Jump to content

GIG. Vergonha carioca.


Carlos Augusto

Recommended Posts

 

Fonte: O GLOBO, ed.online

 

Publicada em 21/10/2011 às 23h52mSelma Schmidt (selma@oglobo.com.br)

 

 

 

Passageiros do Aeroporto Internacional Tom Jobim sofrem com escadas rolantes e elevadores enguiçados e banheiros malcuidados

 

21_MHB_tom1.jpg

 

RIO - Em setembro de 2008, o governador Sérgio Cabral classificou o Aeroporto Internacional Tom Jobim como "pior do que uma rodoviária de quinta categoria". Três anos depois e fora do primeiro leilão de concessão do funcionamento de aeroportos - restrito a Guarulhos, Viracopos e Brasília -, marcado para 22 de dezembro pelo governo federal, o Tom Jobim continua desafinando com sérios problemas de infraestrutura. Só na área não restrita do Terminal 2, o turista encontrou na sexta-feira três dos quatro elevadores enguiçados. Num sanitário masculino do Terminal 1, um saco plástico envolvia uma torneira com defeito. A escada rolante de acesso da garagem ao desembarque do Terminal 1 também não funcionava. Do lado de fora, junto à entrada 16C, uma placa que tombara do teto e não fora retirada do chão era mais um sinal de descuido com a manutenção. Banheiros malconservados, lojas fechadas, poucas opções de alimentação nas áreas restritas e o assédio de taxistas bandalhas se somavam aos transtornos a serem enfrentados na principal porta de entrada da cidade.

 

- Não adianta esperar por Copa e Olimpíadas. O Tom Jobim precisa de melhorias já para atender ao aumento da demanda - disse o secretário estadual de Turismo, Ronald Ázaro, que manifestou sua preocupação com o aeroporto esta semana, durante reunião no Ministério do Turismo.

 

 

Infraero: Tom Jobim pronto em 2013

A situação dos elevadores é mais grave no Terminal 2. Os quatro panorâmicos da área não restrita pararam na quarta-feira. Na garagem do mesmo terminal, que tem dois andares, o único elevador estava sem funcionar há uma semana, segundo um segurança:

 

Funcionário de uma empresa de turismo, que trabalha no aeroporto desde 1990, Mauro Silva contou ter recebido relatos de que os elevadores da área de embarque (restrita a passageiros) do Terminal 2 também estavam parados, dificultando a circulação de pessoas em cadeiras de rodas.

 

- As esteiras rolantes para pedestres que interligam os dois terminais vivem em manutenção. Há queixas ainda da demora de as malas chegarem às esteiras de bagagens. No Terminal 1, ou faltam bebedouros ou eles têm pouca água - disse Mauro.

 

Ainda no Terminal 1, sete dos 16 elevadores da área não restrita estavam parados ontem. Num sanitários feminino, oito dos 16 banheiros estavam fechados.

21_MHB_tom2.jpg

 

Segundo a jornalista Sandra Silveira, nada mudou no Terminal 2 entre duas viagens que fez para a Europa, em janeiro de 2010 e deste ano:

 

- A única loja que vendia revistas, livros e afins no local fechou, restando um quiosque. Também só tinha uma lanchonete, que estava lotada.

 

O superintendente regional da Infraero (administradora do Tom Jobim), Abibe Ferreira Júnior, garantiu que o aeroporto estará totalmente reformado em 2013, antes da Copa das Confederações, aumentando a sua capacidade de 25 milhões para 44 milhões de passageiros/ano. Ele disse que estão sendo investidos R$ 650 milhões.

 

Segundo Abibe, inicialmente foram priorizadas obras como as de recuperação de forro e piso. No início de 2012, terão destaque intervenções hidráulicas e elétricas. Ele assegurou que todos os banheiros serão refeitos, e que o Terminal 2 (inacabado) será concluído. Acrescentou que, em novembro, começará o alargamento da pista principal, de 45 para 60 metros:

 

- Compramos também um equipamento, o ILS (Instrumental Landing System) categoria 3, que permitirá pousos mesmo em dias completamente nublados - afirmou.

Link to comment
Share on other sites

Ainda nao entendi porque o governo de Brasil nao colocou Galeao na lista de privatizaçoes. Uma cidade que esta vivendo um boom economico incrivel, mais jogos da copa e olimpiada, precisa de aeroporto decente. é prioritario.

Link to comment
Share on other sites

"O superintendente regional da Infraero (administradora do Tom Jobim), Abibe Ferreira Júnior, garantiu que o aeroporto estará totalmente reformado em 2013, antes da Copa das Confederações, aumentando a sua capacidade de 25 milhões para 44 milhões de passageiros/ano. Ele disse que estão sendo investidos R$ 650 milhões."

 

... dá para acreditar ?!?!

Link to comment
Share on other sites

- Compramos também um equipamento, o ILS (Instrumental Landing System) categoria 3, que permitirá pousos mesmo em dias completamente nublados - afirmou.

 

CAT3 no Rio?!?

Tanto aeroporto que precisa dele antes...

Link to comment
Share on other sites

O Galeão está uma vergonha... Ruim para os passageiros e um pesadelo para os seus funcionários. Nada funciona!!!

 

 

Também gostaria de entender o porquê do Galeão não entrar na lista de privatizações. Há um tempo atrás, o Sérgio Cabral levantava a bandeira da privatização do mesmo. Desistiu?

 

 

Só sei que o andamento das obras do TPS2 está devagar quase parando. Eu vi ser construida, em um ano, uma ponte estaiada ligando a Ilha do Fundão à Linha Vermelha. Por sua vez, em dois anos de GIG, vejo o Terminal 2 ainda pela metade. ABSURDO!!!

 

 

Alta estação no GIG é suicídio... VERGONHAAA!!!

Link to comment
Share on other sites

 

CAT3 no Rio?!?

Tanto aeroporto que precisa dele antes...

 

 

Concordo que alguns aeroportos também precisam do CAT III, mas um aeroporto da importância do Galeão, mesmo não fechando por muito tempo durante o ano, também.

 

O problema é que a Infraero vai instalar apenas em 2 ou 3 aeroportos, em vez de investir em todos os principais aeroportos que precisam deste equipamento. E sabe-se lá quando vai fazer isso...

Link to comment
Share on other sites

Queria saber como merd* vão alterar a capacidade de 25(antes era 15) para 44 milhões ao ano!!

Devem estar considerando que o aeroporto vai trabalhar de madrugada, no mesmo nível de quantidades de voos dos horários de pico!

Link to comment
Share on other sites

Matéria muito interessante e agradeço que não tirem elas da imprensa.

 

Uma vez mais fica claro que o problema do GIG é de gestão

É uma incompetência acima de qualquer suspeita.

É muita falta de vergonha

É um desgoverno que não sabe planejar

 

Elevador que não funciona, esteiras paralizadas, carrinhos que deveriam transportar passageiros como solução para as esteiras, também pouco a pouco sendo encostados, banheiros recém reformados e com manutenção deficiente.... como tudo no Brasil, compram os itens do imobilizado e esquecem da manutenção... e por que ? Pouco se investiga sobre isso mas uma olhada mais profunda no assunto vai dar calafrios. Com certeza os consertos vão ficar entre os mais caros do mundo.

 

Infelizmente eu me obrigo a concordar com os foristas que operam no GIG nas cias aéreas em dizer que o Galeão Tom Jobim talvez seja hoje o pior aeroporto da rede Infraero, mesmo com a maior relação de funcionários por passageiros.

 

Era para ficar pronto em 2011, depois 2012, agora 2013.... não preciso falar mais nada

 

Vergonha!

Link to comment
Share on other sites

Acho que esse artigo foi pra completar a desmoralização da greve da infrazero, embora pessoalmente acho que o que mais desmoralizou foi se associarem á quadrilha do MST!

Link to comment
Share on other sites

Em abril de 2002 meu irmão começou a trabalhar numa empresa aérea no GIG e eu comecei a acompanhar o aeroporto com um olhar diferente daquele do menino que babava com os jumbos no terraço do TPS1. Em janeiro de 2004 foi minha vez de começar numa empresa aérea por lá e, desde a primeira semana de trabalho, a cabeça gigante desse rapazinho cheio de idéias começou a perceber que tinha muita coisa errada por lá. Desde então, mandava tudo quanto é tipo de mensagem pra toda a mídia, prefeitura, governo do estado, governo federal, ICAO, IATA, até pra própria Infraero (inocente, menino....) e pro velho DAC, relatando tudo de errado que via, cada falha, cada desmando, cada detalhe que jogavam lá embaixo a moral do aeroporto e da cidade.

 

Bem... a mídia não tinha qualquer interesse em publicar. Nunca deu ibope saber que tinha goteira em cima do check-in, ou que a Infraero cobrava (ou ainda cobra, sei lá) quase 100 reais do funcionário que por acaso foi assaltado, teve seu crachá roubado e, mesmo com registro em delegacia, era obrigado a pagar a taxa absurda pra reemitir a credencial... ou seja, da mídia eu recebi como resposta o famoso "obrigado pela sua contribuição". Do governo, nem isso. Do DAC, a resposta era "procure a administração aeroportuária". E da Infraero eu primeiro recebi a cortês visita de um superintendente que quebrou meu crachá... depois, já em outra empresa, até ensaiaram uma visita técnica de mais de 3 horas com um especialista a todas as áreas do aeroporto pra que eu, vejam que pompa!, apontasse todos os erros; mas isso depois de eu soltar o verbo numa reunião de emergência durante o caos aéreo em 2006, na qual gerentes de todas as empresas participavam absurdamente calados feito uma porta de angelim, ouvindo passivamente todas as acusações da Infraero e da ANAC, que jogavam toda a culpa dos atrasos nas empresas.

 

Fui acusado de quebrar o protocolo das reuniões, vejam só! Fui acusado de não saber o que é "Política da Boa Vizinhança"! Ora... todos se calaram quando eu perguntei se alguma empresa aérea estava no Galeão de favor, se alguém ali usava de graça a estrutura da Infraero, ou se alguém pagava milhões por mês por uma estrutura ridícula, por banheiros de boteco, por goteiras aparadas por baldes coloridos, bebedouros secos, pontes de embarque, escadas e rolantes e elevadores quebrados/sucateadas e outras centenas de equipamentos patéticos que o aeroporto oferece, como as esteiras rolantes entre os terminais, que mais um pouco completariam maioridade sem funcionar. Todos ficaram boquiabertos, os gerentes das outras empresas com cara de nádegas, sem concordar nem discordar de mim; os caras da ANAC, que pareciam perdidos numa área que não é a deles; e os "camaradas" da Infraero com ódio nos olhos, querendo me matar.

 

Isso foi no final de 2006. E eu vos digo que, pouco mais de um ano depois, absolutamente NADA mudou no Galeão e eu cansei de lá... ganhei barriga, perdi cabelo, enchi o saco de tanta putaria. Minha esposa continua por lá, às vezes participa dessas "Reuniões da Boa Vizinhança". Mas já conhece o repertório.... prefere ficar caladinha, igual a todos os outros gerentes. Hoje, quase oito anos depois daquele início, ainda apareço por lá... pra embarcar (apesar de preferir o SDU), pra buscar a Dona Encrenca, pra rever alguns poucos amigos que ainda ficaram por lá. E hoje eu sei porque aqueles gerentes ficavam calados... porque não adianta de NADA falar.

 

E ainda querem fazer greve! Quem se comove?

Link to comment
Share on other sites

Ainda nao entendi porque o governo de Brasil nao colocou Galeao na lista de privatizaçoes. Uma cidade que esta vivendo um boom economico incrivel, mais jogos da copa e olimpiada, precisa de aeroporto decente. é prioritario.

 

Porque como a Infraero irá privatizar GRU, VCP e BSB, precisa de outros aeroportos para sugar como GIG, CNF, MAO, CWB, etc..

Link to comment
Share on other sites

Osmar_Carioca_033.jpg

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

:rofl: :rofl: :rofl: :rofl: :rofl: :rofl: :rofl:

 

Acho que essa é mais uma das piadas do ano, que a Infraero anda fazendo nas "horas vagas"

:rofl: :rofl: :rofl:

Link to comment
Share on other sites

Se o principal aeroporto da segunda maior cidade do país esta nessa situação, não precisa nem falar como são os aeroportos de cidades menores né??

Link to comment
Share on other sites

Gostaria de saber a opinião dos que são contra o FIM da Infraero. Vocês ai de cima só sabem reclamar, rsrsrsrs.

 

Quantos minutos uma escada de um grande shopping do Rio fica parada? Ah, claro, as madrugadas são usadas para fazer as preventivas, né!? Vovó já dizia que prevenir é melhor que remediar...e mais barato!

 

Quebrou? Acontece...mas rapidamente aparecem técnicos para arrumar. Se não tem equipes in loco, basta UMA ligação e aparece uma equipe em até duas horas (contrato de mnt bem feito com tempo máximo de resposta técnica). Mas isso na "demonizada" iniciativa privada né? Com os coitados da Infraero são semanas ou meses. Mas temos que ter dó deles, afinal nenhum deles são culpados e não podemos generalizar...

 

Enquanto todos os aeroportos não forem privatizados, será mais do mesmo. E o Cabral deve ter ficado quietinho porque vai que a construtora Delta ganha a concorrência para reformar meia-boca o GIG (acho que ganha né)? Tudo em casa e é mais caro reformar eternamente do que manter direito OU privatizar,porque ai a teta seca...

 

O mais engraçado do "ctrl+V" nas respostas do pessoal da Infraero, é que sempre usam o futuro...."vamos colocar ILS 5 Z", " vamos reformar os banheiros e colocar jato de água morna para as partes púdicas dos passageiros", vamos isso e aquilo...tudo no futuro, aquele que nunca chega, aquele que sempre está D + X de hoje.

 

E consertar uma torneira que está vazando? Coisa de 30 minutos? Eu que não sou encanador levei esse tempo alguns dias atrás aqui em casa.

 

Eu gostaria de ler uma defesa daquelas apaixonadas, como vimos no outro tópico. Uma que me convença e até me mostre que as imagens postadas aqui são mentirosas ou ilosórias, fruto de uma imprensa golpista e que só sabe reclamar. Que seja capaz de me fazer acreditar que o governo tem que cuidar de tudo na minha vida, que tem que prover e cuidar de toda a estrutura do país e que meus impostos e taxas, no futuro, serão melhor aplicados.

 

Rafael

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Enquanto todos os aeroportos não forem privatizados, será mais do mesmo. E o Cabral deve ter ficado quietinho porque vai que a construtora Delta ganha a concorrência para reformar meia-boca o GIG (acho que ganha né)? Tudo em casa e é mais caro reformar eternamente do que manter direito OU privatizar,porque ai a teta seca...

 

Na verdade, o Cabral ficou calado, porque ele reclama disso há tanto tempo, que é visto como uma derrota dele pela população. Político só gosta de falar de rosas.

Link to comment
Share on other sites

o sergio cabral deveria mesmo ficar calado, todo o setor de transportes do estado do Rio de janeiro que é administrado por ele é uma tragédia!! sinceramente, considero que todoso têm razão em reclamar da gestão da infraero, sobretudo, os que trabalham e dependem da estrutura aeroportuária, mas tanto o SDU quanto o GIG estão anos-luz a frente do que é o sistema rodoviário do Rio, o sistema ferroviário, metroviário e o aquaviário...quem se locomove pelo grande Rio sabe que a administração estadual de transportes é a pior de todo o país!!...o último caso foi o do bonde..

Link to comment
Share on other sites

o sergio cabral deveria mesmo ficar calado, todo o setor de transportes do estado do Rio de janeiro que é administrado por ele é uma tragédia!! sinceramente, considero que todoso têm razão em reclamar da gestão da infraero, sobretudo, os que trabalham e dependem da estrutura aeroportuária, mas tanto o SDU quanto o GIG estão anos-luz a frente do que é o sistema rodoviário do Rio, o sistema ferroviário, metroviário e o aquaviário...quem se locomove pelo grande Rio sabe que a administração estadual de transportes é a pior de todo o país!!...o último caso foi o do bonde..

 

Eu estou longe de defender político.

Mas não dá pra culpar quem está no poder a 5 anos pelas mazelas de 20-30 anos.

 

Eu andava de trem da Central nos anos 80... eram 1,2 milhão de passageiros/dia. O que transportam hoje ? 400 mil ? Nem isso!

Sabe quantos trens foram comprados desde 1980 até 2002 ? Zero. Quem tem culpa ? Pelo menos compraram algo novo nos ultimos anos...

 

Metrô...inaugurado nos anos 80... sabe quantos trens comprados de 1982 até 2008 ? Zero. Foram comprados vários que começam a ser entregues no fim deste ano....

 

Bondes.... ultima aquisição ha 40 anos atrás.

 

O aeroporto não tem administração estadual.

 

A rodoviária mostra um bom exemplo de concessão, passou a ser algo 1000 vezes melhor do que era.

 

Muita coisa melhorou nas estradas... você lembra o suplicio que era para chegar a Região dos Lagos ?

 

O caso do GIG é único, mas como o Spitfire bem lembrou, é caso de implosão. Eu se tivesse o $$$ para a exploração do GIG ia construir um TPS moderno no lado oposto e colocaria abaixo, literlamente implodiria os TPS1 e 2, manteria de pé só o edificio garagem do TPS2.

No lugar dos dois faria um só, com piers ou concourses, seguindo desenhos mais modernos e funcionais, usando melhor o terreno.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade