Jump to content

Tam comemora cinco anos na Inglaterra e ocupação de 80%


leelatim

Recommended Posts

Tam comemora cinco anos na Inglaterra e ocupação de 80%

07/11 - 14:31

 

 

Por: Anderson Masetto, de Londres

 

 

A Tam Linhas Aéreas que comemora 35 anos em 2011 está completando cinco anos de operações para Londres. Atualmente a companhia conta com um voo diário saindo de São Paulo, operado com Boeing 777 e outro três vezes por semana do Rio de Janeiro com aeronaves Airbus A330. De acordo com a gerente geral da Tam para o Reino Unido e Irlanda, Sue Faithfull, a ocupação média dessas duas frequências é de 80%.

 

“Esta ocupação já permitiria um aumento de voos. Mas queremos consolidar a nossa posição neste mercado”, justificou Sue. “Cerca de 50% dos passageiros são brasileiros, mas utilizamos muito Londres como um hub para conexões para o Japão com a Ana, outra companhia da Star Aliance”, completou.

 

Para comemorar estes cinco anos, a Tam, em conjunto com a Embratur, oferecem um coquetel para agentes e operadores que participam da WTM no estande do Brasil.

Link to comment
Share on other sites

Apesar dos 80% de ocupacao esta diminuindo as frequencias e fala na reportagem que ja haveria margem para aumentar as mesmas....uma coisa totalmnte sem logica,observam acima o que foi dito.

Link to comment
Share on other sites

Não faz sentido o que eles falaram!!!!!!!! "“Esta ocupação já permitiria um aumento de voos. Mas queremos consolidar a nossa posição neste mercado”, justificou Sue. “Cerca de 50% dos passageiros são brasileiros, mas utilizamos muito Londres como um hub para conexões para o Japão com a Ana, outra companhia da Star Aliance”, completou." <-- Então aumenta as frequências aff... Se quer conexão pega mais horários, ou seja mais frequências....

Link to comment
Share on other sites

Com a saída da JAL, muitos Japoneses com destino a SP ou brasileiros ao Japao tem voado Com a ANA, uma excelente cia e da Star Alliance. Pela possibilidade de se voar diariamente GRU-LHR-Tokyo e pelo aumento de negócios de cias Japonesas no Br (Kirin adquirindo 100% da Schincariol, etc), os 77W tem saído lotados em vários dias na semana, principalmente a C e F. Colegas do meu Bco por nao encontrarem lugares na C e F da BA, tem voado na Tam e me reportaram as altas ocupações nestas 2 classes. Com as Olimpiadas, 2012 deve ser ainda mais promissor.

Link to comment
Share on other sites

Quando ele fala em consolidação, entendo q com as novas rotas da KL e LH alem do dobro de oferta da BA pro GIG, melhor consolidar as 3 frequencias com bons yields do que manter as 6, que nem consolidadas estavam ainda por serem recentes. Nao vejo paradoxo algum: 2 coisas q as cias odeiam: perder $ em alguma rota ou, pior ainda, deixar de ganhar em rotas que já estão consolidadas e Sao lucrativas. A TAM certamente Nao pensa diferente, mesmo porque e uma cia aberta e com ações listadas nas Bolsas.

Link to comment
Share on other sites

Não necessariamente, a Tam tem vôos de GRU e do GIG não é?

Logo um A330 e um 777 são maiores que um 747.

Mas a BA ganha em frequência: são 7 GRU-LHR com o Jumbão e 6 GIG-LHR com os B777-200, enquanto que a Tam oferece diário GRU-LHR com os B777-300 e 3 GIG-LHR com os A330-200.

Link to comment
Share on other sites

a BA opera com 747, logo a resposta deve ser facil...

 

Não é tão simples, já que os 747 deles possuem 3 configurações diferentes - e mesmo na com mais assentos, leva menos que os 77W da TAM...as configurações são:

- 291 assentos, sendo 14F, 70C, 30Y+ e 177Y;

- 299 assentos, sendo 14F, 70C, 30Y+ e 185Y;

- 337 assentos, sendo 14F, 52C, 36Y+ e 235Y; (mas creio que não é essa que a BA voa para o Brasil)

 

Já os 777-200ER que voam a partir de LHR podem ser com:

- 275 assentos, sendo 48C, 24Y+ e 203Y;

- 226 assentos, sendo 14F, 48C, 40Y+ e 124Y;

- 221 assentos, sendo 14F, 48C, 32Y+ e 127Y;

 

Portanto, na configuração mais "premium" eles transportam a mesma coisa que os A332 da TAM...

 

Como estamos falando apenas na quantidade de passageiros, então depende diretamente da taxa de ocupação dos vôos...

Link to comment
Share on other sites

 

Não é tão simples, já que os 747 deles possuem 3 configurações diferentes - e mesmo na com mais assentos, leva menos que os 77W da TAM...as configurações são:

- 291 assentos, sendo 14F, 70C, 30Y+ e 177Y;

- 299 assentos, sendo 14F, 70C, 30Y+ e 185Y;

- 337 assentos, sendo 14F, 52C, 36Y+ e 235Y; (mas creio que não é essa que a BA voa para o Brasil)

 

Já os 777-200ER que voam a partir de LHR podem ser com:

- 275 assentos, sendo 48C, 24Y+ e 203Y;

- 226 assentos, sendo 14F, 48C, 40Y+ e 124Y;

- 221 assentos, sendo 14F, 48C, 32Y+ e 127Y;

 

Portanto, na configuração mais "premium" eles transportam a mesma coisa que os A332 da TAM...

 

Como estamos falando apenas na quantidade de passageiros, então depende diretamente da taxa de ocupação dos vôos...

 

Relevante sua informação Chico, valeu.

Link to comment
Share on other sites

Até agora era a TAM, ela operava 7 77W + 7 A332. Sem duvida mais do que 7 B744 + 3 B772

 

Agora a figura inverteu, a TAM opera 7 77W + 3 A332 e a BA 7 744 + 6 B772.

Link to comment
Share on other sites

Eu gostaria de entender a programação das aeronaves pra entender porque com a abertura do MEX, é possivel operar LHR e FRA apenas 3x e não mais frequencias.

 

Eles pararam 2 A340-500, CabinCrew.

Por isso tiveram que reduzir 3 frequencias semanais em FRA e 4 frequencias semanais em LHR.

Link to comment
Share on other sites

Eu gostaria de entender a programação das aeronaves pra entender porque com a abertura do MEX, é possivel operar LHR e FRA apenas 3x e não mais frequencias.

 

Bom, basicamente temos:

 

- 2 77W para GRU-FRA diário;

- 2 77W para GRU-LHR diário; E durante o dia, ao invés de ficar parado em GRU, um deles cumpre GRU-SCL;

 

- 1 767 para GIG-MIA diário;

- 1 767 para GIG-BSB/CNF diário (4x um e 3x outro);

- 1 767 para o MAO-MIA diário; Os 3 767 fazem um rodízio em MIA para que cada um possa passar regularmente pelo GIG, para fazer manutenção na TAP-VEM;

 

20 A330 que ficam distribuídos, basicamente:

- 2 para o GRU-MXP diário;

- 2 para o GRU-MAD diário;

- 3 para o GRU-CDG 11x (?) semanais;

- 2 para o GRU-MCO 2x diário;

- 2 para o GRU-MIA 2x diário;

- 2 para o GRU-JFK 2x diário;

- 1 para o GRU-MEX diário;

- 1 que fica de "reserva" ou em check em GRU;

- 2 para o GIG-CDG diário (ou quase);

- 2 para o GIG-JFK diário (provavelmente faz um rodízio em JFK com as aeronaves que cumprem GRU-JFK também)

- 1 para os GIG-FRA/LHR (4x e 3x semanal);

Além disso, os A330 que ficariam parados durante o dia em GRU e GIG fazem vôos para a Argentina (EZE), e creio que esporadicamente (ou diariamente?) MAO, POA e até Nordeste;

 

Um abraço.

Link to comment
Share on other sites

 

Bom, basicamente temos:

 

- 2 77W para GRU-FRA diário;

- 2 77W para GRU-LHR diário; E durante o dia, ao invés de ficar parado em GRU, um deles cumpre GRU-SCL;

 

- 1 767 para GIG-MIA diário;

- 1 767 para GIG-BSB/CNF diário (4x um e 3x outro);

- 1 767 para o MAO-MIA diário; Os 3 767 fazem um rodízio em MIA para que cada um possa passar regularmente pelo GIG, para fazer manutenção na TAP-VEM;

 

20 A330 que ficam distribuídos, basicamente:

- 2 para o GRU-MXP diário;

- 2 para o GRU-MAD diário;

- 3 para o GRU-CDG 11x (?) semanais;

- 2 para o GRU-MCO 2x diário;

- 2 para o GRU-MIA 2x diário;

- 2 para o GRU-JFK 2x diário;

- 1 para o GRU-MEX diário;

- 1 que fica de "reserva" ou em check em GRU;

- 2 para o GIG-CDG diário (ou quase);

- 2 para o GIG-JFK diário (provavelmente faz um rodízio em JFK com as aeronaves que cumprem GRU-JFK também)

- 1 para os GIG-FRA/LHR (4x e 3x semanal);

Além disso, os A330 que ficariam parados durante o dia em GRU e GIG fazem vôos para a Argentina (EZE), e creio que esporadicamente (ou diariamente?) MAO, POA e até Nordeste;

 

Um abraço.

 

Chico

 

2 B763 fazem GIG-MIA-MAO-MIA-GIG

1 B763 faz CNF/BSB-MIA

 

20 A332

 

2 GRU-MCO

2 GRU-CDG

2 GRU-MAD

2 GRU-MXP

2 GRU-MIA

2 GRU-JFK

1 GRU-MEX

2 GIG-JFK (6x semanal com 1 daylight)

2 GIG-FRA/LHR (4x e 3x semanais)

2 GIG-CDG (6x semanal)

 

1 A332 - manutenção

Link to comment
Share on other sites

 

Chico

 

2 B763 fazem GIG-MIA-MAO-MIA-GIG

1 B763 faz CNF/BSB-MIA

 

20 A332

 

2 GRU-MCO

2 GRU-CDG

2 GRU-MAD

2 GRU-MXP

2 GRU-MIA

2 GRU-JFK

1 GRU-MEX

2 GIG-JFK (6x semanal com 1 daylight)

2 GIG-FRA/LHR (4x e 3x semanais)

2 GIG-CDG (6x semanal)

 

1 A332 - manutenção

 

 

Chico

 

2 B763 fazem GIG-MIA-MAO-MIA-GIG

1 B763 faz CNF/BSB-MIA

 

20 A332

 

2 GRU-MCO

2 GRU-CDG

2 GRU-MAD

2 GRU-MXP

2 GRU-MIA

2 GRU-JFK

1 GRU-MEX

2 GIG-JFK (6x semanal com 1 daylight)

2 GIG-FRA/LHR (4x e 3x semanais)

2 GIG-CDG (6x semanal)

 

1 A332 - manutenção

 

Era isso que eu queria entender, sabia que os A340 tinham parado, agradeço a resposta lipe!

Mas o que queria entender era justamente isso, então, se entendi bem, o GIG-FRA e o GIG-LHR não operam diário porque, numa semana de 7 dias, 3 dias esse par de A330 opera LHR e os outros 4 dias opera FRA é isso? Não é mais jogo pra TAM cancelar uma dessas rotas e manter diária a rota de maior lucro?

Link to comment
Share on other sites

Até agora era a TAM, ela operava 7 77W + 7 A332. Sem duvida mais do que 7 B744 + 3 B772

 

Agora a figura inverteu, a TAM opera 7 77W + 3 A332 e a BA 7 744 + 6 B772.

 

Na verdade, a TAM operava 6 332 no GIG e não 7.

 

Em relação ao numero de assentos, como era e como ficou, portanto:

Antes Depois

BA 3119 3935

JJ 3893 3551

 

Antes Depois

GRU 4858 4858

GIG 2154 2628

 

Ou seja, o GIG ainda saiu ganhando 474 assentos, ou mais de 2 332 da TAM já que os 772 da BA carregam mais pax e, realmente a BA agora carrega mais pax que a TAM, mas não é tanto assim.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade