Jump to content

South African oferece compensação de CO2


luciano_katia

Recommended Posts

Companhia se juntou ao primeiro programa de compensação de carbono com transparência e credenciais internacionalmente aceitas

 

 

(Da assessoria da South African Airways no Brasil) - A South African se juntou ao primeiro programa de compensação de carbono com transparência e credenciais internacionalmente aceitas, dando aos passageiros a oportunidade de fazer contribuições voluntárias ao esforço global de compensar os efeitos da mudança climática. _

Rodrigo Zanette - 01/07/2011

260412_3.jpg

Airbus A340-642, prefixo

ZS-SNG, da South African, taxiando no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos.

 

 

 

O programa de compensação de carbono permite que os clientes da South African compensem uma porcentagem das emissões de voo.

 

Os clientes da South African podem facilmente comprar créditos de compensação de carbono no momento que emitem suas passagens aéreas através do site da empresa, e tudo em uma única transação.

 

"O ambiente, assim como a segurança, é uma das nossas principais prioridades e estamos trabalhando constantemente para limitar e compensar o impacto sobre o meio ambiente", explicou a CEO da South African, Siza Mzimela. "Através desse sistema totalmente voluntário, estamos dando aos nossos clientes a oportunidade de tornar o nosso planeta um lugar melhor e sustentável", completou a executiva.

 

Os créditos gerados através do programa vão financiar projetos que ajudem as comunidades a limitar o impacto sobre o meio ambiente, diminuindo o ritmo da mudança climática. Esses projetos credenciados internacionalmente são identificados e administrados pela International Air Transport Association (IATA), que também organiza compras de crédito de carbono e fornece às empresas aéreas o acompanhamento da produção de CO2 de cada empresa. Os clientes têm total visibilidade do impacto ambiental de suas viagens e os efeitos de sua contribuição no combate às alterações climáticas.

 

A South African selecionou projetos que seguem regras rígidas de controle e que são monitorados por auditores independentes e pela entidade das Nações Unidas responsável por assuntos ligados a mudanças climáticas (UNFCCC – United Nations Framework Convention on Climate Change).

 

A South African também apoia o projeto Fogões de Uganda, que fornece fogões para famílias em um país cada vez mais afetadas pelo desmatamento e poluição do ar. Esse projeto pretende instalar 20 mil fogões por ano. Esses eficientes fogões a lenha contribuirão para a melhoria da saúde da população, reduzindo a fumaça presente nas cozinhas e o número de árvores que precisam ser cortadas. Sem os fundos de compensação de carbono, os novos fogões seriam muito caros para a maioria das famílias e instituições.

 

"Como uma empresa ambientalmente consciente, a South African busca um constante incremento nas iniciativas que buscam criar um ambiente mais saudável e limpo. Entre essas iniciativas, encontra-se a recente aquisição das aeronaves Airbus A330-200 e A320, com alta eficiência no consumo de combustível e equipadas com motores de última geração", declarou Mzimela.

 

A South African também fez uma parceria com a Quovadis, subsidiária da Airbus, para projetar e implementar novos procedimentos de navegação de desempenho desenvolvidos especificamente para reduzir as emissões de CO2 e o consumo de combustível, economizando cerca de 20 milhas náuticas (cerca de 37 km) em aproximação para o pouso e 10 milhas náuticas (cerca de 18,5 km) durante a subida após a descolagem. Essas reduções nas distâncias se traduzem diretamente em ganhos no consumo de combustível e emissões de CO2 mais baixas.

 

Site aviacaopaulista.com

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade