Jump to content

5 razões que fizeram a TAM tropeçar no terceiro trimestre


leelatim

Recommended Posts

5 razões que fizeram a TAM tropeçar no terceiro trimestre

 

Companhia registrou prejuízo de R$ 620 milhões no período; perdas tiveram impacto do câmbio, despesas maiores e até pagamento milionário feito à Infraero

 

 

 

 

 

 

São Paulo – A TAM acumulou prejuízo líquido de 619,7 milhões de reais no terceiro trimestre de 2011, revertendo o lucro de 733 milhões de reais somado um ano antes.

 

Veja, a seguir, 5 motivos que justificam o prejuízo da TAM no terceiro trimestre:Várias razões levaram a companhia a registrar resultado negativo no período. Segundo a TAM, o efeito câmbio, que totalizou despesas de 1,3 bilhão de reais no terceiro trimestre, no entanto, foi uma dss principais.

1 - Perdas cambiais

 

A apreciação do dólar foi determinante nos resultados financeiros da TAM. No terceiro trimestre do ano, as perdas cambiais geraram despesas extras à companhia de 1,3 bilhão de reais, pois impactaram diretamente a dívida que a TAM possui em moeda americana. No mesmo período de 2010, a empresa havia somado receita de 345,2 milhões de reais devido à valorização do real.

2 - Pagamento não-recorrente (e milionário) feito à Infraero

 

No terceiro trimestre também, a TAM pagou à Infraero o equivalente a 37 milhões de reais. O montante refere-se à cobrança das diferenças do peso máximo de decolagem de anos anteriores. Segundo a companhia, o pagamento é não-recorrente, ou seja, não deve se repetir nos próximos trimestres.

3 - Aumento das despesas operacionais

 

Além do gasto não-recorrente, a despesas operacionais da TAM também cresceram no terceiro trimestre. No período, os gastos atingiram a cifra de 2,7 bilhões de reais, alta de 22,5% na comparação com o mesmo período de 2010. A alta está relacionada ao aumento das despesas com pessoal, manutenção, serviço de terceiros, tarifas de pouso e depreciação.

4 - Margem ebitda menor

 

Além do prejuízo líquido, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização da TAM foi menor no terceiro trimestre, tendo impacto direto na margem. No período, o ebitda totalizou 739,1 milhões de reais, queda de 13,1% na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior. A margem ebitda caiu 6,9 pontos percentuais, para 22,3%.

5 - Alta do combustível

 

Os gastos com combustíveis da TAM cresceram 34% no terceiro trimestre, somando mais de 1,1 bilhão de reais. Além do aumento de 21% do preço médio por litro, a companhia também aumentou em quase 10% o volume de combustível consumido no período devido a mais horas voadas.

[/left]

 

 

http://exame.abril.com.br/negocios/empresas/noticias/5-razoes-que-fizeram-a-tam-tropecar-no-terceiro-trimestre

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade