Jump to content

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

trevisan26

Guayaquil e Quito

Recommended Posts

Não sabia se escrevia em Flight Reports ou aqui em Trip Report, como me faltaram vários detalhes sobre os vôos, optei por escrever aqui mesmo em Trip Report. Mesmo que estejamos em um sub-forum destinado a reportes de viagem, não tem como não comentar algumas coisas sobre os vôos. Vamos lá...

 

 

 

Como seguidamente minhas viagens envolvem ao Grêmio FBPA, desta vez não foi diferente, e dessa vez vou ao Equador.

 

 

 

 

Pedra Jogo fundamental da viagem

 

 

A viagem ocorreria ou não, dependendo do resultado entre Barcelona de Guayaquil - EQU e Cobreloa - CHI. A equipe equatoriana tinha que sair vencedora, e de forma sofrida, com gol de bicicleta aos 32 do segundo tempo, se concretizou a viagem. Passagens compradas na hora, pela Copa, Lan Equador, Aerogal e TACA.

 

 

 

 

Partida para o Equador

 

 

 

 

No dia 26 de Setembro, por volta das 22h30 já estava no aeroporto Salgado Filho para fazer o check-in nos balcões da COPA. O vôo saiu com um pequeno atraso, mas nada que afetasse a conexão para Guayaquil. O trecho foi realizado em executiva, com um bom atendimento de bordo e conforto, apesar de nada comparado ao serviço de vôos em wide bodies.

 

 

 

Chegando no Panama, eu, meu pai e meu dindo fomos ver uma nova câmera fotográfica para mim, já que os preços estão uns 20% mais baratos do que no Brasil. Câmera comprada, internet acessada e logo embarque feito.

 

 

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82sb7uizvwUEwJsJeBtFg3WlrG1aj4Bklm0DqpF9VXcGYwfgMgqsqEBJ_ssor0jS6vEsmfhecvN85NcKhHpM2sveAJtU9VDbLeHT-LVT_uK2ic0Ojwyw6ogAlg.jpg

 

Guayaquil

 

Dia 1

 

 

 

Chegada bem tranquila e táxi rumo ao hotel Hampton Inn, localizado na Av. 9 de Octubre (que recebe o nome por ter sido a data em que Guayaquil declarou sua independência ao Império Espanhol, no ano de 1820). Saimos para “pernear” pela cidade em busca de informações para os ingressos do jogo a noite, por fim nada souberam nos dizer e decidimos que iriamos a la cancha mais tarde. Fomos ao Malecón, que fez parte de um projeto de renovação da cidade. Por lá, se pode visitar alguns museus e monumentos, além de ser um ótimo local para quem gosta de fazer caminhadas.

 

 

 

 

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82u6P6wx749QVmEEn7QrHQuQjXnNHzCGtW73BLOLONAzRpODnJ9tmOWxDqfKYumb1iOZKWBa98zw6Th5tnFLb-UwAJtU9VABkCVMYMiP8g1yC9Z9sd1UiIk97w.jpg

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82sGZHpJLYz3hyON_Y_QWjb3rEMw-qVDLd02D02HcrYyPq9jIgc-xJ43eHiYGYRo2W3Lx9QpCx0kTSCgGDk62E8zAJtU9VC1HTwrZtHIzH0a-Jn8vwCtjatFVg.jpg

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82vPsm5Esszs10vdx15WyXWj-0L9cvU0SYKmkt_FTdJgiOnWkfnJy-vQR_Xx5St-UuLziLvL4hQacitgqX5xPkctAJtU9VCNb-OW1Uo1XMv2HhRwKiTfjuHWZg.jpg

Hemiciclo de la Rotonda (Bolívar e San Martín)

 

Nesse momento, varios fatos relacionados ao jogo do Grêmio, que não deve interessar a muitos aqui, então resumirei: a foto abaixo a baixo tirada depois de percorrer a “via sacra” para conseguir os ingressos corretos e acessar o espaço da torcida visitante. Grêmio ganhou de 1 x 0 para loucura dos equatorianos, apesar das pedradas e garrafadas, valeu a pena.

 

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82uc_VCu4bhRtlFnUL07VDv2hrVqz1AJSevu_3O8DklHFY2D3KPubpHPPuPNR8Yn-GNFccY6Fwyc0-AuYuQc7yeCAJtU9VC8odk90X5U_A-7xwT2kKwSpPCmXA.jpg

Meu pai, meu dindo, eu e um companheiro.

 

Dia 2

 

 

 

Acordamos cedo e fomos visitar alguns dos pontos turísticos como o Malecón, praça das iguanas, centro e a parte moderna da cidade.

 

 

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82vgDEkNuVJJKH79kqQ0egUob4CERpHA9tnFWb6hXseUzZIysPiF9oZSVyr74WFnbIRzwcI72Lq2w6GrldLSbyY-AJtU9VBveLsq9edWC6DkXmyPeYsAUbrCKw.jpg

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82uanKNDL_RrukPvIXr4EsXdRGuPBUV9qANjagNTCW2mK268SVXhUvvlx9NIgzlHMYF0O-9uhSKYf8IlMdC0QWOiAJtU9VAxoDZ78GtUzTGSJPQ2H2a9w4Oh1Q.jpg

Projeto

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82sifMMpFnb_rf4s-ecM3kk2I_TbLn6Zu4ZwIyye-M4mGMK_uuzmU-igDom8fyPeWiDwIlXDv4vptWKwDKIBvZHAAJtU9VA7HkfABAO-zV-8j3rATCkDRw6snA.jpg

Favela local

 

A noite fomos dar uma volta no Mall del Sol Shopping e jantamos no restaurante do Sheraton.

 

Dia 3

 

Acordamos às 4h30 para ir a caminho do aeroporto, que por sinal é muito moderno, eficiente e confortável.

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82ukZcD1nhtecFbxtkcZ18DVg-K55ktAjXUDzcSU8Vm2E1Cmk4oirAC68MOGGG2jMPGGwW8k-FRe11a5HZzwEhxXAJtU9VAtI9ZQBn9dqYQTqA5j3K6lZmDlvQ.jpg

 

Mais uma foto a caminho de Quito:

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82sb10G-n46jcz9oDRETUnXkJioItG9D3lbLqya1dQBM0Oeck3NgYM3QaIHvDlf7MMOVoco-DiXgJuQFr0sBGtuQAJtU9VBW7NGOtPhQNE6BUpKvjM33FLP2eg.jpg

 

 

 

Quito

 

Após largar as malas no Mercure, pegamos um taxista muito gente boa (o qual nos acompanharia no dia seguinte também). Para começar nosso passeio fomos ao famoso teleférico que nos permite alcançar 4.100m de altura. Subida obrigatória a qualquer turista.

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82uLShlVemxzcGrnGQjXIpKG_7l4jzyIZodZgQyhRqLliAs4deCwLcoCSgGAuSMz4K3iadIm_talEXZFzmI-vgHtAJtU9VC99oCdygobUGxJN6SaRSb9znrPbA.jpg

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82vLHRnDis9yydJd5ZTMTulendfo7eisGUKE6p_MUtyWakVmnGir9ePjLbIY5oHdWJLOuUhBkCcKmbl2I0gt6rPkAJtU9VAe9up0B859Lcvyw_rSlLShn6IL9Q.jpg

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82vRScKef54AqLo4ubFrKPmTDoiDH9oHaDQn9QwECVew66oy_Bu7jWqy_yg9LQMgEkDab3Yg4QD-fI8voVqmWRs3AJtU9VDWlpQHt8c0Ai9vhm4jDctIOwvIig.jpg

 

 

 

 

A seguir tomamos o táxi e 45min depois estávamos no museu da metade do mundo, aonde a Latitude é 00’00’00”. Se aprende bastante sobre a vida dos moradores do campo, além de participar de varios testes usando como tema a gravidade reduzida na Linha do Equador, inacreditável.

 

 

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82sUasVy2kwbKB7Recy4F0pSoTm7_lqIDouvQBLC9KilIgXXj_6SyDp72xURN3ycarGOfQwKhAqekUqqpiLi7cWQAJtU9VDr55BU_P83sB79GAjCwBLAjJZHTw.jpg

A criatura que vos escreve. (Os dedinhos levantados é para absorver uma tal de energia especial, segundo os locais

:D )

 

 

 

 

 

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82vs2FGHNvvo7TL5YMzXEVAC1px2CKABOnqWOrRMjEjiyuab0UYufx6PMU02OMGDXRYDm3UiDqbXLR-RuMXLob7gAJtU9VDsRMGIBLg3sRY6DQKI7KgF37B-ug.jpg

 

 

Monumento construído em 1936 por franceses que fizeram uma expedição para demarcar a linha do Equador, esta 300m deslocado, mas mesmo assim vale a visita.

 

 

 

A seguir passamos por um lago que lhes confesso, esqueci o nome, e logo depois fomos a Otavalo. Uma cidade que possui uma feira bem conhecida por lá. Pela distância considero uma furada. Ao menos rendeu umas lembrancinhas e uma foto que particularmente gostei muito. :ohyes:

 

 

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82ufRG7BrKdmduKr7xQyp8-vCSIxfHXFdudX877J1_q7CxydxMcB1Ptu3Ri5ua3jJdnJGYYv43yKTbapGcyPZICuAJtU9VD_n3UshhCi3JlEBLC1PPuskH3yBA.jpg

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82szBfxreVwZcxm00bCphp0jVlSXpHOXn8jOXtkmiUxcDC5qzJ1cZhEBW7Qw30T9hPZ4c9EN-2Lw3CKbI3rtLuWPAJtU9VA6r4hOrIrQghnXJaIiq8TzWk8YAA.jpg

 

 

Após longo caminho de volta a Quito, já a noite, fomos jantar em um conhecido restaurante italiano Carmine Grastonomía & Arte, preços um pouco salgados, mas a comida maravilhosa.

 

 

Dia 4

 

 

 

Café da manha bem reforçado e partida para El Panecillo, local onde oferece um bela vista da cidade.

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82s4waFBsH1MjQ1BkZIsP7ZAzfNgnJmUbXYqSTEh1Bo1T9kxCK4jIx7e-vS1v-tuitlQOYlMysCi6gNCfq0V_p-2AJtU9VCw4zg8_Q8GM0PfG3doA8e4_idIXw.jpg

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82t_mFVgnp8L8PZIcAoAOUrB7r3sosEchDFumwlDIr9vWa9ny1x8T2mgh2Vevh39qcwW78EPeVpAr0mw-a6DpkqqAJtU9VBbtOg8zRFCKNV2KCEQDfG-M470vQ.jpg

 

 

Descemos e fomos para o centro histórico da cidade, lindo por sinal.

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82u7VhtN0lJE0emKBOjF2wydu5QxcTZlR8iqUDJ99j1Ip4AsevVLX2cGGVCsikqId4J3yha4TJXiMfC-3cSpm-FqAJtU9VCR1mvWnG_PSZ_7U-6AtqBlRn4Pxg.jpg

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82ujQ-W4WMUmfHcqlv70b66-o5IZQGtzIkM7x6pQoG55c6Mf_X9mEMrkGdZ5TtY4sJcPRcP88ud-8JIT_o9QbOroAJtU9VDLhFkpXykLw0lCAWlDE7x2SrUEXQ.jpg

Ruela do centro histórico

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82t1RY9Amc3LPmBPs6eMytUiwv_z0MXZdAga0BaE5MEkBmgBhSbFPbZYliyyhCjXVCjSUEWEXdK2MdigX_EVKQt1AJtU9VCJDX21y0xhCP_dCPu3klWXOFIl7A.jpg

Monumento da Independencia

 

 

 

 

Outro ponto bonito é a Basilica, fico devendo uma boa foto de lá...

 

 

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82sCQi2N7BEftocnrWIwrUq_Q97GfrWeXvbfrvyls2uYYrIDM2Z0irK8Re-fBkryTbF0pRXKGFHPIUlA6ph5U5aZAJtU9VApYkzt6HfaNnrzW6JPL16ubTW0Kw.jpg

 

 

 

Retorno para Casa

 

 

 

 

E por aqui se encerra meu recorrido turístico no Equador. Buscamos minha mala no hotel e fui deixado no aeroporto por meu pai e meu dindo. (Eles seguiriam a Galapagos, mas eu não pude ir junto pois perderia muita aula).

 

 

 

Cheguei ao aeroporto e fiquei usufruindo a maravilhosa internet de graça disponibilizada, até que embarquei e dormi. Os trechos da volta foram os seguintes: UIO-LIM (Aerogal) e LIM-POA (Taca).

 

 

 

 

 

 

 

Espero que tenham gostado!

 

Abraços trevisan26.

Share this post


Link to post
Share on other sites

*Desculpem alguns espaçamentos meio grandes que ficaram, não tive tempo de editar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito bacana o relato, se tiver mais fotos do jogo acho que ninguém se oporia a sua postagem XD

 

E uma observação que preciso fazer... na tua família as pessoas sabem aproveitar a vida, cara. Parabéns.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito bacana o relato, se tiver mais fotos do jogo acho que ninguém se oporia a sua postagem icon_

 

E uma observação que preciso fazer... na tua família as pessoas sabem aproveitar a vida, cara. Parabéns.

 

Vale responder comentário 1 ano e meio depois? :lol:

Valeu DpsTr, na medida do possível tentamos aproveitas ao máximo, principalmente viajando, acho que é uma das melhores coisas que se pode fazer. Seguem mais 3 fotos dos 60.000 equatorianos e 15 gremistas. (Imagens feitas com uma saboneteira, por isso qualidade pífia).

 

16932137107_420c2a41dd_b.jpg

16519368083_5b80709318_c.jpg17137967512_0f16cddddc_c.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

×
×
  • Create New...

Important Information