Jump to content

O aero Cristina: Lienage 1000


jambock

Recommended Posts

Meus prezados:

 

O aero Cristina

Em vez de comprar um Airbus como Lula, a Argentina pode adquirir avião da Embraer e fazer propaganda da indústria brasileira.

EMBRATANGO O Lienage 1000, jato executivo que tem capacidade para 19 passageiros, deve ser adaptado para acomodar oito pessoas com maior conforto

 

Até o final deste ano, a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, deve cruzar os céus da América do Sul em um avião brasileiro – ao contrário do presidente Lula, que, apesar do discurso de campanha em favor da indústria nacional, optou por um Airbus A- 319. A presidente decidiu aposentar o atual avião presidencial Tango 01, um Boeing 757, comprado em 1992 por US$ 67,5 milhões pelo então presidente Carlos Menem.

 

Considerado por Cristina muito suntuoso e incômodo para as viagens ao interior do país, o velho Tango 01 já deu alguns sustos na família Kirchner. O mais grave deles foi em 19 de outubro de 2004, quando o piloto teve de fazer uma aterrissagem de emergência depois que uma turbina pegou fogo em pleno vôo. O ex-presidente Néstor Kirchner e ministros de seu governo estavam a bordo.

 

Em fevereiro último, Cristina conversou com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Buenos Aires, e adiantou a possibilidade da compra de um avião da Empresa Brasileira de Aeronáutica, a Embraer, pelo governo da Argentina. Na ocasião da visita do presidente brasileiro à Casa Rosada, foi assinado um Protocolo de Intenções entre o Ministério da Defesa da Argentina e a Embraer, que, entre outros assuntos, definiu a cooperação entre os dois países na área aeronáutica.

 

Meio caminho andado para a fábrica brasileira que aposta suas fichas na venda do jatinho executivo Lienage 1000. “Um avião presidencial abre as portas para a entrada da empresa no mercado argentino”, disse o vice- presidente comercial da Embraer, Alexandre Glock, em entrevista ao jornal Clarín. Glock torce para que a venda tenha êxito, pois a Embraer, líder mundial na fabricação de jatos comerciais, está interessada, sobretudo, em vender aviões para os vizinhos argentinos.

 

Para substituir o Tango 01, Cristina escolheu uma aeronave menor, com autonomia de 7.760 quilômetros, suficiente para chegar, sem escalas, à Venezuela. Para os vôos longos, para Europa ou América do Norte, por exemplo, a presidente vai continuar a alugar um Jumbo das Aerolíneas Argentinas (US$ 200 mil dólares a viagem). Com capacidade para acomodar até 19 passageiros, o Lienage 1000 tem cinco salas e dois banheiros. Cristina, que colocou como pré-requisitos para o novo avião presidencial área privativa e lugar para descansar, poderá trabalhar, fazer reuniões e relaxar em uma suíte com cama de casal.

 

Acesso à internet e a tecnologia Wi-Fi são opcionais desse jato que custa US$ 43 milhões. Preço quase US$ 4 milhões mais barato do que o do francês Airbus A-319 que o governo brasileiro comprou. O Santos Dumont, como oficialmente é chamado o Aerolula, foi comprado em 2005 e custou aos cofres públicos US$ 56,7 milhões.

 

O governo argentino já tem parte do dinheiro (US$ 17 milhões) para pagar o avião. Para isso, Cristina usou a Lei de Emergência Econômica. Apelidada ironicamente de “superpoderes”, a lei – criada em meio à crise da Argentina em 2002 – permite ao governo mudar o orçamento nacional sem que seja necessária a aprovação do Parlamento. Desse modo, o Diário Oficial argentino publicou em dez de março a decisão administrativa, assinada pelo chefe de Gabinete, Alberto Fernández e pelo ministro da Economia, Martín Lousteau, que liberou 56,266 milhões de pesos para atender a “necessidades impostergáveis”, especificando que parte do dinheiro (54 milhões, o equivalente a US$ 17 milhões) será destinada à Secretaria-Geral da Presidência, encarregada de comprar um “equipamento de transporte, tração e elevação.”

fonte: revista "IstoÉ" 3 ago 2011

Link to comment
Share on other sites

Vai pagar com AeroBoero? :macumba:

 

HAUHAUHAUAHUAHUAHUAHUAHUAAHUAHUA..... :rofl: :rofl: :rofl: :rofl: :rofl: :rofl:

Sensacinal essa!

 

Mas bicho, de Lineage a Cris vai poder ir até Angola, África do Sul, México ou até Miami non-stop. Viagens mais longas como para Europa ou Oriente, terá de fazer escala bem como o A319 da FAB. rs... Bem que o Lula poderia ter optado antes pelo Lineage também.

Link to comment
Share on other sites

Bem que o Lula poderia ter optado antes pelo Lineage também.

 

 

O Lienage 1000 já estava homologado na época da escolha do Airbus por Lula???

 

Pergunta muito pertinente, Fantinel.

 

E a resposta é não! Pra quem não se recorda, na época que o 2101 foi entregue (Jan/2005) não havia nem sido feita a primeira entrega de um Embraer 190 e o lineage nem existia como produto.

Abraço

Link to comment
Share on other sites

Na escolha da anv para governos, leva-se em conta a quantidade de aspones do presidente, por isso já se fala em A330 para o Brasil.

Link to comment
Share on other sites

Na escolha da anv para governos, leva-se em conta a quantidade de aspones do presidente, por isso já se fala em A330 para o Brasil.

Meu prezado ssj: Se for para levar aspones, o A330 não vai chegar, não! A380 é a solução... :hypocrite:
Link to comment
Share on other sites

Meu prezado ssj: Se for para levar aspones, o A330 não vai chegar, não! A380 é a solução... :hypocrite:

Ainda seria pequeno. O ideal para a gangue do PT seria um An-225 full pax.

Link to comment
Share on other sites

Pois é precisa espaço ao menos para os 40 ladrxxs...

Entrei uma vez no "airforce 51" durante a última campanha presidencial, já que o "padrinho" fazia campanha com dinheiro nosso e a aeronave estava sempre em algum aeroporto e conhecia um dos cmtes, e fiquei decepcionado com o interior. Não achei nem tão luxuoso (tem first comerrcial que da um show nessa cabine) nem tanto funcional. Mas reflete a realidade de nossa política: muito dinheiro gasto com algo mais ou menos, ostenta por fora e decepciona por dentro!

Link to comment
Share on other sites

Não devemos analisar a compra de uma Aeronave presidencial, pelo Brasil, análoga á Argentina, na verdade pelo que eu sei, a aeronave não vai ser aposentada, mas será utilizada de forma subsidiária ao Lienage. Sei que temos de dar enfase a nossa insdustris, e assim o fez o presidente LULA quando comprou 2 aeronaves subsidiárias, para assim serem substitutas dos breguinhas, além das utilizadas pelo GTA.

Link to comment
Share on other sites

HAUHAUHAUAHUAHUAHUAHUAHUAAHUAHUA..... :rofl: :rofl: :rofl: :rofl: :rofl: :rofl:

Sensacinal essa!

 

Mas bicho, de Lineage a Cris vai poder ir até Angola, África do Sul, México ou até Miami non-stop. Viagens mais longas como para Europa ou Oriente, terá de fazer escala bem como o A319 da FAB. rs... Bem que o Lula poderia ter optado antes pelo Lineage também.

Como assim?? Pois o GTE não apenas possui o A319ACJ como tb tem na reserva mais tres EMB190 Lineage designados como: FAB2590(Bartolomeu de Gusmão), FAB2591(Augusto Severo) e FAB2592(Dizem que está sob regime de comodato com Embraer)......

 

Lula, alem de optar pelo A319ACJ, também optou pelo Lineage, comprando duas unidades, enquanto a vizinha, Argentina, vai comprar apenas um.

Link to comment
Share on other sites

Como assim?? Pois o GTE não apenas possui o A319ACJ como tb tem na reserva mais tres EMB190 Lineage designados como: FAB2590(Bartolomeu de Gusmão), FAB2591(Augusto Severo) e FAB2592(Dizem que está sob regime de comodato com Embraer)......

 

Lula, alem de optar pelo A319ACJ, também optou pelo Lineage, comprando duas unidades, enquanto a vizinha, Argentina, vai comprar apenas um.

 

Não é bem assim... os FAB2590 e 2591 não são Lineage. Somente o 2592 é Lineage, e este não é da FAB, está apenas emprestado para os outros dois passarem por revisão.

 

Sds,

ozires

Link to comment
Share on other sites

Prezados,

 

190P é bem diferente de Lineage 1000.

 

Os dois modelos tem características parecidas, mas especificações bem diferentes.

 

Abraço,

 

Sydy

Link to comment
Share on other sites

Meus prezados:

 

Em fevereiro último, Cristina conversou com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Buenos Aires, e adiantou a possibilidade da compra de um avião da Empresa Brasileira de Aeronáutica, a Embraer, pelo governo da Argentina. Na ocasião da visita do presidente brasileiro à Casa Rosada, foi assinado um Protocolo de Intenções entre o Ministério da Defesa da Argentina e a Embraer, que, entre outros assuntos, definiu a cooperação entre os dois países na área aeronáutica.

 

Peraí, como assim? Em fevereiro ultimo Lula já não era mais presidente... :cutuca:

 

 

Meio caminho andado para a fábrica brasileira que aposta suas fichas na venda do jatinho executivo Lienage 1000. “Um avião presidencial abre as portas para a entrada da empresa no mercado argentino”, disse o vice- presidente comercial da Embraer, Alexandre Glock, em entrevista ao jornal Clarín. Glock torce para que a venda tenha êxito, pois a Embraer, líder mundial na fabricação de jatos comerciais, está interessada, sobretudo, em vender aviões para os vizinhos argentinos.

 

 

Eu realmente espero que eles tenham querido se referir a jatos executivos. (Embora não tenha certeza de que a Embraer é lider nesse seguimento).

 

Acesso à internet e a tecnologia Wi-Fi são opcionais desse jato que custa US$ 43 milhões. Preço quase US$ 4 milhões mais barato do que o do francês Airbus A-319 que o governo brasileiro comprou. O Santos Dumont, como oficialmente é chamado o Aerolula, foi comprado em 2005 e custou aos cofres públicos US$ 56,7 milhões.

 

O Avião não foi comprado em 2005, ele foi entregue em 2005. Foi comprado em 1999 (SNME) por FHC. Francamente, acho que reporter pensa que avião é igual carro. Voce chega na consecionária e ele tá lá esperando. :suicide_anim:

 

 

Pergunta muito pertinente, Fantinel.

 

E a resposta é não! Pra quem não se recorda, na época que o 2101 foi entregue (Jan/2005) não havia nem sido feita a primeira entrega de um Embraer 190 e o lineage nem existia como produto.

Abraço

 

:rev:

 

Pois é precisa espaço ao menos para os 40 ladrxxs...

Entrei uma vez no "airforce 51" durante a última campanha presidencial, já que o "padrinho" fazia campanha com dinheiro nosso e a aeronave estava sempre em algum aeroporto e conhecia um dos cmtes, e fiquei decepcionado com o interior. Não achei nem tão luxuoso (tem first comerrcial que da um show nessa cabine) nem tanto funcional. Mas reflete a realidade de nossa política: muito dinheiro gasto com algo mais ou menos, ostenta por fora e decepciona por dentro!

 

Tem alguns videos na internet que mostram o interior da aeronave. Acho que para a realidade está bom. É melhor do que fazer a presidente voar num avião de 40 anos atrás que não pode pousar na metade do mundo. Ou pagar para alguem leva-la toda vez que ela precisar voar.

Entretanto, acredito que desde o inicio do governo Dilma o 2101 vem sendo bem menos usado do que era pelo antecessor. Quarta-Feira mesmo ele tava fazendo toque e arremetida no SDU e pelo que venho acompanhando no Forum, esse procedimento não tá sendo nada incomum.

Link to comment
Share on other sites

Cá entre nós, o Lineage é um ##### de um avião, e Kirchener tá muito boa de máquina...

 

http://www.embraerexecutivejets.com.br/portugues/content/aircraft/lineage1000_home.asp

 

Um brinquedinho desse dá ir pra qualquer bodega. Se for um tiro pra Europa, uma escalinha em REC não mataria ninguém.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade