Jump to content

Leilão velendo para 6 de fevereiro


RCWSKY

Recommended Posts

Viracopos terá reunião sobre edital de licitação realizada nesta segunda-feira

 

 

 

Os aeroportosdeViracopos, em Campinas (SP), de Cumbica, em Guarulhos (SP) e Juscelino, em Brasília (SP) tiveram a reunião sobre o edital de licitação adiado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

A reunião deveria ter sido realizada na última quinta-feira (19/01), no entanto, será realizada nesta segunda-feira (23/01).

De acordo com nota divulgada pela Anac, já foi realizada pela Comissão Especial de Licitação uma série de adiantamentos no cronograma.

Isto ocorreu devida a agência ter recebido mais de mil questionamentos sobre as regras e procedimentos necessários para a concorrência.

Ainda hoje (23) será divulgado pela Anac o documento relacionado às dúvidas levantadas pelos interessados em participar do leilão referente ao edital para licitação dos aeroportos.

 

De acordo com Adriano Miranda, presidente da Comissão de Licitações da Anac, a ata de esclarecimentos trará respostas para cerca de 1.300 questionamentos.

Viracopos, Cumbica e Juscelino estão com leilão marcado para o dia 06 de fevereiro.

O lance mínimo para Viracopos está em R$ 1,5 bilhão, abaixo dos R$ 1,7 bilhão estipulados há duas semanas pelo Tribunal de Contas da União (TCU). A redução visa atrair compradores.

 

 

http://www.viracopos.com.br/noticias/viracopos/viracopos-tera-reuniao-sobre-edital-de-licitacao-realizada-nesta-segunda-feira

Link to comment
Share on other sites

Se seguirem os mesmos modelos de privatização das Rodovias Federais (BRs) o cenário vai ser nebuloso.

 

O Gov Federal (gestão Lula/Dilma) quando privatizou anuncio com alarde que houve inclusive desagio de 40 a 60% no valor das tarifas, ai que ta o pulo do gato teve desagio porem rodovias federais que "JÁ" , "ONTEM", tinham que estar duplicadas só serão concluidos daqui a 23 anos (caso da BR 101 que corta o estado do ES). Isso é pior que ficar na mão do estado, na mão do estado sempre se tem aquela esperança que alguem vai vir e fazer alguma coisa, duplicar,etc. agora esperar 23 anos por uma duplicação de rodovia é muito descaso. Porem os pedagios começaram a ser cobrados imediatemente após a assinatura dos contratos.

 

Se a lógica for a mesma seguida até agora pelas rodovias nós vamos nos ferrar com os aeroportos !!!!

Link to comment
Share on other sites

Anac adia data de entrega de propostas para Viracopos

 

 

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) alterou nesta segunda-feira (23) a data de recebimento de propostas para os aeroportos de Campinas (SP), Guarulhos (SP) e Brasília (DF), que serão concedidos à iniciativa privada a partir deste ano. A data do leilão foi mantida para o dia 6 de fevereiro.

A entrega dos envelopes pelos consórcios foi adiada em três dias, para 2 de fevereiro (antes, estava marcada para o dia 30 de janeiro). O adiamento é feito depois do atraso da Anac na divulgação da ata com os esclarecimentos do edital, que ocorrerá somente hoje (era para ter sido feita no dia 9 de janeiro).

Também foi adiado o prazo para pedido de impugnação do edital, que agora acaba em 26 de janeiro (antes, estava previsto para terminar nesta segunda-feira).

 

 

Por: viracopos.com.br

Link to comment
Share on other sites

BNDES aprova condições para apoiar concessão de Viracopos

 

 

A diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou as condições básicas para apoio financeiro à concessão de serviços públicos de ampliação, manutenção e exploração dos aeroportos internacionais de Brasília, Campinas e Guarulhos.

O banco de fomento realizou projeções financeiras para os três aeroportos, com base nos investimentos e custos apontados pelo estudo elaborado pela Estruturadora Brasileira de Projetos (EBP) e coordenado pela Accenture, de forma a compatibilizar as condições de apoio do BNDES.

Em nota, o banco explicou que sua participação poderá ocorrer por meio de apoio corporativo (diretamente para as empresas), ou sob a forma de 'project finance', por meio da criação de uma Sociedade de Propósito Específico (SPE).

O apoio do BNDES está limitado a 80% do investimento total e 90% dos itens financiáveis, de acordo com suas políticas operacionais, sendo 70% em taxa de juros de longo prazo (TJLP, atualmente em 6% ao ano) e 20% em outras moedas, como Selic, IPCA e cesta de moedas, acrescidos de demais taxas.

A remuneração básica do BNDES será de 0,9% ao ano, acrescida da taxa de risco da operação, que pode variar de 0,46% ao ano a 3,57% ao ano.

O banco exigirá a demonstração da capacidade técnica e econômico-financeira dos empreendedores para a execução do projeto. Entre as exigências para participação acionária por meio de Fundos de Investimentos (FIPs) está a identificação dos cotistas, do gestor e do administrador. O BNDES poderá compartilhar as garantias dos projetos com outros financiadores de longo prazo.

Os projetos têm prazos de concessão distintos, que são de 20 anos para Guarulhos, de 25 anos para Brasília e de 30 anos para Viracopos. Está prevista a concessão de empréstimo-ponte, que terá como custo a remuneração básica do BNDES, de 0,9% ao ano, acrescido de TJLP mais 1% ao ano e de taxa de risco de crédito.

O prazo de utilização dos recursos é de 84 meses, com seis meses de carência. O financiamento será estruturado em parcelas ('tranches') com base nas características dos investimentos e os juros serão pagos trimestralmente durante a carência.

Para os aeroportos de Guarulhos e Brasília, o prazo total do financiamento, incluindo o empréstimo-ponte, será de até 180 meses, enquanto para o aeroporto de Viracopos, em Campinas, será de até 240 meses.

 

 

http://www.viracopos.com.br/noticias/viracopos/bndes-aprova-condicoes-para-apoiar-concessao-de-viracopos

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade