Jump to content

PASSAGEIROS EM PÂNICO: Vôo da Gol que saiu de Rio Branco para Porto Velho sofre violenta turbulência


leelatim

Recommended Posts

PASSAGEIROS EM PÂNICO: Vôo da Gol que saiu de Rio Branco para Porto Velho sofre violenta turbulência

 

AC24H

 

 

Um avião da empresa Gol Linhas aéreas que faz rota Rio Branco/ /Porto Velho/Manaus, [VÔO 1175], deu uma pane na madrugada desta sexta-feira (20), depois de decolar da capital acriana as 02h10min, segundo um passageiro que estava a bordo e pediu para não ter o seu nome divulgado.

Segundo contou um passageiro, eles aguardavam o vôo para conexão Rio Branco/ Brasília que vinha de Cruzeiro do Sul, no entanto, pelo atraso da aeronave que vinha do Vale do Juruá, foram orientados pelos funcionários da empresa Gol a embarcar em outro avião da mesma companhia que já estava em solo acriano com destino a Porto Velho/ Manaus e que também faria conexão com Brasília .

Segundo ainda este passageiro, tudo seguia bem, mas depois de mais ou menos 40min de vôo, quando todos passageiros entre crianças e idosos dormiam, houve um movimento brusco da aeronave e máscaras de oxigênio caíram sobre eles, indicando que algo estava errado.

Nesse momento houve pânico entre todos abordo que não sabiam o que estava acontecendo e até mesmo a tripulação, ficou apavorada e ao invés de tranqüilizar os passageiros da aeronave em queda, sentaram-se nas poltronas amarrado-se aos cintos de segurança, revelou a fonte.

“A gritaria era geral e durou em torno de 20 minutos enquanto o avião sacudia todo. Meu ouvido parecia que ia estourar de tanta dor. Eu olhava para os lados e via crianças tampando os ouvidos também. Foi um desespero geral entre todos nós”, relatou.

Somente 25min após a pane foi que o comandante da aeronave , veio informar aos passageiros que a pane foi motivado pela despressurizarão da aeronave e que tudo não passou de um grande susto.

O comandante informou ainda aos passageiros, que a aeronave não tinha condições de chegar até o destino, [aeroporto de Brasília], e optou por um caminho mais curto e pousou em segurança no aeroporto de Cuiabá no Mato Grosso.

Já em solo, revela a fonte de ac24horas, todos os passageiros receberam total apoio da empresa aérea e muitos já embarcaram aos seus destinos.

A aeronave [foto] continua em solo do aeroporto de Cuiabá e enquanto ainda aguarda ter seu bilhete de passagem para Brasília, nossa fonte encaminhou esta foto do avião ainda em solo mato-grossense .

Link to comment
Share on other sites

Interessante, é possível em meio a despresurização de cabine o camandante dar informações aos pax´s????? Primeiro colocar a casa em ordens e depois justificar o ocorrido.

 

Mas isso ocorre pq na hora de instruções antes de cada vôo o povo nem liga ao que é falado pelos comissários. E a mídia sem ter o que falar devido as férias, dá mais ênfase pegandop os pax´s,

assustados.

Link to comment
Share on other sites

Eles não conseguem nem informar o número do vôo de forma correta... se foi 1175 é o vôo para BSB, se foi o 1430 é o vôo noturno para PVH, MAO.. FOR.

Link to comment
Share on other sites

A tripulação e todos os passageiros devem sim permanecer sentados com seus cintos afivelados... quando a aeronava atinge uma altitude segura, aí sim os comissários saem de suas posições e vão verificar quem precisa de ajuda. Afinal de contas, se o comissário não se protege, quem é que ajuda aos passageiros depois...

Link to comment
Share on other sites

....e até mesmo a tripulação, ficou apavorada e ao invés de tranqüilizar os passageiros da aeronave em queda, sentaram-se nas poltronas amarrado-se aos cintos de segurança...

 

Queria que eles fizessem o que ? dansaçem a macarena ? :omfg: depois do ocorrido ok, eles vão ajudar !

 

Durante algum tipo de ocorrencia como despresurização, turbulencia severa, etc TODOS devem estar sentados e afivelados. Os comissarios são feitos do mesmo material que os pax, e quebram igualzinho !

 

Uma coisa que não entendo é pax desafivelar o cinto em voo por nada, se for ao banheiro ou por qualquer motivo tiver que levantar ok, mas sentou coloca o cinto pô !

Todo mundo que estiver em um carro a 110 km/h vai estar afivelado, e em avião a quase ( ou mais) de 900km/h porque não ?

 

“A gritaria era geral e durou em torno de 20 minutos enquanto o avião sacudia todo. Meu ouvido parecia que ia estourar de tanta dor. Eu olhava para os lados e via crianças tampando os ouvidos também. Foi um desespero geral entre todos nós”, relatou.

 

Isto deve ter sido tenso mesmo ! 20 minutos na quizumba é para apavorar mesmo....

 

edit: erros de portugues....

Link to comment
Share on other sites

Affff... quanto sensacionalismo!!! Esse ano a mídia tá impossível hein... pq não vão bisbilhotar o BBB ao invés de ficar publicando de forma quase pejorativa uma ocorrência como essa!

Link to comment
Share on other sites

Agora toda turbulência vão fazer uma matérizinha cretina assim?

 

Bom, se máscaras caíram e o avião alternou, tudo indica que de fato foi algo mais sério.

 

Mas que o texto está um lixo, para variar, está.

Link to comment
Share on other sites

Mas aproveitando a nota, só uma pergunta sobre turbulência... As alterações climáticas dos ultimos anos está propiciando mais ocorrências de turbulências em vôos domésticos? É que talvez esteja bem errado, mas dá impressão de ter aumentado casos de turbulências...

Ah, sou apenas um usuário sem grandes conhecimentos ok...

Link to comment
Share on other sites

Mas aproveitando a nota, só uma pergunta sobre turbulência... As alterações climáticas dos ultimos anos está propiciando mais ocorrências de turbulências em vôos domésticos? É que talvez esteja bem errado, mas dá impressão de ter aumentado casos de turbulências...

Ah, sou apenas um usuário sem grandes conhecimentos ok...

 

Parece que turbulencia esta cada dia mais comum no Brasil.

Vindo de NVT pra GRU na 2a, o comandande solicitou a tripulação que finalizasse o servico de bordo ja sobre Curitiba.

 

Depois disso, o bixo pegou feio. Houveram momentos em que a bunda saiu do assento. Gente chorando, rezando, tinha até um menino que pedia "denovo paii" hehehehe.

 

Em certo momento parece que o comandante embicou pra baixo e acelerou, porque montanha russa era fixinha perto do que eu passei, hehehehe...

Link to comment
Share on other sites

Como os colegas já disseram, de repente alguém da imprensa lê isso aqui e sai em defesa dos tripulantes.

 

O procedimento em caso de despressurização é sentar na primeira poltrona disponível, se o voo estiver lotado e estiver longe dos assentos da tripulação, senta no braço de uma poltrona e segura firme, claro fazendo uso da máscara de O2 (existem 4 máscaras para cada conjunto de 3 poltronas). Isso porque sabe-se que a primeira coisa que o cmte irá fazer é descer rapidamente a aeronave.

Somente após o cmte anunciar que o uso das máscaras está dispensado é que a tripulação comercial está autorizada a levantar e ir prestar assistência aos clientes, verificar os toaletes, etc. Isso não é bom senso nem egoísmo, é procedimento, protocolo, by the book.

Link to comment
Share on other sites

Mais uma vez a imprensa acreana seguindo o caminho do sensacionalismo e piorando uma situação que de fato não pode ser considerada normal ao desconhecer o procedimento correto que os comissários devem fazer.

 

Só falta publicarem que a Gol persegue a população do AC, enviando aeronaves de "qualidade inferior" para o estado. Deixa eu me calar pois de repente alguém acha que essa info é verdadeira....

Link to comment
Share on other sites

Sensacionalista ou não, EU não gostaria nunca de passar por uma despressurização.

 

Se eu que sou comissário já há alguns anos tenho pra mim que "não deve ser lá uma sensação muito boa", que dirá um passageiro, leigo no assunto, vendo as máscaras caindo, todos se sentando, avião descendo rapidamente, dor de ouvido, cheiro de queimado (normal dos geradores de oxigênio) etc etc.

 

Que a imprensa precisa revisar seriamente seu modo de escrever sobre aviação, isso é inquestionável. Mas daí a subestimarmos o medo do ser humano (que pode ser qualquer um de nós) a uma situação extrema, vale botar a mão na consciência...

Link to comment
Share on other sites

Sensacionalista ou não, EU não gostaria nunca de passar por uma despressurização.

 

Se eu que sou comissário já há alguns anos tenho pra mim que "não deve ser lá uma sensação muito boa", que dirá um passageiro, leigo no assunto, vendo as máscaras caindo, todos se sentando, avião descendo rapidamente, dor de ouvido, cheiro de queimado (normal dos geradores de oxigênio) etc etc.

 

Que a imprensa precisa revisar seriamente seu modo de escrever sobre aviação, isso é inquestionável. Mas daí a subestimarmos o medo do ser humano (que pode ser qualquer um de nós) a uma situação extrema, vale botar a mão na consciência...

 

Claro, mas do jeito que a imprensa fala, qualquer um que nunca andou de avião, não vai ter vontade NUNCA de entrar e um e vai criar um certo medo, minha esposa tinha pânico de voar, só entrava em avião dopada ou bebada, custei a curar esse medo dela.

Link to comment
Share on other sites

Só tem machão, hein? Queria ver na hora do pega pra capar se os entusiastas aí, com máscara caindo, turbulência, nego gritando, se ia dizer, nooooossa quanta frecura.. Aliás só por ser uma descompressão explosiva, será que não daria um cagacinho de haver dano estrutural? Descompressão explosiva é coisa normal...

Link to comment
Share on other sites

Só tem machão, hein? Queria ver na hora do pega pra capar se os entusiastas aí, com máscara caindo, turbulência, nego gritando, se ia dizer, nooooossa quanta frecura.. Aliás só por ser uma descompressão explosiva, será que não daria um cagacinho de haver dano estrutural? Descompressão explosiva é coisa normal...

 

Filho, acho que você não leu todos os posts, dos quais 90% estão criticando a imprensa, até agora não vi ninguém chamar passageiro nenhum desse voo de fresco. Muito menos falar que mascara caindo, nego gritando e avião tremendo é frescuragem.

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade