Jump to content

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Jopeg

Imperial War Museum em Londres

Recommended Posts

Imperial War Museum em Londres

 

 

Dedicado à memória de Henry Allingham e Harry Patch.

 

Olá meus amigos, preparados para uma viagem pela história ? ;)

 

Trago aqui parte da minha visita ao Imperial War Museum em Londres ( http://london.iwm.org.uk/ ). Foi em Março que visitei este museu, um sábado cinzento bem típico da capital do reino Unido, numa visita que demorou mais de 7 horas. Cheguei ao museu através da linha Bakerloo do metro e logo desde a estação de Lambeth North, há indicações sobre qual o caminho para o museu, é só seguir as setas.

 

Tive o azar de existirem obras na fachada do edifício que até 1936 abrigou o hospital Real de Bethlem. A entrada é marcada pela imponência de duas enormes peças de artilharia que estiveram presentes no Dia-D. Temos também um fragmento do Muro de Berlim, que marca o pós-guerra e a Guerra Fria.

 

A fachada:

Imagem154.jpg

 

Parte do Muro de Berlim

Imagem156.jpg

 

A entrada é gratuita, o que considerei uma excelente medida para trazer até ao maior número de pessoas um pouco da história militar do UK e homenagear os seus heróis. O museu sobrevive de dotações governamentais, donativos e das vendas nas suas lojas e cafetaria.

 

Eu acabei por, em vez de dar um donativo, fazer umas compras na loja. Assim ajudei o museu e fiquei com algumas recordações.

 

A loja

Imagem181.jpg

 

Imagem185.jpg

 

Os prémios ganhos pelo museu

Imagem160.jpg

 

O ambiente não podia ser melhor, coisa de povo superior, muito “país desenvolvido de 1º Mundo”. Bastantes visitantes, muito respeito, gente muito interessada em aprender e muitas famílias, sim, que os pais britânicos têm muito gosto em mostrar aquele museu aos seus descendentes. Saímos de lá com uma certa inveja de não sermos, em muitos aspectos, como aquele povo …

 

Havia, para alem da exposição permanente, uma exposição sobre o Holocausto (Unspeakable: The Artist as Witness to the Holocaust) e uma outra sobre os 90 anos passados sobre o dia 11 de Novembro de 1918, o armistício da Primeira Guerra Mundial (In Memoriam: Remembering the Great War).

 

Cartaz da exposição temporária

Imagem152.jpg

 

Duas exposições muito bem cuidadas, muito bem organizadas e com muito interesse. Ambas possuem objectos que são verdadeiras preciosidades, só possíveis de reunir num país com a grandeza do Reino Unido, pena a proibição de tirar fotos nestas exposições.

 

Um mapa com os Campos de Concentração:

Imagem207.jpg

 

Uma impressionante maqueta de Auschwitz-Birkenau. Também já visitei …

Imagem224.jpg

Esta foto era proibida, mas não resisti :oops: …

 

Quando foi inaugurada a exposição sobre a Grande Guerra, em Setembro de 2008, havia ainda três veteranos ingleses vivos: Bill Stone, Henry Allingham e Harry Patch. Os três participaram ainda nas comemorações do Armistício

 

 

 

Quando visitei a exposição em finais de Março, Bill Stone já tinha falecido.

 

Restavam os outros dois “Tommys”, de notar que Henry Allingham ( http://en.wikipedia....Henry_Allingham ) foi de 19 de Junho até à sua morte em 18/07/2009 o homem (ndr: sexo masculino) mais velho do mundo e morreu com a idade de 113 anos e 42 dias :o

 

No dia 25/07/2009 morreu Harry Patch ( http://pt.wikipedia....iki/Harry_Patch ), com 111 anos de idade era o último combatente vivo que tinha lutado nas trincheiras da 1ª Guerra Mundial. Quando olhei a sua foto, e sabendo a sua história, pensei no que seria mais difícil:

se atingir os 111 anos de idade ? … se sair vivo da Batalha de Passchendaele ? Agora quando se consegue juntar isto tudo, torna Harry Patch uma figura muito querida pelos britânicos.

 

Foto de Harry Patch de volta à Flandres. Esta foto está na exposição em tamanho gigante e tem um grande impacto, obviamente não resisti e tirei esta foto mesmo sendo proibido :hypocrite:

Imagem227.jpg

 

Harry Patch, que acabou por não matar ninguém, dizia que se possível teria morto apenas um outro combatente desta batalha, Adolf Hitler, pois assim tinha poupado milhões de vidas.

 

A Batalha de Passchendaele, onde se lutou por um “punhado de terra, que nem sequer tinha espaço para enterrar todos os mortos" ( http://en.wikipedia....i/Passchendaele ).

 

 

Parte destas histórias estão disponíveis em forma de livros e DVDs na livraria/loja do museu, que é um “verdadeiro templo” para os estudiosos do tema. Está ali reunido um fantástico conjunto de material didáctico sobre o assunto, capaz de deixar os coleccionadores à beira do êxtase.

 

Com estas recentes mortes, a 1ª Guerra Mundial passou “das memórias à história” :(

 

A livraria do museu:

Imagem183.jpg

 

Imagem184.jpg

 

 

 

O museu acaba por ser uma peça importante para entendermos o Século XX, “o Século do Povo”, mas que também foi marcado por duas horríveis guerras.

 

 

 

Mais um motivo para visitar Londres, aliás … este tipo de museu só podia estar mesmo numa cidade carregada de história como é o caso da capital do Reino Unido. É que cidades assim, com esta carga histórica e capaz de assumir um papel de liderança mundial … contam-se pelos dedos de uma mão.

 

O restante relatório sobre esta visita fica para uma outra oportunidade ;)

 

Cmps,

 

Jopeg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Po muito legal.. Fui lá em Setembro..

Mas não encontrei o muro....

Ele fica onde??

me falaram q lá tambem tem um bunker, mas não encontrei....

Outro local legal pra ir em Londres e no RAF museum....

Share this post


Link to post
Share on other sites

nossa q legal! queria ter ido tb quando fui em LON em dezembro passado mas não deu pq fiquei 4dias somente.

Alguem conseguiu ir no Museu do Churchil? q seria o gabinete de guerra em frente ao Parliamento?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Po muito legal.. Fui lá em Setembro..

Mas não encontrei o muro....

Ele fica onde??

me falaram q lá tambem tem um bunker, mas não encontrei....

Outro local legal pra ir em Londres e no RAF museum....

 

Olá Muttley,

 

O Muro está do lado esquerdo da entrada. Dá para ver na primeira foto.

 

Abraço,

 

Jopeg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu perdi a chance de visitar o Imperial War Museum quando estive em Londres, fazia parte do meu plano de viagem mas acabou que o tempo não foi suficiente.

Visitei o da RAF que vale a pena tambem, especialmente indo de metrô até lá, pois o bairro de Colindale é um lugarzinho bem legal, típico subúrbio de Londres.

Share this post


Link to post
Share on other sites

×
×
  • Create New...