Jump to content

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Jopeg

Hamburgo

Recommended Posts

Hamburgo

A Rainha do Norte

Imagem687.jpg

 

Imagem788.jpg

 

Imagem802.jpg

 

Imagem803.jpg

 

Imagem705.jpg

 

 

 

 

 

Hamburgo foi o primeiro destino de uma viagem que fiz em Agosto de 2009 e que incluiu também cidades da ex-RDA e a Polónia. Uma viagem que correu muito bem, em que as cidades surpreenderam-me pela positiva, em que passei a admirar ainda mais aqueles povos e foi a viagem mais enriquecedora em termos culturais que realizei nos últimos anos.

 

A visita a Hamburgo aconteceu um pouco ao acaso. O plano original seria voar entre Lisboa e Berlim e regressar a partir da Polónia, com “escala” em Londres, utilizando apenas companhias de “baixo custo”. Quando verifiquei os preços, mesmo com vários meses de antecedência, reparei que estes estavam já elevados. A alternativa seria voar na TAP utilizando 20.000 milhas que tinha disponível na minha conta do programa Victoria. Como a TAP na altura não voava para a capital da Alemanha, escolhi Hamburgo a apenas 293km de distância, sendo o regresso por Varsóvia, uma rota da TAP.

 

Sabendo que visitaria Hamburgo comecei a ler umas coisas sobre a cidade e o entusiasmo foi crescendo. Chegado à cidade, num excelente voo da TAP, estava na hora de ver “in loco” aquilo que tinha lido sobre a cidade.

 

Hamburgo é a segunda maior cidade da Alemanha, só batida por Berlim, e era a maior cidade da RFA. Só a cidade tem 1.7 milhões de habitantes e se juntarmos a área metropolitana chegamos aos 4.3 milhões. Destes habitantes 375.000 são estrangeiros – oriundos de 182 países – o que torna Hamburgo uma Torre de Babel. 15000 habitantes são portugueses e é frequente encontrarmos produtos portugueses, para não falar nos inúmeros restaurantes portugueses junto ao porto. Hamburgo é a segunda cidade do mundo com mais representações diplomáticas, só sendo batida por Nova Iorque.

Restaurantes portugueses em Hamburgo

Imagem782.jpg

 

 

 

 

 

Não sendo um destino turístico por natureza, faltam as praias e os quentes dias de sol, Hamburgo recebe 340.000 visitantes por dia, 10 milhões por mês. E o que faz vir tantas pessoas a Hamburgo ? A resposta é: espaços ao ar livre, negócios, diversão nocturna e diversão cultural. A oferta cultural é impressionante: 40 teatros, 30 cinemas, cerca de 50 museus, inúmeras galerias e 4 grandes salas de espectáculos.

Museus

Imagem682.jpg

 

Imagem693.jpg

 

Imagem699.jpg

 

Uma livraria

Imagem700.jpg

 

 

 

 

 

Sendo uma cidade forte em infra-estruturas recebe também muitos congressos. Tem um espectacular aeroporto e bastantes ligações ferroviárias com vários pontos da Alemanha e do exterior. É igualmente a cidade mais importante da Alemanha no que toca à comunicação social, sendo a sede dos jornais BILD e Der Spiegel, entre outros.

É também uma cidade forte no sector da aviação, possuindo uma fábrica do consórcio europeu Airbus.

Edifício junto ao porto e autocarro turístico

Imagem784.jpg

 

Bicicletas, uma forma fácil de percorrer as ruas da “Rainha do Norte”

Imagem694.jpg

 

 

 

 

A cidade foi alvo de bombardeamentos durante a II Guerra Mundial, tendo falecido cerca de 55.000 pessoas e obrigando à reconstrução da cidade. Esta reconstrução foi feita a pensar nas pessoas e não nos automóveis, a qualidade de vida é uma constante, sendo capaz de envergonhar qualquer cidade portuguesa neste aspecto. É fácil circular de bicicleta sendo a cidade plana. Os transportes públicos funcionam na perfeição e com a qualidade e pontualidade típica dos alemães. Sendo fáceis as deslocações nesta cidade, vamos ver o que tem para oferecer ao turista.

 

A principal atracção é a Rathaus, câmara municipal, onde funciona o governo e parlamento desta cidade-estado (um dos 16 estados da RFA). É um edifício neo-renascentista do século XIX.

Rathaus

Imagem633.jpg

 

Imagem627.jpg

 

Imagem636.jpg

 

Imagem635.jpg

 

 

 

 

Outra atracção é o memorial São Nicolau, uma antiga igreja onde só resta a torre devido as bombas aliadas da operação Gomorra, que praticamente destruíram o templo religioso em 1943.

Memorial São Nicolau

Imagem648.jpg

 

 

 

 

Igualmente digna de registo é a igreja de St. Michaelis, onde é possível subir à sua torre e ver a imponência desta cidade industrial.

Igreja de St. Michaelis

Imagem712.jpg

 

As vistas da torre

Imagem717.jpg

 

Imagem719.jpg

 

 

 

 

 

A noite as “atracções” estão no animado e movimentado Reeperbahn (Ver: http://en.wikipedia....wiki/Reeperbahn ). Beneficiando do facto dos alemães serem muito liberais e de Hamburgo ser uma cidade de marinheiros e de solitários homens de negócios, surgiu aqui uma zona de “red-light district” com casas de striptease, sexo ao vivo, bordéis, sex-shops, bares e discotecas. Um autentico “quarteirão do pecado”.

St. George é uma alternativa “nocturna” ao Reeperbahn. Um bairro mais trendy com bares, discotecas e lojas/hotéis de design.

Reeperbahn

Imagem679.jpg

 

 

 

 

 

Outra zona de animação que descobri em Hamburgo, foi a parque de diversões em St. Pauli. De entrada grátis, podemos sentir a animação desta “autentica feira popular”e, se quisermos, andar nas diversões que não são caras. Este parque fica junto ao estádio do St. Pauli, actualmente na 2ª divisão, o principal clube da cidade é o Hamburgo SV. Ao caminharmos pela cidade podemos ver que os habitantes vivem e gostam do clube local.

Parque de diversões em St. Pauli

Imagem786.jpg

 

Imagem790.jpg

 

Imagem795.jpg

 

Alguém precisa de roupa para ir a uma festa dos 70s ? :mrgreen:

Imagem799.jpg

 

 

 

 

 

Seria impossível falar de Hamburgo sem fazer um referência ao seu porto. O segundo maior da Europa (o primeiro é Roterdão) e o nono maior do mundo. O porto faz com que Hamburgo tenha uma forte ligação à água, são vários os canais e cerca de 2500 pontes, mais do que Amesterdão, Londres e Veneza juntas. Junto aos canais surgem prédios de luxo com muita qualidade e é também aqui que se juntam as pessoas nas esplanadas junto à água (Alster Pavillon).

Os canais de Hamburgo

Imagem727.jpg

 

Belos apartamentos nas margens dos canais

Imagem655.jpg

 

Imagem656.jpg

 

Imagem739.jpg

 

O porto junto à cidade

Imagem740.jpg

 

Água, uma presença constante em Hamburgo

Imagem692.jpg

 

 

 

 

O porto em si é um colosso, por aqui passam cerca de 150 milhões de toneladas de mercadorias em aproximadamente 9.5 milhões de contentores. É por aqui que maioritariamente entram os produtos chineses que cada vez mais consumimos na Europa. Isto tudo apesar de Hamburgo ainda estar a mais de 100Km do mar propriamente dito.

A ponte de Hamburgo

Imagem757.jpg

 

Uma doca seca para a reparação de navios

Imagem743.jpg

 

Contentores

Imagem747.jpg

 

Sucata

Imagem749.jpg

 

Os enormes guindastes

Imagem758.jpg

 

Carregamento de navios

Imagem766.jpg

 

Um estranho veiculo para o transporte de contentores

Imagem768.jpg

 

Somos muito pequenos ao pé disto …

Imagem761.jpg

 

O porto de Hamburgo

Imagem770.jpg

 

Um moderno edifício em forma de barco

Imagem779.jpg

 

Também é possível “fazer praia”

Imagem778.jpg

 

 

 

 

Os seus habitantes gostam de aproveitar o sol e os aprazíveis espaços, sempre muito bem cuidados, que a cidade apresenta. As esplanadas são muitas, com qualidade e nada caras. Para comer há as tradicionais salsichas sempre acompanhadas de cerveja. A Hambúrguer foi criada aqui com o nome de Bife de Hamburgo, mas esse facto não se sente na culinária da cidade.

Esplanada

Imagem806.jpg

 

Nas compras …

Imagem620.jpg

 

O aproveitar da vida …

Imagem659.jpg

 

 

 

 

 

Por fim, dizer que é uma cidade plana e onde é fácil a deslocação em transportes públicos. É também uma cidade segura e onde a vida não é cara. Aconselho a visita durante o verão, pois assim podemos aproveitar os muitos lugares ao ar livre e ver os seus habitantes a desfrutar das inúmeras esplanadas.

É muito fácil visitar a cidade, temos voos directos a partir de Portugal e hotéis e restaurantes não faltam numa cidade habituada a receber pessoas.

 

 

Alguns links:

 

Hamburgo

http://pt.wikipedia.org/wiki/Hamburgo

http://www.hamburg.de/

 

Turismo

http://www.hamburg-tourism.de/en/

 

Aeroporto

http://www.airport.de/de/index.phtml?

 

 

 

Conclusão:

Sem ser a cidade mais interessante da Europa, Hamburgo acabou por ser uma agradável surpresa. Hoje estou em condições de garantir que Hamburgo vale bem a pena para uma visita de 2/3 dias.

Fácil de circular, calma, segura, pessoas simpáticas e sérias, um enorme porto que pode ser visitado, excelente aeroporto, muitas ligações ferroviárias, monumentos, diversão, cultura, oferta hoteleira e muita qualidade de vida … Hamburgo vale a pena !

 

 

 

Cmps,

 

Jopeg

Share this post


Link to post
Share on other sites

×
×
  • Create New...