Jump to content

Pilotos do Legacy são recebidos com festa nos EUA


Kleber

Recommended Posts

Pilotos do Legacy são recebidos com festa nos EUA

 

da Folha Online

 

Os pilotos americanos Joseph Lepore e Jan Paulo Paladino chegaram neste sábado aos Estados Unidos, após mais de dois meses retidos no Brasil. Os dois comandavam o jato executivo Legacy, que se chocou com o boeing da Gol em 29 de setembro, matando 154 pessoas. Os sete ocupantes do Legacy --entre eles outros quatro americanos e um brasileiro-- escaparam ilesos.

 

Lepore e Paladino foram recebidos sob aplausos por cerca de 200 pessoas, entre parentes e amigos, em um aeroporto na cidade de Ronkonkoma, no Estado de Nova York, sede da empresa proprietária do Legacy, a ExcelAire.

 

A filha de Lepore carregava um buquê de bexigas brancas, azuis e vermelhas, cores da bandeira americana. Uma outra garota segurava um cartaz dizendo que os pilotos eram "o melhor presente de Natal" que ela poderia receber.

 

Inquérito

 

Lepore e Paladino prestaram depoimento na sede da Polícia Federal em São Paulo durante mais de seis horas, na sexta-feira. Eles não responderam a nenhuma pergunta, de acordo com os advogados, porque o delegado que preside o inquérito sobre o caso, Ramón Almeida da Silva, havia se mostrado disposto a indiciar os dois pilotos ainda antes de ouvi-los.

 

Os norte-americanos foram indiciados pelo crime de expor ao perigo uma embarcação ou uma aeronave, na modalidade culposa (sem intenção de matar) agravada por morte. Desta forma, eles estão sujeitos à mesma pena aplicada em casos de homicídio culposo, aumentada em um terço, o que equivale a um ano e quatro meses a quatro anos de prisão.

 

Dias após o acidente, considerado o maior da história aeronáutica brasileira, os passaportes dos dois norte-americanos foram recolhidos pela PF, por força de uma ordem da Justiça. No começo desta semana, os advogados dos dois profissionais conseguiram reverter a decisão, e os documentos foram devolvidos nesta sexta.

Link to comment
Share on other sites

Festa para os caras que deixaram o avião na rota de colisão no qual 154 pessoas pagaram por um erro absurdo como esse? isso é uma vergonha

 

Pera lá ! Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. Como você receberia sua esposa depois de 70 dias longe dela? Portanto não vejo mal nenhum na atitude das familias, estão com saudades e acharam que essa era a melhor maneira de acolhê-los. Afinal eles passaram por maus bocados por estas bandas, participaram de um conjunto de erros que ceifou a vida de muitas pessoas. A cabeça deles não deve estar das melhores e nessas horas o que nos resta é o respaldo da família.

 

 

Um abraço

 

 

Marco A Constantino

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade