Jump to content

Viracopos pode ser o maior aeroporto da AL


RCWSKY

Recommended Posts

Viracopos pode ser o maior aeroporto da AL, diz Infraero

 

 

 

1510146.jpg

 

 

O aeroporto de Viracopos, em Campinas, no interior de São Paulo, tem capacidade para ser o maior aeroporto da América Latina. A afirmação foi feita hoje por Walter Américo, superintendente de Planejamento Aeroportuário e de Operações da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), que participou na manhã de hoje do evento Aeroinvest, em São Paulo. "Campinas tem capacidade para vir a ter até três pistas", afirmou durante palestra.

 

Questionado sobre como será a questão da governança entre a Infraero e a iniciativa privada, no caso dos aeroportos privatizados, Américo disse que isso ainda não foi definido. "Isso está sendo discutido pela Secretaria de Aviação Civil (SAC) e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)", afirmou.

 

O governo decidiu que as próximas concessões aeroportuárias ocorrerão por meio das Sociedades de Propósito Especifico (SPE), nas quais a Infraero poderá ter até 49% de participação. Os três primeiros aeroportos já em operação a serem privatizados são o de Guarulhos e Viracopos, em São Paulo, e o de Brasília. Os leilões devem ocorrer em 22 de dezembro. Depois devem ser passados à iniciativa privada o de Confins, em Minas Gerais, e o Galeão, no Rio de Janeiro.

 

Américo também defendeu em sua palestra a implantação de terminais provisórios nos aeroportos brasileiros, também chamados de módulos operacionais (MOPs). "Vamos ver cada vez mais no mundo e no Brasil a implantação de módulos operacionais", afirmou.

 

Ao ser questionado sobre o fato de a Infraero estar investindo nos últimos anos menos da metade dos recursos previstos, o superintendente do órgão disse que esse é um problema frequente no setor de infraestrutura. "Estamos trabalhando com os planos A, B, C, D, de todo o alfabeto. Temos que trabalhar com a realidade. Isso não acontece só nos aeroportos. É um problema sistêmico na infraestrutura no Brasil e no mundo", disse.

 

Por DCI

 

 

http://spottingviracopos.blogspot.com/2011/08/viracopos-pode-ser-o-maior-aeroporto-da.html

Link to comment
Share on other sites

Como já falaram em outro forum...

 

É falação em cima de falação.

 

 

E oque precisamos hoje é de "fazeção" e não falação!

 

Como já falaram em outro forum...

 

É falação em cima de falação.

 

 

E oque precisamos hoje é de "fazeção" e não falação!

 

 

 

Excelência dos serviços fizeram do TECA de Viracopos um dos melhores da AL

 

 

O Aeroporto Internacional de Viracopos é reconhecido atualmente como a principal porta de entrada e saída de produtos para o exterior. Para a superintendente do Aeroporto, Lilian Ratto Neves este reconhecimento é o resultado dos investimentos da Infraero no Terminal de Logística de Cargas de Viracopos.

Nesta entrevista, ela fala também da ampliação do Terminal de Cargas e dos preparativos para receber os grandes eventos esportivos, como Copa do Mundo e Olimpíadas.

 

 

Cargo News: O Teca de Viracopos está entre os melhores da América Latina, de acordo com a Air Cargo Excellence Survey 2011. A que a senhora atribui esta boa colocação do aeroporto de Campinas?

 

Lilian Ratto Neves: O resultado alcançado pelo Terminal de Logística de Carga de Viracopos atesta a excelência dos serviços prestados pela Infraero, que tem investido em infraestrutura, qualificação dos empregados e tecnologias a fim de garantir que o processamento de cargas seja realizado com a agilidade e qualidade que fazem do terminal referência no cenário nacional e internacional. Dentre os muitos investimentos realizados no terminal ao longo do último ano, destacam-se: treinamento do pessoal; início das operações de entrega de cargas trânsito aos sábados; implantação do inventário eletrônico; liberação de cargas nacionalizadas 24 horas; extensão do horário de atendimento da Central de Atendimento ao Cliente; aquisição do novo sistema de TV de vigilância; contratação de empresa para atualização tecnológica do transelevador; contratação de um farmacêutico responsável técnico do terminal; reforço no programa de fidelização de cliente; recebimento de 50 novas vagas para empregados da Infraero; implantação de procedimento para inspeção de cargas com partes e peças de madeiras na chegada do voo, dentre outras.

 

Tem também ações em andamento, como instalação de um estruturado modular no Teca de importação; elaboração do edital das obras de ampliação do Complexo Logístico/KP; início das tratativas para acréscimo dos empregados terceirizados.

O resultado demonstra o comprometimento da Infraero que, em parceria com os órgãos anuentes, atua de modo a garantir agilidade ao processo, priorizando a segurança e o atendimento às necessidades de cada cliente.

 

Cargo News: Apesar da boa colocação, empresários da região reclamam de entraves burocráticos na hora de desembaraçar cargas. O que é preciso ser feito para melhorar esta situação?

 

Lilian Ratto Neves: A Infraero criou nos últimos anos vários serviços para atender a tipos diferenciados de clientes, como o VCP-Flex, por exemplo. Entretanto, as atividades de importação e exportação são regidas por legislação aduaneira e os trâmites devem ser seguidos por todas as empresas, inclusive pela própria Infraero.

 

Cargo News: Viracopos é apontado como o portal aéreo do futuro, principalmente no transporte de passageiros. A senhora acredita que no setor de cargas isso também irá ocorrer? Porque?

 

Lilian Ratto Neves: Viracopos é atualmente reconhecido como um dos principais portões de entrada e saída de bens e produtos resultantes do comércio internacional, principalmente daqueles com alto valor agregado. Isso porque o Aeroporto reúne características importantes: possui o menor índice anual de fechamento por condições climáticas (em média três vezes/ano); sua longa pista de 3.240x45 metros favorece a operação de aviões cargueiro puro; além de sua localização estratégica, em um dos mais importantes polos tecnológicos do país, que reúne expressivas universidades, rodovias e empresas de tecnologia de ponta. O acesso ao terminal é facilitado pelas rodovias Santos Dumont, Bandeirantes e Anhanguera, que também permitem fácil escoamento dos produtos pelo interior do estado de São Paulo, Rio de Janeiro, Baixada Santista, além de diversas regiões do Brasil.

Em 2010, mais de 265 mil toneladas de produtos exportados e importados foram movimentadas através do terminal. Antecipando o aumento da demanda de movimentação de cargas internacionais, estimada em 500 mil toneladas para 2016, a Infraero realizará obras que duplicarão a área do atual complexo logístico, incluindo a implantação de uma estrutura tecnologicamente preparada para isso. A meta é transformá-lo no maior e mais moderno terminal cargueiro da América Latina. Serão investidos cerca de R$155 milhões no empreendimento.

 

Cargo News: Há crescimento no número de empresas ligadas ao setor de logística em Viracopos?

 

Lilian Ratto Neves: Não registramos crescimento no número de empresas ligadas ao setor logístico em Viracopos.

 

Cargo News: Como está o projeto de duplicação da área do complexo logístico do Aeroporto Internacional Viracopos? O cronograma de obras será cumprido?

 

Lilian Ratto Neves: O projeto de duplicação da área do Terminal de Logística de Carga de Viracopos, elaborado por uma equipe de arquitetos e engenheiros da Rede Infraero, já está pronto. Em 2/6, a Infraero promoveu audiência pública a fim de apresentar o projeto, que inclui ampliação das áreas de importação e exportação, com áreas destinadas à armazenagem de cargas vivas e especiais, e debater a expansão do complexo logístico campineiro. O edital será lançado ainda neste ano e a previsão é de que as obras tenham início em 2012.

 

Cargo News: Como a senhora vê a possível privatização de Viracopos?

 

Lilian Ratto Neves: Esse é um tema definido pelo Governo Federal, e está sendo tratado pela Secretaria da Aviação Civil (SAC).

 

Cargo News: Viracopos estará preparado para receber o grande fluxo que se espera com os adventos esportivos que ocorrerão no Brasil, Copa e Olimpíadas?

 

Lilian Ratto Neves: O cronograma de obras do Aeroporto Internacional de Viracopos contempla a implantação de todos os componentes necessários ao atendimento da demanda prevista, inclusive para o período de realização dos Jogos Mundiais. Algumas obras já estão em andamento. A Infraero irá inaugurar ainda neste segundo semestre, o Módulo Operacional, que ampliará a área de check-in em 22 posições. No início de julho, foram iniciadas as obras de reforma e ampliação dos estacionamentos de veículos, que ao término, em 150 dias, terão sua capacidade ampliada das atuais 1.200 para mais de 1.800 vagas. Além disso, a Infraero também licitou o projeto de reforma e ampliação do atual Terminal de Passageiros. Com a conclusão dessas obras, previstas para dezembro de 2013, Viracopos terá capacidade para movimentar mais 9 milhões de passageiros/ano.

O projeto para construção do novo Terminal de Passageiros, com capacidade instalada para atender outros 9 milhões de passageiros/ano também já foi licitado. A previsão é de que as obras, que incluem edifício garagem, sistema viário de acessos e pátio de estacionamento de aeronaves, sejam concluídas até dezembro de 2013. Ao término desta primeira fase de obras, Viracopos terá capacidade para atender a 18 milhões de passageiros/ano.

Antecipando a demanda prevista para 2016, ano dos jogos olímpicos, a ampliação do terminal de logística de carga de Viracopos terá início em 2012. O edital das obras de duplicação do atual complexo logístico será lançado ainda neste ano. Após a execução do projeto, desenvolvido totalmente por profissionais da Infraero, que prevê a ampliação das áreas de importação e exportação, compreendendo áreas destinadas à armazenagem de cargas vivas e especiais, o terminal terá capacidade para processar cerca de 500 mil toneladas/ano.

 

 

http://www.viracopos.com.br/noticias/viracopos/excelencia-dos-servicos-fizeram-do-teca-de-viracopos-um-dos-melhores-da-al

Link to comment
Share on other sites

 

 

 

 

Excelência dos serviços fizeram do TECA de Viracopos um dos melhores da AL

 

 

O Aeroporto Internacional de Viracopos é reconhecido atualmente como a principal porta de entrada e saída de produtos para o exterior. Para a superintendente do Aeroporto, Lilian Ratto Neves este reconhecimento é o resultado dos investimentos da Infraero no Terminal de Logística de Cargas de Viracopos.

Nesta entrevista, ela fala também da ampliação do Terminal de Cargas e dos preparativos para receber os grandes eventos esportivos, como Copa do Mundo e Olimpíadas.

 

 

Cargo News: O Teca de Viracopos está entre os melhores da América Latina, de acordo com a Air Cargo Excellence Survey 2011. A que a senhora atribui esta boa colocação do aeroporto de Campinas?

 

Lilian Ratto Neves: O resultado alcançado pelo Terminal de Logística de Carga de Viracopos atesta a excelência dos serviços prestados pela Infraero, que tem investido em infraestrutura, qualificação dos empregados e tecnologias a fim de garantir que o processamento de cargas seja realizado com a agilidade e qualidade que fazem do terminal referência no cenário nacional e internacional. Dentre os muitos investimentos realizados no terminal ao longo do último ano, destacam-se: treinamento do pessoal; início das operações de entrega de cargas trânsito aos sábados; implantação do inventário eletrônico; liberação de cargas nacionalizadas 24 horas; extensão do horário de atendimento da Central de Atendimento ao Cliente; aquisição do novo sistema de TV de vigilância; contratação de empresa para atualização tecnológica do transelevador; contratação de um farmacêutico responsável técnico do terminal; reforço no programa de fidelização de cliente; recebimento de 50 novas vagas para empregados da Infraero; implantação de procedimento para inspeção de cargas com partes e peças de madeiras na chegada do voo, dentre outras.

 

Tem também ações em andamento, como instalação de um estruturado modular no Teca de importação; elaboração do edital das obras de ampliação do Complexo Logístico/KP; início das tratativas para acréscimo dos empregados terceirizados.

O resultado demonstra o comprometimento da Infraero que, em parceria com os órgãos anuentes, atua de modo a garantir agilidade ao processo, priorizando a segurança e o atendimento às necessidades de cada cliente.

 

Cargo News: Apesar da boa colocação, empresários da região reclamam de entraves burocráticos na hora de desembaraçar cargas. O que é preciso ser feito para melhorar esta situação?

 

Lilian Ratto Neves: A Infraero criou nos últimos anos vários serviços para atender a tipos diferenciados de clientes, como o VCP-Flex, por exemplo. Entretanto, as atividades de importação e exportação são regidas por legislação aduaneira e os trâmites devem ser seguidos por todas as empresas, inclusive pela própria Infraero.

 

Cargo News: Viracopos é apontado como o portal aéreo do futuro, principalmente no transporte de passageiros. A senhora acredita que no setor de cargas isso também irá ocorrer? Porque?

 

Lilian Ratto Neves: Viracopos é atualmente reconhecido como um dos principais portões de entrada e saída de bens e produtos resultantes do comércio internacional, principalmente daqueles com alto valor agregado. Isso porque o Aeroporto reúne características importantes: possui o menor índice anual de fechamento por condições climáticas (em média três vezes/ano); sua longa pista de 3.240x45 metros favorece a operação de aviões cargueiro puro; além de sua localização estratégica, em um dos mais importantes polos tecnológicos do país, que reúne expressivas universidades, rodovias e empresas de tecnologia de ponta. O acesso ao terminal é facilitado pelas rodovias Santos Dumont, Bandeirantes e Anhanguera, que também permitem fácil escoamento dos produtos pelo interior do estado de São Paulo, Rio de Janeiro, Baixada Santista, além de diversas regiões do Brasil.

Em 2010, mais de 265 mil toneladas de produtos exportados e importados foram movimentadas através do terminal. Antecipando o aumento da demanda de movimentação de cargas internacionais, estimada em 500 mil toneladas para 2016, a Infraero realizará obras que duplicarão a área do atual complexo logístico, incluindo a implantação de uma estrutura tecnologicamente preparada para isso. A meta é transformá-lo no maior e mais moderno terminal cargueiro da América Latina. Serão investidos cerca de R$155 milhões no empreendimento.

 

Cargo News: Há crescimento no número de empresas ligadas ao setor de logística em Viracopos?

 

Lilian Ratto Neves: Não registramos crescimento no número de empresas ligadas ao setor logístico em Viracopos.

 

Cargo News: Como está o projeto de duplicação da área do complexo logístico do Aeroporto Internacional Viracopos? O cronograma de obras será cumprido?

 

Lilian Ratto Neves: O projeto de duplicação da área do Terminal de Logística de Carga de Viracopos, elaborado por uma equipe de arquitetos e engenheiros da Rede Infraero, já está pronto. Em 2/6, a Infraero promoveu audiência pública a fim de apresentar o projeto, que inclui ampliação das áreas de importação e exportação, com áreas destinadas à armazenagem de cargas vivas e especiais, e debater a expansão do complexo logístico campineiro. O edital será lançado ainda neste ano e a previsão é de que as obras tenham início em 2012.

 

Cargo News: Como a senhora vê a possível privatização de Viracopos?

 

Lilian Ratto Neves: Esse é um tema definido pelo Governo Federal, e está sendo tratado pela Secretaria da Aviação Civil (SAC).

 

Cargo News: Viracopos estará preparado para receber o grande fluxo que se espera com os adventos esportivos que ocorrerão no Brasil, Copa e Olimpíadas?

 

Lilian Ratto Neves: O cronograma de obras do Aeroporto Internacional de Viracopos contempla a implantação de todos os componentes necessários ao atendimento da demanda prevista, inclusive para o período de realização dos Jogos Mundiais. Algumas obras já estão em andamento. A Infraero irá inaugurar ainda neste segundo semestre, o Módulo Operacional, que ampliará a área de check-in em 22 posições. No início de julho, foram iniciadas as obras de reforma e ampliação dos estacionamentos de veículos, que ao término, em 150 dias, terão sua capacidade ampliada das atuais 1.200 para mais de 1.800 vagas. Além disso, a Infraero também licitou o projeto de reforma e ampliação do atual Terminal de Passageiros. Com a conclusão dessas obras, previstas para dezembro de 2013, Viracopos terá capacidade para movimentar mais 9 milhões de passageiros/ano.

O projeto para construção do novo Terminal de Passageiros, com capacidade instalada para atender outros 9 milhões de passageiros/ano também já foi licitado. A previsão é de que as obras, que incluem edifício garagem, sistema viário de acessos e pátio de estacionamento de aeronaves, sejam concluídas até dezembro de 2013. Ao término desta primeira fase de obras, Viracopos terá capacidade para atender a 18 milhões de passageiros/ano.

Antecipando a demanda prevista para 2016, ano dos jogos olímpicos, a ampliação do terminal de logística de carga de Viracopos terá início em 2012. O edital das obras de duplicação do atual complexo logístico será lançado ainda neste ano. Após a execução do projeto, desenvolvido totalmente por profissionais da Infraero, que prevê a ampliação das áreas de importação e exportação, compreendendo áreas destinadas à armazenagem de cargas vivas e especiais, o terminal terá capacidade para processar cerca de 500 mil toneladas/ano.

 

 

http://www.viracopos...-melhores-da-al

 

 

 

Dados novos e importantes:

 

 

Lilian Ratto Neves: O cronograma de obras do Aeroporto Internacional de Viracopos contempla a implantação de todos os componentes necessários ao atendimento da demanda prevista, inclusive para o período de realização dos Jogos Mundiais. Algumas obras já estão em andamento. A Infraero irá inaugurar ainda neste segundo semestre, o Módulo Operacional, que ampliará a área de check-in em 22 posições. No início de julho, foram iniciadas as obras de reforma e ampliação dos estacionamentos de veículos, que ao término, em 150 dias, terão sua capacidade ampliada das atuais 1.200 para mais de 1.800 vagas. Além disso, a Infraero também licitou o projeto de reforma e ampliação do atual Terminal de Passageiros. Com a conclusão dessas obras, previstas para dezembro de 2013, Viracopos terá capacidade para movimentar mais 9 milhões de passageiros/ano.

O projeto para construção do novo Terminal de Passageiros, com capacidade instalada para atender outros 9 milhões de passageiros/ano também já foi licitado. A previsão é de que as obras, que incluem edifício garagem, sistema viário de acessos e pátio de estacionamento de aeronaves, sejam concluídas até dezembro de 2013. Ao término desta primeira fase de obras,Viracopos terá capacidade para atender a 18 milhões de passageiros/ano.

Antecipando a demanda prevista para 2016, ano dos jogos olímpicos, a ampliação do terminal de logística de carga de Viracopos terá início em 2012. O edital das obras de duplicação do atual complexo logístico será lançado ainda neste ano. Após a execução do projeto, desenvolvido totalmente por profissionais da Infraero, que prevê a ampliação das áreas de importação e exportação, compreendendo áreas destinadas à armazenagem de cargas vivas e especiais, o terminal terá capacidade para processar cerca de 500 mil toneladas/ano.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Capacidade tem sim. Viracopos tem espaço para fazer cinco pistas, oito terminais e atender a cinquenta milhões de pax por ano. É só deixarem de falar e passarem a fazer não só as ampliações necessárias no aeroporto como um transporte decente até São Paulo. Caso contrário será um Guarulhos piorado

Link to comment
Share on other sites

Óbvio, será uma briga boa.. VCPxGRU, cada um agora com um "dono", todas brigando pelo passageiro, por companhias. É a boa e velha concorrência. GRU já está na vantagem, VCP tem que investir muito dinheiro, coisa que o mercado privado pode propiciar, para peitar GRU.

 

Azul já mostrou que acreditar em VCP é um ótimo negócio.

Link to comment
Share on other sites

Como já falaram em outro forum...

 

É falação em cima de falação.

 

 

E oque precisamos hoje é de "fazeção" e não falação!

 

A hesitação e falação me fez lembrar dessa música aqui, dos Titãs - quem tem mais de 30 se lembra :rotflol:

 

Aumenta o som, Infrazerooooo! HAHAHAHA

 

http://www.youtube.com/watch?v=osgmkYqmmOM

 

Que não é o que não pode ser que

Não é o que não pode

Ser que não é

O que não pode ser que não

É o que não

Pode ser

Que não

É

 

O que não pode ser que

Não é o que não pode ser

Que não é o que

O que?

O que?

O que?

O que?

 

Que não é o que não pode ser

Que não é o que não pode ser

Que não é o que não pode ser

Que não é

 

Que não é o que não pode ser

Que não é o que não pode ser

Que não é o que não pode ser

Que não é

Sei que não é

 

O Que não é o que não pode ser que

Não é o que não pode

Ser que não é

O que não pode ser que não

É o que não

Pode ser

Que não

É

 

O que não pode ser que

Não é o que não pode ser

O Que não é o que

O que?

O que?

O que?

O que?

 

Que não é o que não pode ser

Que não é o que não pode ser

Que não é o que não pode ser

Que não é

(2x)

 

Pode ser, é

Pode ser , pode ser , pode ser, pode ser, é

é

 

Que não é o que não pode ser

Que não é o que não pode ser

Que não é o que não pode ser

Que não é

Link to comment
Share on other sites

o governo/infrazero também achavam que GIG seria o maior/mais movimentado aeroporto do pais!

Até poderia ter sido, se o governo do Rio nos últimos 20+ anos não tivesse tido uma gestão pior do que a outra. O próprio governador que reconheceu que o Galeão não passa de uma rodoviária de 5ta não fez coisa alguma para melhorar, como botar uma linha de metrô até o terminal, melhorar a segurança ampliar terminais, pelo contrario ainda queriam botar um centro pesqueiro na Ilha e com o pedido de privatização apadrinhar a superfaturação da Delta quem sabe...

Link to comment
Share on other sites

Viracopos terá segunda ligação com Montevidéu (Uruguai)

 

O Aeroporto Internacional de Viracopos/Campinas (SP) terá uma segunda ligação com a cidade de Montevidéu, no Uruguai.

O novo voo será possível através dacompanhia aérea Pluna, os voos serão diários, exceto às sextas-feiras.

Ele terá conexões para Bueno Aires (Aeroparque), Córdoba e Santiago do Chile. As operações vão começar a partir do dia 27 de outubro.

O voo PU 645 partirá de Viracopos às 17h05 e chegará a Montevidéu às 19h45. No sentido inverso, o voo PU 644 partirá de Montevidéu às 13h46 e chegará a Viracopos às 16h16.

Link to comment
Share on other sites

Se eles querem transformar VCP no maior aeroporto da AL, invistam em acesso, trem, tgv, façam desde já desapropriações visando o longo prazo, preparem um documento de concessão sem interpretações dúbias, invistam em planejamento! Sem nenhum deles, será um mero aeroporto atendendo RMC e um hub, mas nunca o aeroporto da capital paulista como querem.

Link to comment
Share on other sites

Trem de alta velocidade, ligando Campinas, SP, Vale do paraíba e RJ....

 

Isso vai ser um grande incentivo para quem ainda não utiliza serviço aéreo, não pela ligação e sim pelos preços que querem cobrar nos trechos....

 

Mas, com certeza, tem -se que investir muito nos acessos de VCP com SP...

Link to comment
Share on other sites

Trem de alta velocidade, ligando Campinas, SP, Vale do paraíba e RJ....

 

Isso vai ser um grande incentivo para quem ainda não utiliza serviço aéreo, não pela ligação e sim pelos preços que querem cobrar nos trechos....

 

Mas, com certeza, tem -se que investir muito nos acessos de VCP com SP...

 

Trem de alta velocidade entre SP-RIO? Isso NON ECZISTE!! É inviável.

Link to comment
Share on other sites

3º Boeing 777 da Emirates SkyCargo será utilizado para rota Campinas-Dubai

 

 

 

emirates-skycargo-boeing-777-f.jpg

 

 

A Emirates SkyCargo, divisão de cargas da Emirates Airline, acaba de receber seu terceiro Boeing 777, a mais moderna e tecnologicamente avançada aeronave cargueira disponível no mercado. Ela se junta à frota de Boeing 777s da Emirates, servindo a crescente demanda do mercado global de cargas. O 777F será trazido para o Brasil e implantado nas operações entre o Aeroporto de Viracopos, em Campinas, e Dubai. Em 16 de setembro, a Emirates SkyCargo vai lançar um terceiro voo semanal nessa rota.

 

“Mesmo com o cenário econômico incerto, nosso compromisso em facilitar o comércio internacional continua forte”, disse o presidente da Emirates Airline, Tim Clark. A equipe da SkyCargo trabalhou junto com a Boeing no projeto da aeronave para garantir que as necessidades dos clientes da companhia fossem atendidas. “Desenvolvemos soluções criativas para os desafios que a indústria do transporte de carga enfrenta todos os dias.”

 

A mais recente aeronave da frota da Emirates SkyCargo apresenta uma ampla porta de acesso à plataforma principal para facilitar o embarque de cargas de grandes dimensões, além de novo layout do piso. “Gostamos de trabalhar com a Emirates porque seu time, assim como o nosso, está empenhado em atender às necessidades logísticas dos clientes e em garantir uma operação econômica e ambientalmente correta”, afirmou o vice-presidente sênior de vendas da Boeing para Oriente Médio, Rússia e Ásia Central, Marty Bentrott.

 

O Boeing 777F tem capacidade de voar durante 17 horas sem precisar de reabastecimento e de transportar 103 toneladas de carga, com motores General Electric (GE) de tecnologia avançada, oferecendo uma grande flexibilidade como nenhuma outra aeronave cargueira em operação hoje. Ela consome 18% menos combustível do que qualquer outro avião de mesmo porte.

 

 

Por: Mercado & Eventos

[spotting Viracopos]

Link to comment
Share on other sites

Assim como a TAM, a GOL está cancelando alguns voos em VCP.

 

Dos 18 voos diretos que a GOL possuia no 1º trimestre deste ano, para outubro, serão apenas 12 voos em VCP:

 

02 = CWB

03 = BSB

03 = CNF

04 = GIG

(-) REC

(-) SSA

(-) POA

 

A TAM possuia 11 voos diretos no 1º trimestre em VCP e agora opera 07. Mas terá 09 voos para o último trimestre de 2011:

 

01 = CWB

01 = FLN

01 = CNF

02 = BSB [+1]

02 = GIG [+1]

(-) SSA

(-) POA

Link to comment
Share on other sites

Á TRIP que operava 04 voos em VCP, passou a operar 06:

 

02 = PLU

02 = CWB

01 = CNF

01 = LDB

+ o voo para GRU os domingos, as 11:40 de E-190 !

 

A AZUL em setembro, atinge a marca de 110 voos diretos, de segunda-sexta, em VCP.

 

 

:thumbsup:

Link to comment
Share on other sites

RCWSKY,

 

O ruim disso tudo é que aos poucos, na verdade, a Tam e a Gol vão abandonar lenta e gradualmente o aeroporto. A TAM me parece ir na direção de ter serviços somente para GIG e BSB no futuro. Até a Trip que a rigor poderia concorrer com a Azul, nem tenta mais isso!

E a própria Azul, em breve, vai atingir a saturação de rotas de lá, e como vai ter que investir em hubs secundários, a expansão potencial tende a ser escoada pelas novas capacidades criadas.

 

Vejo VCP como aquele exemplo do primário onde colocamos bacias embaixo de bacias e assistimos que o transbordo vai cabendo na estrutura logo abaixo, mas tem um momento em que a capacidade adicional deixa de poder acomodar algo.

Link to comment
Share on other sites

VCP - GRU de 190?!

 

Hein!?

 

 

Aos sábados = TRIP 5404 GRU 14:05 - 14:35 VCP E-190 [R$29.90}

 

Aos domingos = TRIP 5405 VCP 11:40 - 12:15 GRU E-190 [R$29.90]

 

:thumbsup:

Link to comment
Share on other sites

...equanto a infrazero construiu um puxadinho p C/I, nas invasões nas imediações do aeroporto as obras vão a todo vapor! na extenção da pista 33 ja tem construções com 3 pisos, antenas, açougues clandestinos para atrair mais urubus, etc... Faz 2-3 anos que tem um escritorio da infrazero la para resolver as remoções e indenizações, mas em vez de retirar o pessoal do entorno, parece que estão crecendo!

Logo VCP pode se deparar com situações como em Mossoró ou Vitória da Conquista, Congonhas, Santos Dumont, etc onde em vez de crescer o aeroporto vem a sofrer mais restrições.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade