Jump to content

Blogueiro ligado à tragédia da Gol será julgado em Curitiba


Kleber

Recommended Posts

Blogueiro ligado à tragédia da Gol será julgado em Curitiba

Redação

O julgamento do jornalista norte-americano Joe Sharkey que estava no Legacy, que se chocou com o Boeing da Gol em 2006, será nesta quinta-feira (17/11), às 13h30, na 9.ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, em Curitiba (PR). O magistrado que julgará o caso é o Dr. Sérgio Luiz Patitucci. Sharkey desrespeitou os brasileiros em seu blog, com textos que escreveu após a tragédia.

A justiça brasileira pediu esclarecimentos ao blogueiro norte-americano por declarações que ele fez em seu blog http://sharkeyonbrazil.blogspot.com/ , no qual fez críticas fortes e duras à população brasileira, dizendo que os jornalistas brasileiros são bobos e defendendo que o Brasil foi culpado pela colisão do jato com o avião da companhia brasileira em 2006. Ele também escreveu matérias inverídicas no jornal The New York Times sobre o acidente e permitiu comentários agressivos em seu blog.

O processo está em trâmite contra o blogueiro desde 2008. Dante D'Aquino, advogado da Associação de Familiares e Amigos das Vítimas do Voo 1907, explica que as autoridades já determinaram a condenação de Sharkey em processos anteriores, mas o acusado não apresentou defesa.

"Ele não se pronunciou e não apresentou defesa", declara. O norte-americano, em seu último post, cita os processos e é irônico ao falar sobre o "grau de precisão e honestidade" dos mesmos.

A ação contra o jornalista é um processo cível movida por Rosane Gutjahr, que perdeu o marido na tragédia. A ação manifesta a indignação com relação às ofensas que sofreu e pede a retratação pública, por ser cidadã brasileira e viúva de uma das vítimas.

"É um absurdo ele tenta culpar as autoridades e a mídia brasileira por erros que os pilotos norte-americanos cometeram e que levaram à morte de 154 pessoas, entre elas o meu marido. Os familiares esperam que o juiz o condene por todas as mentiras que escreveu", desabafa Rosane.

Em um processo criminal anterior o jornalista norte-americano foi condenado pela justiça brasileira, resultando em três pedidos de tomada de providência apresentados à Polícia Federal, Congresso Nacional e Presidência da República, os processos estão em trâmite nestes três órgãos. A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) manifestou apoio em prol do processo contra Sharkey.

O que Sharkey escreveu

O blogueiro norte-americano diz que a imprensa brasileira "diz amém a tudo", além de comparar a Polícia Federal do Brasil com o filme "Keystone Cops", ilustrando o artigo com uma imagem do longa metragem do cinema mudo, no qual os policiais eram trapalhões e divertiam as crianças.

"O Brasil é um lugar onde as autoridades instáveis lutam para se eximir da culpa", declarou Sharkey, utilizando a grosseira expressão "cover their butts", além de chamar o nosso país de "terra maluca" ("crazy land").

O blogueiro também permitiu a postagem em seu blog de críticas severas ao povo brasileiro, feitas por leitores, com declarações fortes como "os brasileiros são mais idiotas que os idiotas", chamando o presidente Lula de "Bin Lula e os 40 ladrões" e "mulheres prostitutas".

Link to comment
Share on other sites

Valeu, Rodv :)

 

Não sei o que acontece que não consigo copiar daquele site :cry:

 

 

 

Outra fonte:

 

Blogueiro norte-americano que estava em jato Legacy deve ser julgado em Curitiba

 

Ação civil é movida por uma viúva de vítima do acidente da Gol, em 2006. Ela alega que Joe Sharkey fez críticas aos brasileiros e ao governo do país

 

 

16/11/2011 | 19:04 | Gazeta do Povo

Um jornalista norte-americano deve ser julgado nesta quinta-feira (17) em Curitiba. Joe Sharkey estava no jatinho Legacy, que colidiu contra o voo 1907 da Gol, em um acidente que deixou 154 pessoas mortas em 2006. A ação contra Sharkey tramita desde 2008 e é movida por uma viúva de uma das vítimas do acidente.

 

A alegação é de que o jornalista usou seu blog para fazer fortes declarações, com críticas ao povo brasileiro e defendendo a culpa das autoridades do Brasil na colisão dos aviões. O processo será analisado pela 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR). O magistrado que julgará o caso é Sergio Luiz Patitucci.

O advogado da Associação de Familiares e Amigos das Vítimas do Vôo 1907, Dante D’Aquino, explicou que o norte-americano já foi condenado em processos anteriores, mas ele nunca apresentou defesa. A ação contra Sharkey é movida por Rosane Gutjahr, que perdeu o marido no acidente.

Em outro blog, Sharkey diz que as alegações contra ele são falsas.

 

http://www.gazetadop...ado-em-Curitiba

Link to comment
Share on other sites

Valeu, Rodv :)

 

Não sei o que acontece que não consigo copiar daquele site :cry:

 

 

Aperte CTRL+A, depois CTRL+C

Vai num editor de textos (Word por exemplo), CTRL+V para colar

Copie novamente a parte que vc quer, e cole aqui no fórum. :joinha:

 

Sds

Link to comment
Share on other sites

Qdo algum estrangeiro fala algumas verdades, todo mundo fica putinho... Mas fazer alguma coisa pra mudar isso, ninguem faz...

 

Verdade ou não. Isso diz respeito a nós brasileiros. Como vemos nas famílias, irmãos brigam entre si, mas normalmente se unem quando terceiros interferem.

Link to comment
Share on other sites

Santo Deus ! até um bloqueiro entrou nesta !

 

Acho valido pesquisar e correr atras quando acidentes que ceifam a vida de uma ou mais pessoas, é um direito seu. Mas pesquisar antes de tudo é obrigação de quem sai atras de tudo isto.

 

Liberdade é isto, alguns falam X e outros falam Y, vai de sua cultura analisar os fatos. Ir de encontro a um site pois ele falava mais debochadamente de nós não ira resolver juridicamente nada.

 

Que tal TENTAR descobrir o que aconteceu ? ai chega em uma malha tão dificil, tão complexa, tão cheia de irresponssabilidades por todos os lados que...ficamos p*tos e vamos tentar processar bloqueiros !

Link to comment
Share on other sites

Ele não está sendo processado por falso testemunho ??? depoimento como pax do Legacy e o funci da Embraer que acompanhava o voo foi morar ou "transferido" para os EUA?? Não sei a situação hj,pois ninguém gosta de comentar o assunto na empresa em São José dos Campos.

Link to comment
Share on other sites

Off Topic

 

O blogueiro também permitiu a postagem em seu blog de críticas severas ao povo brasileiro, feitas por leitores, com declarações fortes como "os brasileiros são mais idiotas que os idiotas", chamando o presidente Lula de "Bin Lula e os 40 ladrões" e "mulheres prostitutas".

É por isso que às vezes somos muito criticados aqui no CR. Cada um tem sua opinião, é claro. Mas é um exemplo de porque muitas vezes nós passamos por antipáticos não deixando que todos se expressem como bem entenderem. :joinha:

Link to comment
Share on other sites

Off Topic

É por isso que às vezes somos muito criticados aqui no CR. Cada um tem sua opinião, é claro. Mas é um exemplo de porque muitas vezes nós passamos por antipáticos não deixando que todos se expressem como bem entenderem. :joinha:

 

Importantissimo esse seu remark, Kleber, demonstrando o porque do cuidado que o CR tem de ter quando surgem afirmações potencialmente bombasticas de usuarios.

Link to comment
Share on other sites

Americano é condenado por ofensas ao Brasil

 

Karla Losse Mendes

Anderson Tozato julgamentointerna17112011.jpg Advogado Dante D'Aquino disse que é possível que a Justiça brasileira envie uma carta rogatória à Justiça norte-americana comunicando-a da decisão

O jornalista norte-americano Joe Sharkey deve ser condenado pela 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça a pagar indenização de mais de R$ 50 mil e a se retratar publicamente por ofensas que escreveu em seu blog, publicadas no jornal The New York Times contra a Justiça e o povo brasileiros.

A ação contra ele é movida por Rosane Gutajahr, esposa de uma das 154 vítimas do voo 1907 da Gol, cuja aeronave caiu em 29 de setembro de 2006, após chocar-se com um jato Legacy. No jato, viajavam Sharkey, dois pilotos e outros quatro passageiros. Nenhum ficou ferido.

Na ação, Rosane pede indenização e retratação pública por se sentir ofendida pelo jornalista norte-americano que, após voltar aos Estados Unidos, começou uma campanha na internet para impedir que os pilotos do Legacy voltassem ao Brasil para responder criminalmente pela ocorrência.

Segundo a ação, nas publicações em seu blog http://sharkeyonbrazil.blogspot.com, o jornalista insere várias ofensas contra a população e a Justiça brasileiras, além de tratar com ironia e culpar o Brasil pela tragédia.

Sharkey teria permitido também que os leitores postassem comentários ofensivos usando afirmações como "os brasileiros são mais idiotas que os idiotas" e expressões como "mulheres prostitutas".

Ação

A ação foi extinta na decisão de primeira instância pelo juiz da 18ª Vara Cível de Curitiba, que considerou que Rosane não tinha legitimidade para mover o processo uma vez que nem ela nem o marido foram citados diretamente pelo jornalista.

O advogado de Rosane, Dante D'Aquino, que também representa a Associação de Familiares e Amigos das Vítimas do Voo 1907, recorreu da decisão. No julgamento do recurso, iniciado nesta quinta-feira (17), o relator da ação, o juiz substituto de 2º Grau Sérgio Luiz Patitucci, considerou que a autora possui legitimidade e que o fato dela e do marido não terem sido citados diretamente não retira o direito de Rosane de ser indenizada.

No entendimento do juiz, a morte do marido dela foi utilizada como pano de fundo para as ofensas e teriam indiretamente causado sofrimentos e danos à autora. Em seu voto, Patitucci reconheceu que houve dano moral e fixou pagamento de indenização de R$ 50 mil, acrescidos de juro de mora, a contar da data da primeira postagem com as ofensas.

A desembargadora Rosana Amara Girardi Fachin acompanhou o voto do relator. O julgamento foi suspenso após o desembargador José Augusto Gomes Aniceto solicitar vistas do processo. Ele afirmou que teria dúvidas quanto à legitimidade de Rosane para mover a ação e preferiu estudar a causa antes de se pronunciar.

Segundo o advogado de defesa, no entanto, como dois dos três desembargadores já teriam se pronunciado sobre o caso, mesmo sem a sentença final, é possível afirmar que o jornalista norte-americano será condenado pela Justiça brasileira.

"A decisão já está proferida e ele será condenado a pagar indenização e a se retratar publicamente nos mesmos meios que utilizou para publicar as ofensas", explicou.

O advogado se mostrou satisfeito com o resultado. "Estamos plenamente satisfeitos com a decisão. O que tem significado para nós não é quanto ele terá que pagar, mas o importante é que ele foi condenado."

A autora da ação, Rosane, também esteve presente no julgamento. Ela se mostrou satisfeita com a decisão, mas pede às autoridades brasileiras que se mobilizem para que a sentença seja cumprida.

"Não digo que seja uma vitória, meu marido está morto e não volta. Mas é um ponto positivo em tudo isso. É o fechamento, a sensação de que a Justiça será feita para que seja resgatada a nossa dignidade, a nossa honra, que é a única coisa que nos resta", disse.

De acordo com D'Aquino, é possível que a Justiça brasileira envie uma carta rogatória à Justiça norte-americana comunicando-a da decisão. A partir dessa comunicação, a Justiça norte-americana poderá determinar que o réu cumpra a decisão. Este instrumento já teria sido utilizado entre os países em ações parecidas, mas não há garantia que Sharkey será obrigado a cumprir a sentença neste caso.

Outro lado

O jornalista, mesmo comunicado da ação movida contra ele, não apresentou defesa em nenhum momento e foi julgado à revelia. Ele terá ainda 15 dias para apresentar recurso após a publicação da sentença, depois que o julgamento for finalizado. Caso o réu não se manifeste, a ação será considerada transitada e julgada.

Apesar de não apresentar defesa, em seu novo blog http://joesharkeyat.blogspot.com, o jornalista afirmou, nesta quarta-feira (16), que a ação por difamação movida contra ele é baseada em uma coleção de mentiras e invenções, que são reproduzidas pela mídia brasileira. Segundo ele, a imprensa local seria "conhecidamente xenófoba".

Ainda segundo ele, sua intenção desde o princípio foi mostrar que o Brasil teria agido de maneira incorreta ao se apressar a criminalizar o acidente aéreo antes de os fatos ficarem esclarecidos.

Ele afirmou ainda que não insultou os brasileiros e que, mesmo que tivesse afirmado que o "o Brasil era o mais idiota de todos os idiotas", isso não seria considerado crime pela Justiça americana.

O jornalista afirmou ainda que a lei norte-americana proibiria qualquer tribunal dos Estados Unidos de aplicar o julgamento de um país estrangeiro por processos de difamação em que "a sentença seja uma afronta à Primeira Emenda e proteção à liberdade de expressão nos Estados Unidos".

 

http://www.parana-online.com.br/editoria/cidades/news/574879/?noticia=AMERICANO+E+CONDENADO+POR+OFENSAS+AO+BRASIL

Link to comment
Share on other sites

Outra fonte:

 

 

 

Jornalista norte-americano é condenado por danos morais

 

Joe Sharkey estava no jatinho Legacy que colidiu com o voo 1907 da Gol em 2006. Justiça entendeu que ele deve fazer uma retratação pública para o povo brasileiro e pagar indenização de R$ 50 mil

 

 

 

O jornalista norte-americano, que foi julgado nesta quinta-feira (17) em Curitiba, foi condenado por danos morais pela justiça e deve fazer uma retratação pública para o povo brasileiro e a pagar uma indenização de R$ 50 mil. Joe Sharkey estava no jatinho Legacy, que colidiu contra o voo 1907 da Gol, em um acidente que deixou 154 pessoas mortas em 2006.

A alegação é de que o jornalista usou seu blog para fazer fortes declarações, com críticas ao povo brasileiro e defendendo a culpa das autoridades do Brasil na colisão dos aviões. O jornalista não compareceu ao julgamento, tampouco apresentou defesa.

Dos três magistrados que analisaram o caso, Sérgio Luiz Patitucci e Rosana Fachinn foram favoráveis a condenação. Já José Augusto Gomes Aniceto pediu vistas do processo e deve proferir o voto em dezembro. O advogado da autora do processo, Dante D’Aquino, esclarece que, mesmo com o pedido de vistas de um dos desembargadores, o resultado já é procedente porque possui a maioria dos votos.

A ação contra Sharkey é movida por Rosane Gutjahr, que perdeu o marido no acidente. O processo tramita na justiça desde 2008. Rosane disse que o valor da multa – de R$ 50 mil, retroativo a janeiro de 2008, acrescido de juros e correção monetária – será doado para a Associação de Amigos do Hospital de Clínicas de Curitiba. “Essa condenação não é financeira, é moral. Isso nos acalenta um pouco”, diz.

 

Em outro blog, Sharkey diz que as alegações contra ele são falsas.

 

http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?tl=1&id=1193227&tit=Jornalista-norte-americano-e-condenado-por-danos-morais

Link to comment
Share on other sites

Hummmm...

 

Interessante...

 

Um americano escreve umas bobeiras e umas verdades, sobre característcas do Brasil e do seu povo, e alguns ficam doídos.

 

E quando centenas de blogueiros, jornalistas e participantes de fórums, descem o malho nos EUA, chamando o país e o povo de lá, de coisas muito piores que este americano escreveu sobre nós, o que acontece???

 

Garanto que muitos elogios.

 

"Pau que bate em Chico, bate também em Francisco"

Link to comment
Share on other sites

Hummmm...

 

Interessante...

 

Um americano escreve umas bobeiras e umas verdades, sobre característcas do Brasil e do seu povo, e alguns ficam doídos.

 

Quem ficou "doída" foi uma mulher que ficou viuva no acidente.

Link to comment
Share on other sites

Kleber, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

 

A tragédia é imensurável para quem perdeu entes queridos, e pesarosa para todos nós.

 

Escrevi que o blogueiro escreveu bobeiras (talvez estas a que se refere), e verdades (sobre peculiaridades do Brasil e do seu povo).

 

Quantos jornalistas e blogueiros, já escreveram coisas favoráveis ao 11/09??? Quantos tiveram "orgasmos" em verem e reverem a queda das torres gêmeas???

 

Volto a dizer, o americano foi infeliz em algumas afirmações, e feliz em outras.

 

Não estou comparando tragédias, nem dramas pesoais, aliás, nem comentei a respeito, pois isto é fórum íntimo, e cada um sabe a dor que sente.

 

Abs.

Link to comment
Share on other sites

Disse e repito: cada um é responsavel pelo que escreve (ou deixa escrever por ele). Quem se sente ofendido que recorra à justiça (sendo um americano, brasileiro ou quem quer que seja). Foi apenas o que ela fez. E aí? O que tem de errado? Sendo assim, não entendí sua comparação com o 11/09. Se eles se sentirem (ou sentiram) ofendidos, que entrem na justiça também. Aliás, briga na justiça é com eles mesmo, rsrs.

 

Como você mesmo disse: "Pau que bate em Chico, bate também em Francisco"

Link to comment
Share on other sites

A verdade doi, mas deve ser dita!!! O cara não falou nada de mais, nada que qualquer um mais informado por aqui não saiba. A nossa imprensa é tendenciosa, as nossas autoridades crucificaram os pilotos antes de qualquer veredito, esquecendo a infraestrutura aeronáutica brasileira e o despreparo de inúmeros controladores (não esquecendo que eles, os pilotos, tem sua parcela de culpa), O nosso povo É IDIOTA SIM!!! É desinformado, é manipulável, é ignorante...As vezes penso que a índia é aqui. ###### de cavalo e cachorro nas ruas e todo mundo é contra a carrocinha. Idiotas de moto levando o capacete para passear, com a placa coberta, e quando a polícia faz o seu trabalho e acaba atirando em algum que tenta fugir, ainda é crucificada pela imprensa idiota. Nossos jóvens delinquentes assassinos são tratados como anjos inocentes, presidiário é chefe de quadrilha e comanda tudo do presídio, terroristas estrangeiros são asilados aqui, nosso ex presidente idiota comandava uma quadrilha, mas todo mundo acredita que ele não sabia de nada (afinal era um idiota), pagamos os maiores impostos do mundo e nossas carroças são carérrimas. Todos sabemos que o congresso é um antro de ladrões corruptos, mas sempre votamos nos mesmos para que eles continuem nos roubando, ou, cúmulo da idiotice, elegemos um palhaço ou um ex-jogador qualquer... Terroristas travestidos de sem terra destroem a industria agrária deste país sob a proteção e o incentivo do estado. Forasteiros adentram o país e se instalam livremente efetuando pesquisas ou contrabando de riquezas naturais. E quando um deles sofre as consequencias dos seus atos (vide Irmã Doroty, em Anapu/Pa), a "sociedade" se mobiliza de imediato para desvendar e punir o crime, enquanto patriotas trabalham como escravos nos campos do país e são mortos às centenas todos os anos. O corporatisvismo e a hipocrisia são constantes em todos os setores da sociedade. Até mesmo aqui, no CR, podemos notar a eventual presença de um corporativismo exarcerbado. Copiamos a moda e a música da corte (USA) mesmo não entendendo PN do que dizem as letras. E por ai vai. Assim, o blogueiro não faltou com a verdade...

Link to comment
Share on other sites

Só não entendo pq a justiça é tão empenhada a julgar o pessoal de fora, e os nossos políticos do mensalão e outras tretas conseguem dormir tranquilos sabendo que qualquer tentativa de julga-los não se concretiza até o caso caducar...

Link to comment
Share on other sites

O brasileiro reclama e so reclama dos problemas. Mas quando e alguem de fora que fala, escreve, grita sobre os mesmos problemas, os Brazucas ficam "P" da vida.

Essa e a diferenca do Gringos, Germanicos, ingleses, Australianos (civilizacao um pouco mais desenvolvida) eles cobram acoes. Errou vai pagar, vamos resolver o problema. Enquanto aqui, oque mudou? O Lupi e so na "bala"!!

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade