Jump to content

Viracopos - Ampliação!


RCWSKY

Recommended Posts

Viracopos terá mais recursos para suas obras

 

O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), recebeu um aumento nos recursos que serão destinados para suas obras de ampliação e melhorias. O governo federal anunciou que o valor acresceu em R$82,43 milhões, segundo o ministro chefe da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Wagner Bittencourt, o valor que até então era de R$ 744 milhões agora será R$ 826,43 milhões. A intenção é que os recursos sejam investidos até a Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

 

A cidade de Campinas(SP) está na luta para ser uma das subsedes do evento, e Viracopos precisa estar pronto para receber a grande demanda de pessoas que virão para o Mundial.

 

Este aumento representa um acréscimo de 11% no total de investimentos previstos, segundo Bittencourt, se refere apenas às obras que não são primordiais para a Copa. Como a elaboração do projeto de engenharia da segunda pista de pouso e a construção do sistema de pistas e pátios internos para manobras de aeronaves.

 

O ministro ainda disse que no novo terminal de Viracopos será incluído a instalação de 40 pontes de embarque, vai ser um equipamento semelhante aos utilizados nos grandes aeroportos, como o Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP), para que os passageiros possam entrar nos aviões.

 

Atualmente os passageiros de Viracopos precisam caminhar pela pista ou serem levados por ônibus da sala de embarque até as aeronaves para os embarques por meio de escadas comuns.

 

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) confirmou a ampliação dos investimentos e diz que considera quatro obras em Viracopos essenciais para a Copa de 2014. A primeira é a adequação e ampliação do atual terminal de passageiros, com previsão de investimento de R$ 47,4 milhões e conclusão prevista para julho de 2013.

 

 

Fonte:

http://www.viracopos.com.br/noticias/viracopos/viracopos-tera-mais-recursos-para-suas-obras

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 60
  • Created
  • Last Reply

Viracopos terá mais recursos para suas obras

 

O ministro ainda disse que no novo terminal de Viracopos será incluído a instalação de 40 pontes de embarque, vai ser um equipamento semelhante aos utilizados nos grandes aeroportos, como o Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP), para que os passageiros possam entrar nos aviões.

 

 

 

Uma coisa é certa em VCP:

 

Vamos ver 40 E-jets da AZUL, simultaneamente no novo terminal.

Link to comment
Share on other sites

Tudo bem. Ele pode ter exagerado um pouco, mas desde 2009, quem opera em VCP com frequencia, compreende o que ele quis dizer.

E a TRIP que teve 11 anos pra fazer isso, entregou de mão beijada.

 

Abs.

Link to comment
Share on other sites

Tudo bem. Ele pode ter exagerado um pouco, mas desde 2009, quem opera em VCP com frequencia, compreende o que ele quis dizer.

E a TRIP que teve 11 anos pra fazer isso, entregou de mão beijada.

 

Abs.

o zelador de vcp exagerando? magiiiiiiiiiiiina

:rofl: :rofl: :rofl: :rofl: :rofl:

Link to comment
Share on other sites

Tem que tomar cuidado pra sair do finger. O pulo vai ser grande até o chão, já que terminal não vai ter mesmo.

Link to comment
Share on other sites

Torço para que Viracopos vire um grande aeroporto e receba as melhorias que merece. Queria só que essas promessas saíssem do campo da imaginação e viessem para o mundo real. Cansado de promessas e mentiras.

Link to comment
Share on other sites

A ampliação prevista é apenas a primeira parte do novo complexo de VCP. [CONCOURSE A]

 

CONCOURSE "A" - seriam as 40 pontes de embarque iniciais + a parte em azul escuro do terminal principal. [projeto]

 

Estão previsto outros dois CONCOURSE [b e C]

 

 

vcpprojeto.jpg

Link to comment
Share on other sites

Viracopos terá mais recursos para suas obras

 

1) o valor que até então era de R$ 744 milhões agora será R$ 826,43 milhões.

 

2) O ministro ainda disse que no novo terminal de Viracopos será incluído a instalação de 40 pontes de embarque, vai ser um equipamento semelhante aos utilizados nos grandes aeroportos, como o Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP), para que os passageiros possam entrar nos aviões.

 

 

1) Já começou a ficar mais cara antes mesmo da obra começar.

 

2) Semelhante??? Aí tem....

Link to comment
Share on other sites

Área para feira aeronáutica? Uia!

 

O que acho uma burrada, se for de exposição apenas no chão, beleza! Mas se for com apresentações, imagina o que isso significa em um aeroporto que querem fazer o maior da América do Sul.

 

E área de exposição poderia ser muito bem aproveitado para outros usos diários do aeroporto e não algo que é temporal.

Link to comment
Share on other sites

Essa planta ja parece folclore... um MITO URBANO!

Ja falei e repito. So acredito no dia que os tratores, betoneiras, guindastes estiverem na Bandeirantes a caminho de Campinas....

Link to comment
Share on other sites

Essa planta ja parece folclore... um MITO URBANO!

Ja falei e repito. So acredito no dia que os tratores, betoneiras, guindastes estiverem na Bandeirantes a caminho de Campinas....

 

Zé estive em visita monitorada em VCP no começo do ano e um dos supervisores da Infraero no aeroporto nos mostrou o plano diretor final (este postado acima) e os planos para 5 e 10 anos, alem do plano diretor atual, se a obra for gerida com responsbilidade (o que é raro nesse pais) é possivel sim executar o plano final.

 

O valor da obra pode sim aumentar antes do inicio destas, pois terá que ser feita desapropriação nas vizinhanças e os valores dos imoveis são volateis, alem de outros gastos que são variaveis de tempos em tempos, inflação, flutuação de cambio e N outros fatores.

Link to comment
Share on other sites

Sim nao duvido da veracidade da planta

Mas eu me irrito porque o MOP era para ser entregue em 150 ou 180 dias apos a licitacao, e ate agora NADA (detalhe, a licitacao acho foi em Novembro do ano passado)

Link to comment
Share on other sites

O Plano Diretor de VCP [tudo até 2025] tinha em 2009, uma estimativa de 6,4 bilhões de Reais. É evidente que paralelo a ampliação de Viracopos, outras obras como uma ligação ferroviária e uma terceira rodovia entre Campinas e São Paulo, também se faz necessário!

Link to comment
Share on other sites

Uma coisa é certa em VCP:

 

Vamos ver 40 E-jets da AZUL, simultaneamente no novo terminal.

 

A Azul embarca em VCP usando as duas portas ?

 

A coisa mais certa é que a eficiência de poder embarcar e desembarcar em duas portas vai para o espaço e a operação que era mais rápida, vai se tornar mais morosa.

 

Houve o mesmo no SDU !

Link to comment
Share on other sites

Um ponto importante é que às vezes as coisas não são fixas... Exemplos: faz-se um projeto (de uma obra) "muito básico" e na hora que se vai executar as obras, nota-se que é preciso incluir algo mais (e que, eventualmente, pode ser necessário mesmo). Ou a complexidade socioeconômica de situações de desapropriações. Ou restrições de ordem ambiental (que devem ser levantadas nos processos de licenciamento ambiental, mas não são fixas, ou seja, podem variar ao longo do tempo e também nas etapas previstas no projeto, ainda mais se tratando de obra de grande porte feita por fases ou casos de aeroportos com mais de um terminal, novas pistas, pátios, vias de acesso etc.)... E também interferências políticas impertinentes, como casos de pressão por querer concentrar entregas de obras ou até mesmo "canteiros de obras" para "mostrar serviço" em épocas de eleição (o que todos sabem, existem, mas curiosamente se repetem eleição após eleição e nada muda)...

 

E mesmo que o projeto da obra esteja mais detalhado (como deveria ser sempre, mas muitas vezes não o fazem!), durante a execução, pode-se notar que é possível melhorar algo. Aí, por que não?

 

Mais um exemplo: erros estratégicos, que revelam falta de visão, como as pistas em GRU... A novela dos trens (como fica VCP, se de fato não tiver trem-bala? Tem Plano B, como trem regional, local? Não seria mais adequado?)... Em suma, são muitas as possibilidades.

 

Nos casos pertinentes, justificáveis do ponto de vista de engenharia, socioambiental e/ou econômico-financeiro, como necessidade de melhorar a qualidade da obra, ou de detalhamento, ou de situações críticas que surjam durante a execução, não tem mágica: pode vir a requerir novos recursos sim, além de mais prazo, muito provavelmente. Isso é uma coisa (tratam-se de questões de engenharia dentro de uma realidade imperfeita de país); outra é se aproveitar para incluir algo inútil ou não prioritário ou para "arrancar uma graninha a mais" (isso sim é que deve ser questionado).

 

Há uma percepção inicial da população sobre problemas envolvendo obras públicas, mas não clareza. É preciso separar (situações diferentes) e, para isso, requer análises mais detalhadas e, às pessoas, requer educar-se no sentido de ver que os detalhes contam bastante. É válido que se desconfie depois de tantos exemplos ruins no Brasil, mas não suficiente. E generalizar, colocando tudo no hall de "picaretagem" ou "roubalheira" é simplificar e não resolver a situação.

 

Aeroportos no Brasil são casos de alta complexidade. Primeiramente que o poder público (notadamente municipal) não age de forma pró-ativa (como deveria) e com planejamento estratégico prévio (e integrado às demais esferars) e permite ocupações indevidas, tornando áreas aeroportuárias em verdadeiros "porta-aviões" (CGH é emblemático, mas tem vários outros exemplos no Brasil). Curiosamente, num país continental e democrático, não se consegue achar espaços para novos aeroportos ou se evitar situações de restrição de expansão por não terem feito a lição de casa antes (evitado ocupações, colocação de obstáculos etc., próximos a aeroportos)... Depois é colher "os frutos" dessas imperfeições todas: tudo fica mais complicado, mais caro, mais demorado e mais gente fica descontente... Ou muita coisa muda, ou não adianta só depois ficar reclamando...

 

Sobre VCP, este projeto é oficial e definitivo, ou é um esboço inicial que está sendo discutido? Está disponível em algum site (Infraero ou ANAC, por exemplo)? E como estão pensando em integrar (para passageiros e cargas) o aeroporto com ferrovias (sejam de que natureza for) e estradas (Santos Dumont, Bandeirantes, Vinhedo, Indaiatuba, bairros de Campinas etc.)?

Link to comment
Share on other sites

VCP tem tudo para ser o MELHOR aeroporto da America Latina, e quizas um dos melhores do mundo.

Porem a velocidade brasileira em execucao de projectos vai destruir toda a possibilidade ao permitir que haja apropriacao de terrenos perto do aeroporto...

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.


×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade