Jump to content

Sinop espera resposta da Anac para novos voos comerciais


Ricardo Fontes Moro

Recommended Posts

Sinop espera resposta da Anac para novos voos comerciais:

 

A prefeitura sinopense aguarda a decisão da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) relacionada a proposta de disponibilizar caminhões-tanque (veículo equipado com reservatório para transporte de líquidos) do Executivo no aeroporto municipal presidente João Figueiredo com objetivo de garantir, principalmente, a instalação de mais uma companhia aérea e recebimento de novos voos enquanto o segundo caminhão de combate a incêndio (AP-2) não é adquirido.

A proposta seria provisória e a Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo está esperando resposta. "Estaríamos dando suporte com alguns caminhões-tanques nossos, como uma solução paliativa. Propomos para que seja aceita e para não perdemos o voo da Azul", explicou o secretário Nevaldir Graff (Ticha), ao Só Notícias.

Conforme o gestor, o município assumiu o compromisso com a agência de adquirir o segundo caminhão contra incêndio, no entanto, ele aponta dificuldades a curto prazo já que o investimento é de aproximadamente R$ 1,5 milhão. "Temos que adquirir ou em doação da Aeronáutica, ou com apoio do Estado, mas pedimos um prazo maior [para Anac], até porque não temos orçamento", destacou.

Enquanto o município aguarda a resposta da agência, mantém as negociações junto ao Estado e Aeronáutica para a aquisição do segundo caminhão, obrigatório após a mudança de categoria do aeroporto que saiu do nível 5 e foi para o nível 6. Somente após a aquisição de segundo é que a Azul Linhas aéreas, que anunciou rota para Sinop em julho, deverá começar a operar no município. A princípio, os inícios dos voos seriam em setembro.

O aeroporto sinopense já tem um AP-2 e atualmente conta com duas companhias com voos diários comerciais para o Sul do país, como também regiões como Brasília, Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro e outros. Há ainda uma terceira empresa com voos para Cuiabá e Lucas do Rio Verde, desde agosto.

 

Fonte: http://www.sonoticia...voos-comerciais

 

Abraços.

Link to comment
Share on other sites

  • 3 years later...

Meus prezados

Ministro se compromete em avaliar investimentos de 20 milhões para viabilizar vôos noturnos
De acordo com ministro, o primeiro passo para elevar o aeroporto de Sinop a Categoria “A”, será a implantação de uma Estação Prestadora de Serviços de Telecomunicações e de Tráfego Aéreo (EPTA).

A suspensão dos vôos noturnos no município de Sinop, prevista para a próxima semana, foi questionada pelo deputado Dilmar Dal Bosco ao Ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, em audiência ocorrida na tarde de ontem, em Brasília. A reunião foi solicitada pelo deputado federal Nilson Leitão e contou com a participação do presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Maluf.

O cancelamento dos vôos noturnos, de acordo com a empresa que oferece os serviços, se deve a falta de segurança do aeroporto João Figueredo, em Sinop, que não dispõe de equipamentos de radiocomunicação (Papi) e também de luzes nas cabeceiras da pista para a orientação aérea, sendo os balizadores a única opção para os pilotos, o que que também inviabiliza as operações em dias chuvosos.

“O aeroporto de Sinop não tem instrumentos para operar nos dias de chuvas e também falta segurança nos pousos e decolagens. Quase sempre, em dias chuvosos, os aviões retornam à Cuiabá, acarretando em mais custos para a empresa que é obrigada a providenciar hospedagem e transporte para os passageiros. Essa carência de equipamentos de comunicação fez com que a seguradora ameaçasse romper o contrato com a empresa, que não operar sem cobertura”, afirmou

De acordo com Padilha, o primeiro passo para elevar o aeroporto de Sinop a Categoria “A”, será a implantação de uma Estação Prestadora de Serviços de Telecomunicações e de Tráfego Aéreo (EPTA). Somente após a instalação e homologação da EPTA o Grupo Especial de Inspeção em Voo da Força Aérea Brasileira (FAB) providenciará o Papi. Os custos para reestruturação do João Figueredo, de acordo com o ministro, seria de R$20 milhões. Uma comissão para o estudo de viabilidade financeira foi formada ontem a pedido do Ministério da Aviação Civil.

Fonte: EXPRESSO MT via CECOMSAER 27 FEV 2015

Link to comment
Share on other sites

SINOP tem um sitio radar do SIVAm, ou seja já tem uma infraestrutura da FAB no local, não entendo por que não tem um controle na região, mesmo que seja um controle "não radar"!!!

Link to comment
Share on other sites

  • 2 years later...

Meus prezados
Sinop: Aeronáutica faz levantamentos de dados no aeroporto para homologar equipamentos e estrutura melhorar
mat2.jpg
Uma equipe do Instituto de Cartografia Aeronáutica (ICA) fez, esta semana, diversos levantamentos no aeroporto presidente Figueiredo para dar continuidade no processo de homologação da Estação Prestadora de Serviço de Telecomunicações e de Tráfego Aéreo (EPTA) e na confecção das cartas de procedimentos de navegação aérea. Entres eles, o nivelamento de pista e dados de coordenada de cabeceira. “Já estamos no final da conclusão dos trabalhos de campo. Posteriormente, começaram os trabalhos de escritório. Enviaremos todos os dados para o Grupo Especial de Inspeção e eles realizaram um voo de homologação”, disse, há pouco, em entrevista coletiva, o sargento Cleber Luis Correia, da Aeronáutica. Não foi estabelecido prazo para a conclusão da homologação e o equipamento entrar em operação melhorando a estrutura do aeroporto.
Segundo o tenente Luiz Felipe Ochotorena Fartura, também foram feitos todos os levantamento de dados para a conclusão das Rotas de Navegação Área (RNAV). “Quantos tivermos uma condição climática ruim, estas rotas possibilitaram que a aeronave pouse no aeroporto. Agora, temos que inserir todos este dados no banco do ICA e aguardar a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) finalizar o procedimento e abrir portaria. Esta também é uma das etapas da homologação", detalhou.
A prefeita Rosana Martinelli explicou que, até o final do ano, o aeroporto já deve estar certificado com todos os equipamentos de segurança. “São várias etapas que terão se ser concluídas. Hoje, realizamos mais uma. Os trabalhos ainda continuam em uma força tarefa junto com a União das Entidades de Sinop (Unesin), vereadores e população. Também pedimos ajuda para o governo do Estado para podermos regularizar todo este processo. Os aviões não podem mais voltar para Cuiabá. Também temos que conseguir novas companhias", defendeu.
A Unesin (União das Entidades de Sinop) que tem sido muito atuante para resolver as pendências do aeroporto e proporcionar maior estrutura acompanhou o trabalho do ICA.
Fonte: David Murba para SÓ NOTÍCIAS (MT) via CECOMSAER 7 OUT 2017

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade