Jump to content

Ações de TAM e Gol caem na crise, mas podem retomar alta


LipeGIG

Recommended Posts

Valor Econômico

Ações de TAM e Gol caem na crise, mas podem retomar alta

Por Danilo Fariello

 

As ações da TAM e da Gol apresentam forte depreciação desde que se deu início à crise dos controladores aéreos. Do dia 24 de outubro até ontem, o papel preferencial (PN, sem direito a voto) da TAM caiu 11,27% e, no mesmo período, o PN da Gol recuou 10,41%. Por algum tempo ainda essas ações podem sofrer intempéries por causa da crise - que veio no trimestre que costuma ser o melhor do ano para o setor. Mas, como o mercado continua a projetar alta dos papéis no longo prazo, este pode ser um bom momento para adquirir as ações.

 

Com o rebuliço atravessado pela Varig neste ano, ambas as concorrentes cresceram no mercado e agora têm projetos de expansão, que incluem a compra de aviões e a busca de novas rotas. O desempenho das ações será ditado principalmente pela relação entre essa expansão e a busca de passageiros por novos assentos. Por enquanto, as empresas ainda sofrem pressão pela redução na procura de passagens por conta da crise dos controladores, atraso nos vôos e conseqüente aumento de custos, segundo a corretora Socopa.

 

Apesar da expectativa de que a crise dos controladores seja passageira e que o setor siga em crescimento, nos últimos meses, muitos analistas pesquisados pela Thomson One Analytics revisaram suas projeções de forma negativa. Em junho, por exemplo, havia sete indicações de compra para TAM e três para Gol. Agora, são quatro recomendações de compra para a empresa de Marília e apenas uma para a concorrente. A corretora do Itaú, por exemplo, rebaixou nas últimas semanas a ação da Gol de compra para manutenção, mesmo nível em que estava a TAM, cuja indicação foi mantida.

 

Pelo preço alvo médio definido pelas corretoras indicadas pela Thomson, a ação da Gol tem projeção de alta de 39,53% e a da TAM, de 24,95%, frente ao fechamento de ontem. As estimativas, no entanto, levam em conta as projeções de resultados das empresas, mas dependem das condições de mercado e da procura pelo papel.

 

Além do crescimento das empresas no rastro da Varig, ainda se espera um avanço natural do setor, diz Daniel Gorayeb, analista de valores mobiliários da Spinelli Corretora. Segundo análises teóricas, o índice de freqüência nos aviões tende a crescer, em geral, algumas vezes mais do que o ritmo do PIB. Para Gorayeb, o tumulto com os controladores pode ter levado as ações das empresas a um nível que justificaria a compra. "O acidente da Gol com o Legacy também levou-a a um preço mais baixo e criou boa oportunidade."

 

Para ele, ambas apresentam uma gestão eficiente e boa administração financeira, mesmo com o aumento das dívidas pela compra de novos aviões. São fatores de risco do setor principalmente o preço do petróleo - que, depois de uma disparada, voltou a recuar -, o ritmo de crescimento econômico e mudanças na legislação. Devem ser analisados também os projetos de expansão das companhias, principalmente para o exterior, onde os custos são maiores.

 

Na escolha entre TAM e Varig, a maioria das corretoras prefere a primeira opção, segundo a Thomson. Em relatório, a Socopa diz que a TAM é a preferida. Segundo cálculo a partir dos fundamentos da empresa com relação ao preço da ação a R$ 60,60, a corretora diz que a TAM estaria com uma cotação defasada em relação à Gol.

 

Já para a Spinelli, a Gol seria a melhor opção porque o seu preço, de R$ 61,30, está em linha com o valor do início deste ano, apesar dos avanços da empresa, diferentemente da TAM, cuja cotação ainda supera o valor de janeiro. "Não só a Gol é mais rentável pela margem líquida, como seu preço está em desvantagem", diz Gorayeb.

 

A ação da Varig foi deixada de lado por muitos investidores da bolsa, porque, depois da reestruturação, na empresa aberta ficou apenas a parte menos lucrativa da companhia. Apesar de ter passado por alta especulação em torno de possíveis créditos a receber, a procura pelo papel da Varig não se justifica por fundamentos econômicos, diz o analista da Spinelli.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade