Jump to content

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

almeidaneto

Ansiedade ou prepotência: aviões grandes sem antes passar pelos pequenos

Recommended Posts

Acho que se trata de falta de conhecimento mesmo, entendo de um leigo ouvir que aviao e tudo igual..acho que a galera tem q entender que existe uma enorme diferenca entre ser piloto de aviao e PILOTO PROFISSIONAL, piloto profissional voa seneca com a mesma competencia que voa A380, faz isso porque gosta e tambem porque e seu trabalho...Infelizmente nao tem como ser piloto profissional no FSX ,la tem aeroporto ruim Wx ruim, aviao com pane, voo atrasado, escala pressionando, etc...nao cruza fuso horario e qualquer coisa desliga e da reboot...Quem quer sair do FSX para voar MD11 nao tem mesmo conhecimento do assunto..faze o que...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acho que quando a coisa fica fácil demais...acaba ficando banal....hoje em dia temos exemplos de pilotos que fizeram seu primeiro voo e depois de "longos" 8 anos já estão sentados na assento esquerdo da cabine de um Boeing. Na minha época de candidato à PP, igualzinho como o Tio Rogério falou....colando poster no quarto...indo na "prainha" lá em congonhas....parando na final da 29 em Marte....subindo no telhado de casa com binóculos e radinho pra acompanhar a aproximação dos "jatões", eu sabia que seria uma caminhada muito longa e cheia de obstáculos, mas que com persistência, dedicação e um pouquinho de sorte, eu chegaria lá.

A geração de hoje tem inúmeros exemplos de gente que mal acaba de checar o PC e já esta "sentando no pelinho do carneiro", então fica normal acabarem achando que isso é o "normal".....

 

:fui: e cheio de vontade de voar....seja lá o que for...até vassoura :rofl:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acho que quando a coisa fica fácil demais...acaba ficando banal....hoje em dia temos exemplos de pilotos que fizeram seu primeiro voo e depois de "longos" 8 anos já estão sentados na assento esquerdo da cabine de um Boeing. Na minha época de candidato à PP, igualzinho como o Tio Rogério falou....colando poster no quarto...indo na "prainha" lá em congonhas....parando na final da 29 em Marte....subindo no telhado de casa com binóculos e radinho pra acompanhar a aproximação dos "jatões", eu sabia que seria uma caminhada muito longa e cheia de obstáculos, mas que com persistência, dedicação e um pouquinho de sorte, eu chegaria lá.

A geração de hoje tem inúmeros exemplos de gente que mal acaba de checar o PC e já esta "sentando no pelinho do carneiro", então fica normal acabarem achando que isso é o "normal".....

 

:fui: e cheio de vontade de voar....seja lá o que for...até vassoura :rofl:

Eu ia na prainha de Congonhas com um rádio TOCA-FITA que eu mesmo alterei as bobinas só para pegar freqüência aeronáutica e ficava babando nos Electra pousando em CGH.

Quando alguém CONSEGUIA O FEITO de entrar numa companhia era churrasco na certa.

Lembro naquela seleção MEQUETREFRE que teve na VASP, acho que em 2002, onde ali se começou o TAL PAGAR PARA ENTRAR, que quando eu fui tinha até EX-CMTE da Transbrasil querendo pagar para VOAR DE COPILOTO DE 727 na VASPEX.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Será que esses que querem sentar logo na direita dos "grandões" estão querendo compensar por algo?? Tipo comprar um carro esporte ou uma mega caminhonete?! :coolface:

Share this post


Link to post
Share on other sites

É a nova escola e seus cyber alunos.

 

A facilidade e o grande conteúdo atual da internet transmite aos menos experientes uma falsa sensação de "Eu sei" , "Eu posso". É muita informação com acesso muito fácil de modo que a pessoa se vê maravilhada diante disto tudo, seja na aviação o qualquer outro campo.

São terabytes e mais terabytes de informação "fácil", manuais, fcoms. fppms, qrh, sops, manuais de aviônicos, gps, performance etc, que em uma simples passada de zóio o garoto já se acha detentor do conhecimento capaz de fazer bonito em qualquer fórum de aviação ou roda de amigos.

 

Outro dia estava ouvindo uma roda de garotos do PP no ACSP...Em uns 10 minutos não ouvi um termo sequer relacionado a futura operação a qual serão submetidos em suas horas práticas. O papo era PMDG pra cá FMC de Ifly pra cá, MCP LNAV, VNAV Autoland e o *b*aralho a quatro. Eles falavam feitos especialistas e faziam piadas com o PP-GOZ...

 

Este é o retrato de uma nova geração que veste a aviação comercial como se fosse um grife minimizando e ignorando tudo o que estiver abaixo dela.

 

Um amigo meu INVA das antigas adora pegar :jnana: estes garotos no primeiro voo, para aparar as arestas e dar uma limada no ego destes guris que se dizem checadores de NGX , MD11 :awesome: .

 

 

Estes programas de computador que dizem ser " simuladores" são muito bons pois se bem programados podem ajudar no estudo se este for bem dirigido. Veja o Flight simulator antes da implementação do GPS e sistemas FMS ...NInguém sabia sequer navegar... Mas veja os senhores hoje, a molecada fez uma idéia que um voo seja alinhar decolar apertar Vnav Lnav ficar papeando com o copiloto e depois apertar APP e então sair bonito na Foto.... É a nova cultura!

 

 

Admiro os mais velhos que alcançaram o topo em uma época sem internet , sem PDF´s Ipads. Smartphones e o raio que parta.

 

Era um muito de Garra e Centenas de páginas para virar a madrugada lendo, aprendendo etapa por etapa ...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não podemos tapar o sol com a peneira.

 

Hoje em dia está realmente tudo muito diferente.

 

Se aparece uma oportunidade para um Novato, ele vai correndo por estar antenado no mundo da Aviação, bem diferente de 10, 20 anos atrás, quando aparecia uma oportunidade para um Novato e o mesmo admitia não ter conhecimento necessário para tal.

 

Apesar de mais fácil, não podemos esquecer que quando chegar a hora de mostrar o Conhecimento, o Novato formado em condições Virtuais, vai se borrar quando tiver de encarar a Realidade.

 

Voar é isso, é ter o conhecimento para mostrar pra si e para quem esteja à bordo aquilo que se sabe.

 

Quem pula degrau, espero que saiba o que esteja fazendo, pois na Vida Real, dentro de uma Aeronave, numa condição de Voo Pauleira (que seja inevitável), não existe Simulador, FS ou coisa que o valha, só existe EXPERIÊNCIA, e isso que digo não é Pano Preto, é Vivência.

 

Experiência se adquire com o tempo e só um Voo após o outro é que se consegue adquirir, portanto a pressa pode gerar um conflito ao Novato que pode deichá-lo até traumatizado quando o bicho pegar, já vi esse filme e sei o que estou falando.

 

Situações inusitadas acontecem aos mais experientes, mas a Vivência em Cabine de Voo, faz toda a diferença.

 

Espero que essas oportunidades, caiam no colo de pessoas que tenham no mínimo o bom senso, senão serão pessoas que subiram tão rápido quanto descerão.

 

É assim que funciona!

 

Abc a todos

 

Mauro

Share this post


Link to post
Share on other sites

...

A geração de hoje tem inúmeros exemplos de gente que mal acaba de checar o PC e já esta "sentando no pelinho do carneiro", então fica normal acabarem achando que isso é o "normal".....

 

:fui: e cheio de vontade de voar....seja lá o que for...até vassoura :rofl:

 

Pois é. E ai qdo o mercado volta ao normal, dizem que esta um lixo!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Prezados,

 

Todos os posts acima são bem pertinentes. Já voei um pouco de tudo, mas vou ser honesto com os senhores. Esses novos pilotos querem um "milestone". Querem dizer eu voo aquele grandão achando que a jeba deles vai crescer 10cm. Não cresce. Garanto a vcs! :rage:

 

Conheci um aviador que voa Phenom 100 e 747-800 (Luxair) e ele fala com o mesmo entusiasmo dos dois. Aviador é isso. Voou, ele quer experimentar.

 

Eu, atualmente, voo um avião pequeno, um médio e outro um pouco mais médio :coolface: Adoro os três, totalizando 7 modelos diferentes. Em breve aprenderei mais dois outros! Acho isso duca!

 

Se vc me mostrar uma máquina de lavar com asa, quero voar! Fiquei fulo pq nas últimas férias não consegui fazer meu curso de planador! Ainda vou fazer!

 

Também quero rechecar meu mono, fazer o curso de acrobacia completo e, se possível, rechecar meu multi. Doidice? Não, paixão!

 

A gurizada não sabe o que é isso. Voar aviação de ventilador ou rosca na geral, como eles pejorativamente chamam, é um absurdo impensável e uma desonra passível de ser redimida somente com um harakiri baiano!

 

Eles que se explodam! A vida os ensinará!

 

Enquanto isso, cadê meu amado aero-boero?

 

hehehe

 

Abcs,

 

Sydy

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Também quero rechecar meu mono, fazer o curso de acrobacia completo e, se possível, rechecar meu multi. Doidice? Não, paixão!

 

 

 

Sydy, te recomendo ! é coisa linda de mais ! outro tipo de voo ! vale a pena sim !

 

abraço !

Share this post


Link to post
Share on other sites

Que isso moçada, tá na hora de todo mundo, desde manicaca de FS até comando master de A380 descer para a terra assumir a sua humildade e respeitar a opinião do próximo.

Se você não quer mais coca cola e quer sprite, vai gostar que te encham o saco por sua opinião que afeta somente a sua vida?

Pessoal, vamos nos colocar nos nossos devidos lugares e deixar, se você não gosta, não faça pra você, mas também não fale que o cara não é aviador!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mais coisa para se pensar, aviao grande sem passar pelo pequeno, isso e possivel? SIM possivel eh, porem temos que levar em conta algumas caracteristicas e estas so se adquirem com mais maturidade , o voo hoje na comercial , creio que na exec mais ainda, eh um grande exercicio de gerenciamento, aquele super pe e mao nao existe mais, ate para monomotor aviao tem TAC, ou seja so um pezinho de nada ja resolve,fly by wire entao (o do Airbus com hard limits) deixou a coisa bem mais amarrada, gerenciamento das variaveis estas sim so vem com experiencia e tempo, a experiencia nos avioes menores faz a gente lidar com a diversidade de cenarios de uma forma mais gradual, se fosse tudo com no FSX nao precisa piloto nao, o cara ia voar da casa dele mesmo, porem o cenario e muito dinamico e gracas ao Santos Dumont este dinamismo e que nos deixa com emprego, a mesma coisa seria voce tirar sua carta e sair por ai dirigindo um enorme caminhao (eita exemplo besta), saindo direto do patio do Detran e caindo na estrada..ou seja sair direto do paulistinha para o 787 da, porem o cara vai ser o que chamamos hoje de um DIGITAL PILOT , ou seja se soltar para voar sem nenhum auxilio simplesmente nao vai...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Buenas galera!

 

Excelentes posts até agora, eu pensei e coloco abaixo minha opnião sobre.

 

É natural que hoje a Geração Y (onde talvez eu me inclua, Tio Rogério, você que sabe mais disso do que eu me responde se possível) tenha esse conhecimento. Como dito anteriormente a informação sobre as máquinas esta ai, disponível na internet, etc. É natural que eles tenham, essa "ejaculação precoce" pra voar um jato.

Porém, eles se esquecem do principal, a janela (ou experiência, ou vivência). E a janela é a inclusão de todos os fatores: experiência de voo, maturidade de vida, reconhecimento das limitações, etc.

Para simples comparação, eu assim como muito aqui, gosto muito de jogar meu Battlefield 3, como sniper. Eu chego numa roda de atiradores de elite ou num grupo de formação de atiradores de elite e digo que isso é muito fácil, etc. Porém eu me esqueço do principal que é o meio! Sim o meio, tem o vento a arma vai dar um recuo o qual eu jamais senti, etc. Ou seja quando chegar a hora do vamos ver, ele por si só vai perceber que o buraco é bem mais embaixo.

Depois desse exemplo tosco que dei, vem a relação com a aviação. Aqui também o Master de FSX esquece que há o meio. As variações de 3 a 4 nós na final que podem ter colocar abaixo da VREF, ou até mesmo, uma wake turbulence, uma CAT, há uma série de fatores.

 

Isso tudo é fase...o aviador virtual pode virar aviador real, vai sentir que o buraco é mais embaixo e vai evoluindo ganhando experiência, e vai perceber o quão infatilóide ele foi no passado, o quanto de janela lhe faltava.

 

E como já ouvi de muitos comandantes: "Você vai estar pronto para ser comandante quando não se preocupar mais se o pouso ou decolagem foi certo se a técnica foi a mais perfeita, pois isso não existe, cada um faz de um jeito e todos os jeitos podem dar certo se bem aplicados".

 

Abs!

 

De um que está adquirindo janela para ser pelo menos um comandante razoável no futuro.

 

PS.: Sobre o uniforme concordo com o Tio. O mínimo não importa se você voa de polo, berimbelas douradas ou prata, gravata vermelha, azul, laranja, preta...esteja apresentável! Vá como se fosse conquistar sua primeira namoradinha, é o mínimo. Uma boa aparência é essencial para a valorização do profissional, ainda mais se for a primeira apresentação pública.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Caros futuros atuais aviadores um feliz dia dos pais a todos, aos que sao pais, filhos, netos , etc..o que isto tem a ver com o topico? tudo!! Hoje eu bem como um monte, talvez a maior parte dos aviadores estao longe de suas casas e suas familias, fazendo o que se discute aqui ..voando..Voar na comercial(o que todos querem ..afinal aviao grande, etc..) tem um custo social e familiar enorme, e quem paga nao e o aviador sozinho , seus entes queridos, familia e amigos dividem esta conta..as vezes esperar mais um pouco e poder curtir estes momentos tem um valor inestimavel..Nao discuto a competencia e vontade dos pilotos da geracao Y, Z, o qualquer outro numero..porem tem que entender que voar e um estilo de vida com pros e contras e quanto mais maduro se estiver mais facil se lida com eles..como disse feliz dia dos pais aviadores(desde do FSX ate o A380)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Num largo meu 150/152 por nada nesse mundo HUAHAAUAHUHA

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa tarde caros Aviadores!

 

Bom, como 'e um forum de discussao, vamos ler todos os tipos de opnioes, que boas ou nao, sempre sao validas! Pois de alguma forma podemos aprender mais com os senhores;

Pois bem, no meu ver, acredito que nao podemos dizer que uma pessoa X que sonha com os grandes sem passar pelos pequenos nao 'e apaixonado pela profissao, ou nao nasceu para ser piloto ou mesmo que seja prepotente. Cada um tem um sonho, e um foco na vida profissional. Muitos ( se nao a maioria ou todos)sonham em levar a carreira com um "bixao" nas maos. Acredito que ninguem sonha em tocar a vida levando um " PA34-200" (Nao estou ridicularizando ou desmerecendo), apenas uma comparacao bruta de estar com um B737, B747, A340 naos maos ou em um PA34-200etc. Creio que a selecao natural dos pilotos ja tem um grande inicio ate o termino do PC. Pois como todos sabemos, muitos desistem pelas dificuldades que sao ali logo no PP, outros muitos ali no PC; Aqueles que decidem progredir 'e porque realmente querem! Seja pensando logo nos Avioes de grande porte ou no de pequeno porte. Tudo faz parte do sonho e um pouco de Ansiedade. Posso estar errado!: Bons voos , uma boa tarde!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Creio que opiniao nao tem certo ou errado, ela e fruto de sua visao sobre o assunto...Aviacao tem um enorme componente tecnico(aviaozao, monte de luzinha, telinha, etc..) e um enorme componente social, o estilo de vida de quem voa e muito diferente de um terraqueo..risos..Nao e toda a profissao que voce sai de casa cedo e vai jantar na Europa ou sei la aonde..e isso mexe muito com o imaginario de todos, Como ja disse tecnicamente falando existe sim a possibildade de sair do C-172 e ir voar jato comercial, tecnicamente isto e possivel sim...porem o que se discutiu aqui e ter maturidade pessoal e profissional para lidar com este novo desafio ...o fato de sair da casa do papai, ir se virar em um aeroclube, ir morar em pensao para voar taxi aereo na pior das hipoteses aumenta enormemente a visao de mundo do futuro aviador, nao estou defendendo a teoria de que tem que sofrer para poder ser aviador, mas sim tem que amadurecer para poder lidar com os limites que a vida e a profissao impoe, e estes o FSX nao consegue copiar nem ensinar..A cada colocacao aqui, especialmente dos mais novos e dos pilotos nao profissionais vejo um amor enorme pelo ato de voar, coisa que eu havia meio que esquecido por fazer a mesma coisa por tanto tempo, esta chama e que mantem nosso bussines tao interessante porque ele e formado por pessoas interessantes e diversas...Amadurecer faz bem sempre ..seja velho ou novo!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

...somente com um harakiri baiano...

 

 

Háááá não guentei:

 

suicidio_baiano.JPG

 

Brinks :P

Share this post


Link to post
Share on other sites

Então vamos à História.

 

Comecei minha Carreira aos 18 anos voando em Comando de um Helicóptero Mono Motor a Turbina na Cruzeiro em 1980.

 

Cheguei na CIA como o Piloto 42.

 

Quatro anos depois eu era o Piloto 4, ou seja o quarto mais antigo da Empresa na Escala dos Mono Motores.

 

Aos 22 anos de idade com mais de 2.000 horas de Voo em Comando, a Empresa ganhou uma Licitação para operar 2 Super Pumas.

 

A Empresa iria promover 8 Pilotos para os Super Pumas e eu seria um deles pois era o Quarto na Antiguidade.

 

Meu Chefe me chamou para conversar e me disse o seguinte:

 

Não vou te promover!

 

Como posso colocar um Comandante de Puma de 22 anos com um Co Piloto de 40?

 

Você não tem um fio de barba na cara!

 

Tentei argumentar dizendo que NUNCA tinha feito nada de errado e eu merecia ser promovido, eu queria muito ser promovido.

 

Ele foi taxativo e simplesmente me Baypassou.

 

Seis meses depois, pedi minha demissão.

 

Fiquei P da Vida.

 

Saí da Selva e vim para São Paulo voar Executivo.

 

Aqui só se voava Mono (Jet Ranger, Esquilo).

 

Voltei para a Selva e continuei voando Mono.

 

Anos depois Voltei para São Paulo voando Mono.

 

O Mercado Executivo começou a mudar.

 

Alguns Bi Motores começavam a chegar.

 

Quem iria voar essas máquinas? Os Pilotos com IFRH, que estavam vindo das Plataformas para o Voo Executivo em São Paulo.

 

Eu Tinha o IFR em Avião, mas não conseguia tirar o IFRH.

 

Até que meu Patrão resolveu trocar seu Mono por um Bi IFR.

 

Foi assim que eu consegui Voar IFRH e depois checar meu PLAH.

 

Um Chefe Idiota, Mesquinho e todos os Adjetivos que se possa dar, atrasou em 20 Anos a minha Carreira.

 

Por isso, até hoje uso Barba!

 

Não é fácil assumir uma responsabilidade quando não se tem a devida e necessária bagagem, mas também não é fácil ser passado para trás e assistir pessoas menos experientes que você, ocupando o lugar que seria seu, não fosse o Preconceito e a falta de reconhecimento dos Superiores.

 

Cada caso é um caso, antes de julgar é preciso analisar.

 

Abc

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Tio Rogério disse tudo.

 

Felizes aqueles que não precisam batalhar nem um pouco para ter que pagar suas horas de voo e APROVEITAM a oportunidade. Esses, mesmo assim ainda podemos considerar Aviadores.

 

Agora aqueles que entram na profissão apenas para agradar ao próprio EGO, a profissão se encarregará de retirá-los, como nosso organismo se desfaz de tudo que não nos faz bem.

 

Aviação está no sangue, corre nas veias, faz meu coração bater. E por isso, vou até o fim, vou honrar minha profissão com muita dedicação. Pois sei o quão difícil foi chegar até aqui!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ultimamente quanto menor, melhor! Quando a mulecada cair na real e ver que pra tirar um 37 do chão não é só "puxar o manche pra trás", aí sim vão entrar pra valer na "linha". abs.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ultimamente quanto menor, melhor! Quando a mulecada cair na real e ver que pra tirar um 37 do chão não é só "puxar o manche pra trás", aí sim vão entrar pra valer na "linha". abs.

tirar do chao é muito mais facil do que traze-lo pro chao !! :joinha:

Share this post


Link to post
Share on other sites

×
×
  • Create New...

Important Information