraso ao entrar no Reino Unido, que diz:

 

Possíveis Atrasos ao Entrar no Reino Unido

O Sindicato dos Serviços Públicos e Comerciais decretou greve a partir desta quarta-feira, 29 de junho, às 23:59 (GMT), até quinta-feira, 30 de junho, à meia-noite (GMT). O movimento grevista inclui a equipe da Agência de Fronteiras, responsável pelo controle de alfândegas e imigração nos aeroportos do Reino Unido, o que pode afetar todas as companhias aéreas. Em consequência, é possível que os passageiros enfrentem atrasos no aeroporto de Londres Heathrow durante todo o dia. As autoridades do aeroporto estão cientes dos atrasos e preparadas para tomar as seguintes medidas a fim de tornar a espera mais tolerável:

 

Poltronas extras estarão disponíveis caso os passageiros tenham que esperar durante longos períodos

Telefones celulares estarão disponíveis para mudança de planos, notificação de parentes etc.

Haverá sinalização extra, caso ocorra congestionamento nos corredores de bagagens

Livros e canetas para colorir serão fornecidos para manter as crianças ocupadas

Água será disponibilizada aos passageiros

As autoridades também estarão vigilantes quanto a famílias e passageiros idosos

 

Mais funcionários do aeroporto estarão a postos para explicar a situação e oferecer assistência. A American continuará monitorando a situação e informará as novidades, quando estriverem disponíveis.

 

fonte: http://www.aa.com.br/viewPromotionDetails.do?fN=001_travelNotices.xml&_locale=pt_BR#inglaterra

 

---

 

O interessante é que há um planejamento para algumas situações até não lembradas pelas nossas autoridades, como a que trata de crianças.

 

E aqui o que ouvi até agora é tentar evitar overbooking durante as férias escolares. Será que teremos fiscalização para que se cumpra isso ?

 

[]´s

 

BratuS

Link to comment
Share on other sites

O grande problema da Infraero é ter monopólio. O passageiro cansado dos péssimos serviços prestados pela Infraero em um aeroporto, teria a opção de usar os serviços da Concessionária X em outro aeroporto. A concorrência forçaria à Infraero a melhorar seus aeroportos para os mesmos serem competitivos.

 

Se a iniciativa privada pudesse construir e operar aeroportos, iria ser fatal para a Infraero, pois a competitividade dos nossos aeroportos é quase nula.

 

Concorrência é saudável. Não é só a privatização de aeroportos em jogo e sim a possibilidade de construção de aeroportos privados. Com certeza São Paulo e Brasília, por exemplo, já teriam aeroportos privados operando concorrendo com os da Infraero.

Link to comment
Share on other sites

Para mim, o nome desta atenção e planejamento é o respeito ao cidadão e a contrapartida ao que o contribuinte paga. No Brasil, ainda estamos distantes dessa realidade, infelizmente. :thumbsdown_still:

Link to comment
Share on other sites

Nenhum dos comentários fez sentido até agora. Se lerem direito o texto entenderão que nenhuma das providências anunciadas foi feita pelo governo da Inglaterra, mas sim pela empresa aérea American Airlines, que é dos Estados Unidos. Não estou escrevendo isso em defesa de qualquer governo, mas apenas mostrando que não há nenhuma diferença. Se há greve por lá é porque a coisa não está assim tão diferente. A única comparação que faz sentido nesse caso é entre a American Airlines e algumas empresas aéreas brasileiras que não têm a mesma consideração com os passageiros.

Link to comment
Share on other sites

Nem Heathrow, Luton ou Gatwic são terminais mantidos pela coroa britânica. São tercerizados e precisam ser eficientes e a satisfação e qualidade no atendimento está atralado as exorbitantes taxas que cada ser humano e empresa paga para usar os aeroportos de londres.

Link to comment
Share on other sites

No site da American Airlines tem um aviso sobre um possivel atraso ao entrar no Reino Unido, que diz:

 

Possíveis Atrasos ao Entrar no Reino Unido

O Sindicato dos Serviços Públicos e Comerciais decretou greve a partir desta quarta-feira, 29 de junho, às 23:59 (GMT), até quinta-feira, 30 de junho, à meia-noite (GMT). O movimento grevista inclui a equipe da Agência de Fronteiras, responsável pelo controle de alfândegas e imigração nos aeroportos do Reino Unido, o que pode afetar todas as companhias aéreas. Em consequência, é possível que os passageiros enfrentem atrasos no aeroporto de Londres Heathrow durante todo o dia. As autoridades do aeroporto estão cientes dos atrasos e preparadas para tomar as seguintes medidas a fim de tornar a espera mais tolerável:

 

Poltronas extras estarão disponíveis caso os passageiros tenham que esperar durante longos períodos

Telefones celulares estarão disponíveis para mudança de planos, notificação de parentes etc.

Haverá sinalização extra, caso ocorra congestionamento nos corredores de bagagens

Livros e canetas para colorir serão fornecidos para manter as crianças ocupadas

Água será disponibilizada aos passageiros

As autoridades também estarão vigilantes quanto a famílias e passageiros idosos

 

Mais funcionários do aeroporto estarão a postos para explicar a situação e oferecer assistência. A American continuará monitorando a situação e informará as novidades, quando estriverem disponíveis.

 

fonte: http://www.aa.com.br/viewPromotionDetails.do?fN=001_travelNotices.xml&_locale=pt_BR#inglaterra

 

---

 

O interessante é que há um planejamento para algumas situações até não lembradas pelas nossas autoridades, como a que trata de crianças.

 

E aqui o que ouvi até agora é tentar evitar overbooking durante as férias escolares. Será que teremos fiscalização para que se cumpra isso ?

 

[]´s

 

BratuS

 

 

Nenhum dos comentários fez sentido até agora. Se lerem direito o texto entenderão que nenhuma das providências anunciadas foi feita pelo governo da Inglaterra, mas sim pela empresa aérea American Airlines, que é dos Estados Unidos. Não estou escrevendo isso em defesa de qualquer governo, mas apenas mostrando que não há nenhuma diferença. Se há greve por lá é porque a coisa não está assim tão diferente. A única comparação que faz sentido nesse caso é entre a American Airlines e algumas empresas aéreas brasileiras que não têm a mesma consideração com os passageiros.

 

Cybertron, melhor reler o texto, expecialmente a parte grifada.

Quanto à minha opinião, é exatamente a mesma do Henrique Dias. Respeito é uma palavra que desapareceu do vocabulário no Brasil.

Link to comment
Share on other sites

Certo! :thumbsup: Entendi PARTE do texto de forma errada, mas eu estava me referindo mais à essa parte aqui.

 

O Sindicato dos Serviços Públicos e Comerciais decretou greve a partir desta quarta-feira, 29 de junho, às 23:59 (GMT), até quinta-feira, 30 de junho, à meia-noite (GMT). O movimento grevista inclui a equipe da Agência de Fronteiras, responsável pelo controle de alfândegas e imigração nos aeroportos do Reino Unido, o que pode afetar todas as companhias aéreas.

 

Assim, não há tanta diferença assim. :check:

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade