Jump to content

Azul aposta em 11 novas cidades para crescer


teiacontabil

Recommended Posts

12/10/2012 - 06h30

 

Azul aposta em 11 novas cidades para crescer

 

MARIANA BARBOSA

DE SÃO PAULO

 

A Azul pretende entrar em 11 novas cidades em 2013, ampliando a malha para 111 destinos. "São todas cidades com mais de 250 mil pessoas, no Norte e no Sul do país", disse o presidente da empresa, David Neeleman.

 

Ele revela apenas o nome de uma: Passo Fundo (RS).

 

Uma das razões para não divulgar os outros nomes é evitar o assédio de prefeitos.

 

"Tivemos um problema em Cascavel [PR]. Cancelamos voos por uns dias para ajustar a operação depois de um incidente, e a pressão para retomar o voo foi enorme."

 

Assim como em Cascavel, o grupo Azul/Trip opera sozinho em outras 42 cidades, de um total de 100 destinos. A TAM voa para 42 cidades, e a Gol, para 48.

 

A ampliação de voos da Azul acontece ao mesmo tempo em que TAM e Gol enxugam a oferta de assentos para estancar prejuízos.

 

Mas ela também prevê encerrar o ano com perdas, devido à combinação de baixo crescimento da economia, real valorizado, alta do combustível e aumento de tarifas aeroportuárias.

 

Neeleman diz que o impacto para a Azul dos aumentos praticados pelo governo para o setor é de R$ 160 milhões. Metade é relativo às tarifas de tráfego aéreo, e a outra metade, à nova taxa de conexão.

 

Para o ano que vem, novos aumentos previstos pela Aeronáutica custarão mais R$ 150 milhões à companhia.

 

"Vamos economizar R$ 50 milhões com a medida de desoneração da folha de pagamento, mas os custos aumentarão em R$ 310 milhões."

 

Neeleman diz que a associação com a Trip ajudará a melhorar a situação financeira da empresa. "Teremos uma economia de custos de R$ 150 milhões ao ano a partir do primeiro trimestre de 2013", diz.

 

"Do lado da receita, esperamos aumento de R$ 150 milhões a R$ 300 milhões/ano."

 

Com aviões de menor porte do que os de Gol e TAM, Azul e Trip detêm 14% do mercado, mas operam 30% dos pousos e decolagens realizados no país.

 

"Há uma forte pressão para que a gente voe para mais locais, mas é preciso melhorar a infraestrutura."

 

As duas empresas, que se associaram em maio, passarão a operar em regime de voos compartilhados a partir de 2 de dezembro, quando a marca Trip deixará de existir.

 

Hoje já é possível comprar passagens da Trip pelo site da Azul, mas, a partir de dezembro, quem entrar no site da Trip será automaticamente direcionado para o da Azul.

 

Neeleman diz que gostaria de operar em Congonhas, dominado pela Gol e pela TAM, mas não vê perspectivas de ampliação da capacidade.

 

"Eu gostaria, mas, se não tem jeito, vamos crescer nas cidades onde não têm serviço hoje. Prefiro ter 90% de Viracopos [Campinas] a ter só 5% de Congonhas."

 

Por conta da associação com a Trip, que tem presença tímida em Congonhas, a Azul vai estrear na ponte aérea no mês que vem, com quatro voos por dia.

 

Fonte: http://www1.folha.uo...a-crescer.shtml

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 53
  • Created
  • Last Reply

2013 será um ano bem diferente para a malha da Azul. Com o ingresso em GRU as opções de crescimento vão aumentar. Apesar da crise trata-se de uma companhia que ainda pode crescer em vários mercados.

Link to comment
Share on other sites

 

Para o ano que vem, novos aumentos previstos pela Aeronáutica custarão mais R$ 150 milhões à companhia.

 

"Vamos economizar R$ 50 milhões com a medida de desoneração da folha de pagamento, mas os custos aumentarão em R$ 310 milhões."

 

Neeleman diz que a associação com a Trip ajudará a melhorar a situação financeira da empresa. "Teremos uma economia de custos de R$ 150 milhões ao ano a partir do primeiro trimestre de 2013", diz.

 

"Do lado da receita, esperamos aumento de R$ 150 milhões a R$ 300 milhões/ano."

 

 

O que dizer da ajudinha do governo, trocar 6 por 18.....

 

Apesar de meio confuso, os custos vão subir R$310 milhões e a receita pode crescer de R$150 a 300milhões, então continua no vermelho em 2013.....

Link to comment
Share on other sites

Por conta da associação com a Trip, que tem presença tímida em Congonhas, a Azul vai estrear na ponte aérea no mês que vem, com quatro voos por dia.

 

Será que custa a esses jornalistas pesquisar uma informação tão simples como essa?

Link to comment
Share on other sites

Achei estranho a afirmação de que são cidades do Sul e do Norte. Será que não vai ter nenhuma no Nordeste, ou para ele é tudo Norte?

 

Quais cidades no Norte possuem mais de 250.000 hab e não são atendidas por linha aérea?

Link to comment
Share on other sites

Achei estranho a afirmação de que são cidades do Sul e do Norte. Será que não vai ter nenhuma no Nordeste, ou para ele é tudo Norte?

 

Quais cidades no Norte possuem mais de 250.000 hab e não são atendidas por linha aérea?

 

Nenhuma. Simples. Deveriam apostar em BVB e MCP, cidades ainda dominadas por TAM e GOL, sendo que a Sete iniciou MCP em outubro, mas operando com um Brasília e um dos voos via Monte Dourado. E talvez retomando CZS, onde um único voo de 737 deixou a cidade mal-atendida, quando dois ATR poderiam suprir o fluxo.

Link to comment
Share on other sites

Achei estranho a afirmação de que são cidades do Sul e do Norte. Será que não vai ter nenhuma no Nordeste, ou para ele é tudo Norte?

 

Quais cidades no Norte possuem mais de 250.000 hab e não são atendidas por linha aérea?

Mossoró é uma delas.

Link to comment
Share on other sites

 

Nenhuma. Simples. Deveriam apostar em BVB e MCP, cidades ainda dominadas por TAM e GOL, sendo que a Sete iniciou MCP em outubro, mas operando com um Brasília e um dos voos via Monte Dourado. E talvez retomando CZS, onde um único voo de 737 deixou a cidade mal-atendida, quando dois ATR poderiam suprir o fluxo.

 

Foi o que imaginei quando vi a lista de cidades do Norte que são desse porte.

Entre as capitais, somente BVB e MCP não estão na malha da Azul/Trip, estou certo?

Link to comment
Share on other sites

 

Foi o que imaginei quando vi a lista de cidades do Norte que são desse porte.

Entre as capitais, somente BVB e MCP não estão na malha da Azul/Trip, estou certo?

 

Sim, e das que estão, RBR por enquanto opera apenas sob a bandeira TRIP com três voos (dois PVH/CNF e um MAO, que iniciou esta semana). O que falta é uma política para desonerar os custos de operação na região amazônica e olhar principalmente para a falta de infra-estrutura nos aeroportos do Amazonas, muitos deles sem posto para abastecimento.

Link to comment
Share on other sites

Achei estranho a afirmação de que são cidades do Sul e do Norte. Será que não vai ter nenhuma no Nordeste, ou para ele é tudo Norte?

 

Quais cidades no Norte possuem mais de 250.000 hab e não são atendidas por linha aérea?

Acho que ele quis dizer de norte a sul do país.....

Link to comment
Share on other sites

 

Foi o que imaginei quando vi a lista de cidades do Norte que são desse porte.

Entre as capitais, somente BVB e MCP não estão na malha da Azul/Trip, estou certo?

 

:joinha:

Link to comment
Share on other sites

O negócio é fazer uma lista de cidades com mais de 250.000 habitantes das regiões Norte e Sul.

Na minha opinião, esse "norte", pode ser também, o norte da região Nordeste.

Link to comment
Share on other sites

Que comecem as apostas em, 3.........2...............1......................

 

Barretos

Araraquara

Franca

Votuporanga

Campina Grande

Pelotas

Passo Fundo

Santa Maria

Macaé

 

Quais mais....?

Link to comment
Share on other sites

O negócio é fazer uma lista de cidades com mais de 250.000 habitantes das regiões Norte e Sul.

Na minha opinião, esse "norte", pode ser também, o norte da região Nordeste.

 

Com base nos dados do IBGE (2011), no Nordeste são 04 cidades com mais de 250 mil hab. que não possuem voo da Azul/Trip: Feira de Santana, Campina Grande, Caruaru e Mossoró.

Link to comment
Share on other sites

 

Com base nos dados do IBGE (2011), no Nordeste são 04 cidades com mais de 250 mil hab. que não possuem voo da Azul/Trip: Feira de Santana, Campina Grande, Caruaru e Mossoró.

 

Vou começar pela informação do colega, menos Feira de Santana, que depende de obras no aeroporto.

 

01 - Campina Grande

02 - Caruaru

03 - Mossoró

04 - Imperatriz

05 - Macapá

06 - Boa Vista

07 - Araraquara

08 - Franca

09 - Passo Fundo

10 - Pelotas

11 - Santa Maria

 

:joinha:

Link to comment
Share on other sites

 

Vou começar pela informação do colega, menos Feira de Santana, que depende de obras no aeroporto.

 

01 - Campina Grande

02 - Caruaru

03 - Mossoró

04 - Imperatriz

05 - Macapá

06 - Boa Vista

07 - Araraquara

08 - Franca

09 - Passo Fundo

10 - Pelotas

11 - Santa Maria

 

:joinha:

 

Isso pq a reportagem diz cidades da regiao Sul e Norte.

 

:P

Link to comment
Share on other sites

Aeroporto de Mossoró tem sérias restrições na operação. Creio que seja impossível a utilização pelos ATR da Azul.

 

SBMS é cercado de elevações nas duas cabeceiras, tem 2000 metros mas o TODA TORA ASDA LDA estão com 1425 metros conforme notam e ainda restrito a aeronaves que operem no maximo em pistas de 1200 metros de comprimento e Brigada de Incendio CAT 2.... já decolei de Mossoró com 50 graus de OAT, muito antes das restrições e do Notam mas Mossoró fica fora por pouco tempo. A politica adora aviões de linha aerea operando em suas gestões, é só o Mr. David sinalizar que o Gov. do RN resolve isso rapidinho ainda mais se o Governador for tentar uma releição em 2014 ou alguem da base dele estiver cotado pra isso... Eles fazem o acordo, a empresa anuncia a cidade e fica igual CAC, de stdby... A empresa fala que vai voar pra lá, agrada a população e o governo fica com a responsabilidade.... Em CAC isso deu certo porém XAP se deu mal com isso pois o prefeito prometeu um monte e depois que prometeu ele descobriu que não era da alçada dele pois XAP era de responsabilidade do Estado de SC.... o prefeito teve que rebolar mais que a Carla Perez para conseguir a ajuda do Governador que resolveu o problema e a AVB e a GOL puderam retomar as operações por lá....

Link to comment
Share on other sites

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.


×
×
  • Create New...

Important Information

Saiba os termos, regras e políticas de privacidade