Jump to content

Presidente da Airbus admite "erro", mas diz que A380 é seguro


TaZmaniA

Recommended Posts

http://not.economia.terra.com.br/noticias/noticia.aspx?idNoticia=201202151100_RTR_SPE81E01U

 

O presidente da Airbus ordenou uma investigação interna sobre como a companhia permitiu o surgimento de rachaduras nas asas do A380, agindo após semanas de publicidade negativa para o maior avião de passageiros do mundo. O presidente-executivo Tom Enders reiterou que o superjumbo é seguro e que engenheiros repararam finas rachaduras nas asas do modelo. Ele afirmou ainda que quer evitar que as preocupações se espalhem para o futuro jato A350."Cometemos um pequeno erro aqui e o estamos reparando o mais rápido possível", disse Enders a jornalistas durante a feira de aviação de Cingapura, nesta quarta-feira. "Este avião é absolutamente seguro", acrescentou. "Estamos aprendendo com isso. Com certeza. Estamos levando as lições do programa do A380 para o programa do A350", garantiu o executivo, referindo-se ao próximo projeto da companhia, um avião de médio porte projetado para competir com o Boeing 787 Dreamliner."Temos uma investigação em andamento sobre como pudemos cometer esses erros, para eradicar as fontes destes equívocos", acrescentou. Uma série de revelações sobre as rachaduras, que a Airbus e autoridades afirmam que não afetam componentes cruciais para a segurança, constrangeu a fabricante e colocou uma sombra sobre a indicação de Enders para dirigir a controladora da Airbus, a EADS, a partir de junho.A Airbus afirmou que uma combinação de problemas de design e manufatura colocou muito estresse em alguns dos 2 mil suportes que fixam o exterior de cada asa à estrutura interna. Enders não quis comentar uma notícia da imprensa alemã de que os erros custarão à Airbus 100 milhões de euros (US$ 131,3 milhões) para serem reparados.O processo de reparo implica em tirar de circulação o avião de 525 lugares por vários dias, algo que a Airbus terá que compensar as companhias aéreas clientes. A frota de A380 em serviço é de 69 unidades. Uma autoridade sênior do setor disse que o custo do reparo é uma questão secundária. "A Airbus vai fazer isso direito. Não é questão de dinheiro. Trata-se de uma questão de credibilidade e confiança."

 

Fonte: Terra / Reuters news

 

 

 

Legal é que não tem problema nenhum, pois rachadura na asa não afeta componente crucial para o voo.. afinal avião não precisa de asas né ?

Link to comment
Share on other sites

sendo sincero, na minha visão de leigo,

 

estou emitindo um voo br/eua/europa ida e volta.

 

com a delta tenho a oportunidade de voar em um 380 na rota CDG/JFK (operado pela airfrance). Decidi fazer reserva em outro voo. De 777

 

A380? Não, obrigado

Link to comment
Share on other sites

sendo sincero, na minha visão de leigo,

 

estou emitindo um voo br/eua/europa ida e volta.

 

com a delta tenho a oportunidade de voar em um 380 na rota CDG/JFK (operado pela airfrance). Decidi fazer reserva em outro voo. De 777

 

A380? Não, obrigado

 

 

Amigão, boa viagem pra vc, mas vc foi o único que cancelou sua viagem por causa de um boletim técnico para o A380!!

Vc que se apresenta como morando na Alemanha, procure saber o que a Lufthansa tem a dizer sobre o A380, uma empresa mundialmente reconhecida pela excelência técnica em manutenção e operação de aeronaves, a Lufthansa está maravilhada pelos RESULTADOS que o A380 está trazendo, assim como todas as operadoras da aeronave.

Link to comment
Share on other sites

Até o momento, pessoalmente, a maior prova de confiabilidade foi o engine failure no A380 da Qantas e que afetou várias linhas hidráulicas, panes de tudo que é lado e pousou com segurança.

 

http://www.google.com.br/search?q=qantas+a380+engine+failure&hl=pt-BR&prmd=imvns&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=1xU9T9jZGsnmggeGgtWUCA&sqi=2&ved=0CC4QsAQ&biw=1366&bih=622

 

E tem mais, pela inovação do projeto, novos materiais, dimensões, seria surpreendente se não houvesse nenhum tipo de problema, por menor que seja.

Link to comment
Share on other sites

sendo sincero, na minha visão de leigo,

 

estou emitindo um voo br/eua/europa ida e volta.

 

com a delta tenho a oportunidade de voar em um 380 na rota CDG/JFK (operado pela airfrance). Decidi fazer reserva em outro voo. De 777

 

A380? Não, obrigado

 

Apesar dos comentários em contrário eu também faria isso. Enquanto não sanarem esses problemas de rachaduras nas asas eu também evitaria voar no Jumbão. Afinal a rachadura é numa parte vital da aeronave.

 

Abs

Link to comment
Share on other sites

Eu acho perfeitamente plausível o PAX não querer viajar em uma ACFT que está apresentando problemas.

 

Na dúvida, eu escolheria alguma ACFT que tivesse confiança plena.

Link to comment
Share on other sites

 

 

Amigão, boa viagem pra vc, mas vc foi o único que cancelou sua viagem por causa de um boletim técnico para o A380!!

Vc que se apresenta como morando na Alemanha, procure saber o que a Lufthansa tem a dizer sobre o A380, uma empresa mundialmente reconhecida pela excelência técnica em manutenção e operação de aeronaves, a Lufthansa está maravilhada pelos RESULTADOS que o A380 está trazendo, assim como todas as operadoras da aeronave.

 

Perfeito, se alguns soubessem o tanto de nota que a Boeing já lançou sobre os 737s.

Ninguém voava mais.

Link to comment
Share on other sites

 

 

Amigão, boa viagem pra vc, mas vc foi o único que cancelou sua viagem por causa de um boletim técnico para o A380!!

Vc que se apresenta como morando na Alemanha, procure saber o que a Lufthansa tem a dizer sobre o A380, uma empresa mundialmente reconhecida pela excelência técnica em manutenção e operação de aeronaves, a Lufthansa está maravilhada pelos RESULTADOS que o A380 está trazendo, assim como todas as operadoras da aeronave.

 

bom, primeiro, eu não cancelei nenhuma viagem porque como disse é uma reserva que ainda não emiti.

Tenho a possibilidade de voltar de Berlim em vários horários, todos com escala em CDG, e vou escolher um em que não voe no 380. simples, só isso.

 

Se você ver na minha página a localidade está em CNF e meu nick é leo_CNF. Berlim é o lugar que morava quando fiz o cadastro no fórum quando entrei e não entendo o que isso tem a ver com a história toda. Alles klar?

 

Eu, que sou leigo, morro de medo de avião, e tenho que voar por necessidade, podendo evitar, irei fazê-lo. Simples assim.

 

E olha só, o 380 explodiu uma turbina em pleno voo e quase caiu, no voo da Qantas SIN-SYD. . A Airbus mandou groundear uma parte da frota depois desse episódio e mandou groundear outra parte devido às rachaduras.Então não é um avião que não tenha tido problemas simples como se fala.

E o mesmo ocorre no 787. Se tivesse voar na rota NRT-HKG escolheria um horário em que não operasse no 787.

 

Tenho certeza que o risco do 380 não é iminente, uma vez que confio sim na LH e no governo alemão para permitirem voar com esse aparelho. Só que EU não vou assumir o risco de voar com eles. Prefiro outra aeronave. Mesmo que tenham tido acidentes recentes com o 330 da AF e o 777 da BA.

Link to comment
Share on other sites

eu não tenho vergonha nenhuma de dizer que se eu puder optar entre o 777 e outro, vou de 777... time que esta ganhando não se mexe... se nem os da TAAG cairam (apesar de desmontarem aos poucos) é pq o bichão é bão mesmo... :)

Link to comment
Share on other sites

Quando se tratam de aviões modernos da Boeing, Aribus, Embraer, Bombardier (etc) não existe avião inseguro. Pode ter um que gaste mais combustível, outro ser mais rápido... Mas com o tanto de testes que eles são constantemente submetidos, duvido muito que haja falhas graves em algum deles.

Sem mais.

Link to comment
Share on other sites

O avião, por si só, já causa certo medo na grande maioria das pessoas. Não há um voo que faço em que pelo menos uma pessoa não faça o sinal da cruz. Sei de mais pessoas que estão desistindo de voar no 380 por causa dessas notícias. Do mesmo jeito que as pessoas ficam inseguras quando uma montadora de carros divulga um recall de algo mais sério, ficam em relação a aviões; com a diferença que o avião está a mais de 30 mil pés...

Link to comment
Share on other sites

O avião, por si só, já causa certo medo na grande maioria das pessoas. Não há um voo que faço em que pelo menos uma pessoa não faça o sinal da cruz. Sei de mais pessoas que estão desistindo de voar no 380 por causa dessas notícias. Do mesmo jeito que as pessoas ficam inseguras quando uma montadora de carros divulga um recall de algo mais sério, ficam em relação a aviões; com a diferença que o avião está a mais de 30 mil pés...

 

Não sei porque mas em todo vôo tem gente que faz a cruz.

Vai saber se eles não sabem das notas de rachaduras de outros aviões...

 

10% das pessoas dizem que tem medo de voar, as outras 90% estão mentindo.

Link to comment
Share on other sites

Depois o af447 entendi muito sobre como empresas tratam os seus pax: estatisticas, só isto. Não estou me referindo as causas da queda, o que talvez um dia seja esclarecido, mas pela forma como a AF e a AIRBUS trataram o caso. Money, e é só isto.

 

SE houver algo com o 380 (SEEEEEEEE) alguem aqui acha que vão ser supersinceros ? e antes que as pedras caiam, afirmo isto para Boeing, Embraer, Piper, Cessna e etc...

 

Como pax iria voar em outra acft mesmo, se o 777, 737's e etc ja tiveram boletins alhures ? ok eles hoje ja estão muito mais confiaveis, o tempo de ocorrer bugs é mais longo, só isto.

 

abs,

Link to comment
Share on other sites

 

Não sei porque mas em todo vôo tem gente que faz a cruz.

Vai saber se eles não sabem das notas de rachaduras de outros aviões...

 

10% das pessoas dizem que tem medo de voar, as outras 90% estão mentindo.

 

rsrsrsrsr eu não tenho medo de voar ! tenho medo é de cair :P

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade