Jump to content

Gol aposta em ações voltadas para a classe C


Leandrinho

Recommended Posts

Gol aposta em ações voltadas para a classe C

 

 

Em apresentação feita hoje durante o Gol Day, evento promovido pela Associação de Analistas e Profissionais de Investimentos do Mercado de Capitais de São Paulo (Apimec-SP), o CEO da Gol, Constantino de Oliveira Junior, ressaltou o avanço da classe C e afirmou que a companhia vai continuar a desenvolver estratégias para atingir este público, que deve crescer ainda mais nos próximos anos.

 

“A classe C tem sido o motor da economia. As projeções apontam que até 2020 a classe C vai crescer 19,5%, enquanto a população irá aumentar 7,8%, o que mostra um grande potencial para a nossa indústria”, disse. “As passagens aéreas estão entre os itens de consumo que mais crescem. Quando observamos a intenção de compra desta parcela da população, as viagens foram citadas por 34,4% em pesquisa feita em outubro”, completou.

 

Oliveira destacou a abertura de lojas em pontos populares como estações de metrô em São Paulo e na Central do Brasil, no Rio de Janeiro. “Diante deste cenário, estamos investindo para estar sempre ao lado desses clientes”, afirmou o executivo, lembrando que cerca de 35% dos bilhetes emitidos nessas lojas foram para clientes que iriam viajar pela primeira vez.

 

Ainda sobre os clientes dessas lojas, Oliveira ressaltou que a grande maioria desses novos clientes não viajaria ou iria de ônibus, caso não tivesses este canal à disposição. “É importante lembrar que nessas lojas também é cobrada a taxa DU, assim como nas agências de viagens. Ou seja, este cliente está disposto a pagar 10% mais na passagem do que se comprasse pela internet”.

 

2012 - O vice-presidente Financeiro da empresa, Leonardo Pereira, também participou do evento e falou sobre as projeções da Gol para o próximo ano. Segundo ele, a oferta terá um avanço de no máximo 4%. Para o ano que vem a Gol irá receber 19 novas aeronaves e devolverá 13, o que garante um aumento de seis aviões na frota da companhia. “A taxa de ocupação deve ficar entre 70 e 72%. Vamos continuar otimizando a utilização dos nossos aviões, que deverão voar entre 13 e 13,5 horas por dia”, finalizou.

 

Fonte: Mercado e Eventos

Link to comment
Share on other sites

Gol aposta em ações voltadas para a classe C

 

 

Em apresentação feita hoje durante o Gol Day, evento promovido pela Associação de Analistas e Profissionais de Investimentos do Mercado de Capitais de São Paulo (Apimec-SP), o CEO da Gol, Constantino de Oliveira Junior, ressaltou o avanço da classe C e afirmou que a companhia vai continuar a desenvolver estratégias para atingir este público, que deve crescer ainda mais nos próximos anos.

 

“A classe C tem sido o motor da economia. As projeções apontam que até 2020 a classe C vai crescer 19,5%, enquanto a população irá aumentar 7,8%, o que mostra um grande potencial para a nossa indústria”, disse. “As passagens aéreas estão entre os itens de consumo que mais crescem. Quando observamos a intenção de compra desta parcela da população, as viagens foram citadas por 34,4% em pesquisa feita em outubro”, completou.

 

Oliveira destacou a abertura de lojas em pontos populares como estações de metrô em São Paulo e na Central do Brasil, no Rio de Janeiro. “Diante deste cenário, estamos investindo para estar sempre ao lado desses clientes”, afirmou o executivo, lembrando que cerca de 35% dos bilhetes emitidos nessas lojas foram para clientes que iriam viajar pela primeira vez.

 

Ainda sobre os clientes dessas lojas, Oliveira ressaltou que a grande maioria desses novos clientes não viajaria ou iria de ônibus, caso não tivesses este canal à disposição. “É importante lembrar que nessas lojas também é cobrada a taxa DU, assim como nas agências de viagens. Ou seja, este cliente está disposto a pagar 10% mais na passagem do que se comprasse pela internet”.

 

2012 - O vice-presidente Financeiro da empresa, Leonardo Pereira, também participou do evento e falou sobre as projeções da Gol para o próximo ano. Segundo ele, a oferta terá um avanço de no máximo 4%. Para o ano que vem a Gol irá receber 19 novas aeronaves e devolverá 13, o que garante um aumento de seis aviões na frota da companhia. “A taxa de ocupação deve ficar entre 70 e 72%. Vamos continuar otimizando a utilização dos nossos aviões, que deverão voar entre 13 e 13,5 horas por dia”, finalizou.

 

Fonte: Mercado e Eventos

 

 

Recentemente a GOL anunciou que nao aumentaria o num de avioes em 2012,apenas que acrescentaria a sua malha a frota da Webjet(o que por si so ja e um aumento gigante,23 aeronaves,correto?) e agora essa reportagem cita um acrescimo de 6 aeronaves??? Sera que procede a info?

Link to comment
Share on other sites

 

 

Recentemente a GOL anunciou que nao aumentaria o num de avioes em 2012,apenas que acrescentaria a sua malha a frota da Webjet(o que por si so ja e um aumento gigante,23 aeronaves,correto?) e agora essa reportagem cita um acrescimo de 6 aeronaves??? Sera que procede a info?

 

E por que nao procederia?

A informacao e desta segunda, dia 28/11/2011.

 

Abs!

Link to comment
Share on other sites

Alguém ai avisa CEO da empresa que a classe C esta ficando endividada...

 

As compras de passagem nas casas Bahia estão preenchendo a fatura do cartão de crédito até 2050...

 

Foca um pouco na classe A e B

 

 

 

Mas quem sou eu né...réles empurrador de manetes.

Link to comment
Share on other sites

 

E por que nao procederia?

A informacao e desta segunda, dia 28/11/2011.

 

Abs!

 

Questionei porque existem muitas reportagens feitas em que o conteudo e mal colocado e inclusive informacoes incorretas,por isto questionei.

 

Na semana da divulgacao dos resultados do 3TR li uma reportagem que falava (Revista Exame ou portal do Jornal Valor,nao me recordo em qual foi)que a GOL apostava em yield maior e aumento de oferta menor em 2012(aumento apenas pela substituicao de aeronaves menores, os B737-700 pelos 800) ao inves de aumentar a oferta com mai saeronaves,uma vez que com a aquisicao da Webjet a Cia ja estava ampliando a oferta em 23 aeronaves.

Link to comment
Share on other sites

Alguém ai avisa CEO da empresa que a classe C esta ficando endividada...

 

As compras de passagem nas casas Bahia estão preenchendo a fatura do cartão de crédito até 2050...

 

Foca um pouco na classe A e B

 

 

 

Mas quem sou eu né...réles empurrador de manetes.

??????????? Endividada? Todas as classes estão! É essa a classe que está crescendo, com maor poder aquisitivo e mais!

 

 

 

Se quiser investir na classes A e B, coloque um serviço ala Avianca, ou melhor, e não um 738 com 134 passageiros, apertado, só não mais que a Web!

Link to comment
Share on other sites

Uma das coisas que debatiamos em reuniões agentes e cioas aéreas é que as vendas diretas não fidelizaria clientes.

É o que vimos no momento, assim como compras coletivas não fideliza, as vendas direntas tambem não.

 

Agora apostam na classe C e começam a instalara quiosques em pontos populares, como o mudo gira...

 

Nas compras coletivas o cliente é fiel sempre a quem cobrar menos, ele não quer saber como foi feito para se

chegar aquelas tarifas, importante é baixar valores. Muitas pessoas de classe A e B estão nessa e a classe C

sempre preza pelo atendimento

Link to comment
Share on other sites

Para o ano que vem a Gol irá receber 19 novas aeronaves e devolverá 13, o que garante um aumento de seis aviões na frota da companhia.

 

E da-lhe chuva de Sky Interior na empresa :D

Dessas 19 aeronaves, todos vao ser -800 ou devem continuar vindo alguns -700?

Abs!

Link to comment
Share on other sites

??????????? Endividada? Todas as classes estão! É essa a classe que está crescendo, com maor poder aquisitivo e mais!

 

 

 

Se quiser investir na classes A e B, coloque um serviço ala Avianca, ou melhor, e não um 738 com 134 passageiros, apertado, só não mais que a Web!

 

 

O problema é que a classe C e D tem um poder de "recuperação" muito menor que a classe A e B .

Endividados todas estão mesmo.

 

Mas, a C, D e E, ainda estão pagando passagens compradas a 2 anos. Bola de Neve. Não adianta.

Depender da classe menos endinheiradas vendendo marmita , ou artigos 1,99 ainda vai.

Mas na aviação o cobertor é curto.

 

Neguinho está se atolando em dividas em todas as áreas. Facilitam a compra de carro, passagens , casa, etc.

quero ver é manter esse tipo de econoimia suicida.

Link to comment
Share on other sites

 

 

O problema é que a classe C e D tem um poder de "recuperação" muito menor que a classe A e B .

Endividados todas estão mesmo.

 

Mas, a C, D e E, ainda estão pagando passagens compradas a 2 anos. Bola de Neve. Não adianta.

Depender da classe menos endinheiradas vendendo marmita , ou artigos 1,99 ainda vai.

Mas na aviação o cobertor é curto.

 

Neguinho está se atolando em dividas em todas as áreas. Facilitam a compra de carro, passagens , casa, etc.

quero ver é manter esse tipo de econoimia suicida.

Está tudo certo! Mas é melhor investir na classe C, que de certa forma, já pega pelas bordas a B do que A e B, que já voa, e de certa forma preza por um serviço melhor, dependendo rota, ou em qualquer uma mesmo, ala AVIANCA! Economia suicida? Em alguns casos é, mais pera tudo crescer, pelos pelo menos por aqui no :Brazil: é pela a Classe C, é onde tem que investir, e nem é ela essencialmente a que se atola em dívidas, se tem gente que exagera, aí é outra coisa!

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade